So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sábado, 12 de junho de 2010

Primeira pagina - 12 - 06 - 2010 - Mundial 2010

Mundial de Futebol - Africa do Sul / 2010

Africa do Sul 1 - 1 Mexico





Uruguai 0 - 0 Franca



Primeira pagina - 12 - 06 - 2010

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Convento de S. Francisco, Salvador da Baía, Brasil



RTP

Portugueses estão a desaparecer

Portugal desceu abaixo dos cem mil nascimentos, o que acontece pela primeira vez. E morrem muitos mais.

Portugal registou menos de cem mil nascimentos em 2009, o que acontece pela primeira vez desde que há estatísticas, 1900. E aumenta o número de mortes. Isto significa que a população portuguesa pode desaparecer? "Há esse risco se não se inverter a tendência. E a taxa de natalidade vai baixar, ainda, mais em 2010 e 2011", diz o sociólogo Leston Bandeira.

As Estimativas da População de 2009, ontem divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), não surpreenderam Leston Bandeira, que há muito previa uma descida significativa da natalidade, dada a crise económica que se vive actualmente no País. "A taxa da natalidade é um indicador económico, em especial em países com pouca protecção social, como é o caso de Portugal. Há um certo declínio social, cuja consequência é o declínio demográfico", justifica.

O saldo natural da população portuguesa é negativo desde 2007 e a pequena diferença positiva registada em 2008 é considerada "acidental". "São variáveis puramente acidentais e culturais e só a médio prazo se podem tirar conclusões. Pela primeira vez, houve um saldo negativo em 2007, agravou-se em 2009 e será, igualmente, negativo em 2010 e em 2011", alerta o perito em demografia. Isto apesar do forte contributo dos imigrantes para a taxa de natalidade. E o saldo da população só é positivo porque entraram mais estrangeiros do que os portugueses que saíram o ano passado.

A diminuição de nascimentos foi mais abrupta em 2009 do que em anos anteriores, menos 5% relativamente a 2008. E o Índice de Fecundidade (crianças nascidas por mulheres em idade fértil) baixou de 1,37 para 1,32. Números ponderados, significa que a taxa de reprodução é de 0,644, quando o mínimo exigido para a substituição de gerações é de 1.

As gerações actuais são cada vez mais pequenas e têm cada vez menos filhos. "É um efeito em cadeia. A situação não se inverte com a criação de subsídios ou o aumento do número de dias da licença de maternidade, mas com medidas para a conciliação da vida familiar e profissional, menos desemprego, uma maior estabilidade laboral e o incentivo à participação dos homens. E o que acontece, actualmente, é que os jovens não têm emprego e as mulheres são despedidas por estarem grávidas", critica Leston Bandeira, professor do Instituto Superior das Ciências do Trabalho e da Empresa e coordenador do estudo do envelhecimento da população portuguesa desde 1950 (Instituto do Envelhecimento).

Portugal é um dos 27 países da UE mais envelhecido, já que se assiste a um duplo envelhecimento: nascem menos crianças e aumenta a esperança de vida à nascença. Existem 118 idosos por cada 100 jovens e os activos passaram de 67,1% da população (2008) para 66,9% (2009). A descida significativa do número de nascimentos poderá levar a que a UE reveja as projecções demográficas para o País, segundo o sociólogo. As projecções do Eurostat até 2035 indicam um crescimento moderado, o que se deve à imigração.

DN

Cobras estão a desaparecer em todo o mundo

Um estudo revela que as cobras estão em declínio em todo o mundo, noticia a BBC. Os investigadores observaram os registos de oito espécies de 17 populações de cobras, ao longo das últimas décadas.

As razões ainda não totalmente claras, mas os cientistas descrevem os resultados como «alarmantes», sendo necessário mais trabalho para descobrir as causas do desaparecimento dos répteis. Populações inteiras de cobras diminuíram abruptamente por volta de 1998.

O problema deste tipo de análise é a falta de dados e o trabalho de campo pode durar vários meses, necessitando de ser repetido todos os anos. As populações de cobras diminuíram inclusive em áreas protegidas, o que significa que a perda de habitat para os animais que vivem no meio selvagem não é a única causa.

Os investigadores questionam se o declínio das cobras se deve também às alterações climáticas, assim como o El Niño, que contribuiu para que o ano de 1998 fosse o mais quente dos últimos tempos.

Cobra

TVi24

Relâmpago matou noiva segundos antes da proposta de casamento

Um casal estava no topo de uma montanha na fronteira do Tennessee, a Max Patch Bald, quando, poucos segundos antes de Richard Butler pedir Bethany Lott em casamento, um relâmpago os atingiu, informa a «ABC News».

Bethany morreu instantaneamente e o namorado foi derrubado. «As minhas pernas transformaram-se em gelatina, os meus sapatos estavam a fumegar e parecia que tinha os pés em fogo», contou.

O casal desafiou chuvadas e tempestades para alcançar o topo da montanha, que Bethany desejava desde o primeiro encontro de ambos. Depois do relâmpago, Richard tentou reanimar a namorada, sem sucesso, e quando chegaram os socorristas já foi tarde demais.

Os relâmpagos são uma força terrível e imprevisível, que matam em média 58 norte-americanos por ano. Os cientistas não sabem porque é que algumas pessoas morrem e outras conseguem sobreviver.

TVi24

População cresceu em 2009 devido à imigração

A população residente em Portugal registou um ligeiro crescimento em 2009 devido à contribuição do saldo migratório positivo, já que o número de mortes foi superior aos nascimentos.

Em 2007, o número de mortes registadas em Portugal tinha sido superior aos nascimentos, o que aconteceu pela primeira vez em 90 anos, uma situação que se inverteu em 2008.

Os indicadores demográficos divulgados hoje, quarta-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), revelam que, no ano passado, houve um saldo negativo em 4.945, mais acentuado que a diferença de 1.020 de dois anos antes.

Assim, em 2009 o número de nados vivos de mães residentes em Portugal foi de 99.491, em queda face aos 104.594 contabilizados em 2008, enquanto as mortes subiram para 104.436 contra 104.280 no ano anterior.

Tendo em conta o crescimento migratório de 0,14 % (0,09% em 2008), a taxa de crescimento efectivo foi de 0,10% (0,09%), para uma taxa de crescimento natural de 0,05% negativo, depois da evolução praticamente nula de 2008.

Em 31 de Dezembro de 2009, a população residente em Portugal foi estimada pelo INE em 10.637.713 indivíduos, dos quais 5.489.510 mulheres e 5.148.203 homens.

O INE refere "uma desaceleração da taxa de crescimento migratório entre 2002 e 2008, num contexto de taxas de crescimento natural tendencialmente mais reduzidas, ou mesmo negativas, como se verificou em 2007 e, de novo, em 2009".

Da conjugação destes dois movimentos resultou "um abrandamento da taxa de crescimento efectivo da população entre 2002 e 2008, tendência que se alterou em 2009".

O Algarve é a região com maior taxa de crescimento efectivo da população. Ao contrário, o Centro e Alentejo perderam população.

A ocorrência de taxas de crescimento natural com valor negativo verifica-se igualmente em outros países da União Europeia, como Alemanha, Itália, Bulgária ou Hungria, segundo os dados do INE.

O índice sintético de fecundidade, que traduz o número médio de nados vivos por mulher em idade fecunda, voltou a cair, para 1,32 crianças por mulher, quando em 2008 era de 1,37 e em 2000 de 1,56.

JN

Novo vídeo mostra sismo no Haiti

Novas imagens de uma câmara de vigilância, instalada no Palácio Presidencial, mostram o terror dos funcionários quando as paredes começaram a desabar. Veja o vídeo.

As imagens mostram um funcionário a procurar forma de sair do palácio presidencial do Haiti, que ficou totalmente destruído no sismo de 12 de Janeiro.

Numa outra sequência, um funcionário parece ficar debaixo de um armário, derrubado quando a terra começa a tremer. A pouca qualidade da imagem e o pó que se levanta não permitem ver ao certo o que acontece ao homem.

O Palácio Presidencial, uma referência arquitectónica de Port-au-Prince, ficou destruído no sismo de 12 de Janeiro, que devastou a capital do Haiti. O último balanço oficial apontava para 217 mil mortos.

JN


Maradona foi ao «castigo» no treino da Argentina

O treino da selecção argentina, na terça-feira, ficou marcado por uma brincadeira que, de certeza, deixou marcas em Diego Armando Maradona.

O técnico argentino fez uma «peladinha» e a equipa que perdeu teve de ir ao «castigo». A equipa derrotada perfilou, juntamente com Maradona, numa das balizas enquanto os jogadores que venceram bombardeavam os companheiros com remates de fora de área.

Pela reacção dos jogadores que estavam na baliza, os remates foram certeiros. E dolorosos.

TVi24


sexta-feira, 11 de junho de 2010

Primeira pagina - 11 - 06 - 2010 - Mundial 2010

Mundial de Futebol - Africa do Sul / 2010




Primeira pagina - 11 - 06 - 2010

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Convento do Carmo, Angola



RTP

Portugal vence Moçambique

Portugal vence  Moçambique
Danny finta o guarda-redes e faz o primeiro golo

Com o Wanderers Stadium, em Joanesburgo, praticamente lotado, a equipa das quinas chegou ao intervalo empatada a zero e já depois de Eduardo ter visto uma bola bater no poste da sua baliza. Cristiano Ronaldo entrou na segunda parte e ajudou à vitória - Portugal já vencia, por 1-0 -, dando nova dinâmica ao ataque português.

A grande figura do jogo foi Hugo Almeida, que, depois de ter entrado, no início da segunda metade, para substituir Liedson, provou que é alternativa válida ao luso-brasileiro, ao marcar o segundo e o terceiro golos do desafio.

Na ponta final da partida, Portugal chegou mesmo a brindar a plateia com alguns passos de mágica. Inofensivos, é certo, mas que ajudaram a provar que está em campo a máxima do seleccionador: é para dar espectáculo. Por agora, ainda pouco...

A selecção regressa, agora, ao Valley Lodge de Magaliesburg. O próximo jogo é a sério, frente à Costa do Marfim, no dia 15, em Port Elizabeth.

JN


Robbie quer adoptar dois haitianos

Robbie quer adoptar dois haitianos

No ano em que celebra 20 anos de carreira, o músico anunciou também novo 'best of'.

Aos 20 anos de carreira, Robbie Williams, antigo membro da boy-band britânica Take That e protagonista de uma carreira a solo que conta já oito álbuns de originais (incluindo o remake em registo swing intitulado Swing When You're Winning) e quatro compilações.

A coincidir com as duas décadas de actividade, Robbie Williams manifestou a sua intenção de adoptar não uma, mas duas crianças do Haiti, embora tenha declarado que "talvez fosse melhor ter um ou dois filhos biológicos primeiro".

O cantor, que caracterizou o Haiti, recentemente desvastado por um terramoto, como "um sítio que provoca um enorme sentimento de culpa", está actualmente noivo da actriz e modelo norte--americana Ayda Field.

Em termos musicais, e mais relacionado com o seu 20º aniversário de carreira, o músico anunciou o lançamento do seu quinto best-of, intitulado In and Out of Consciousness, que incluirá também Shame, um novo tema inédito, em colaboração com Gary Barlow, outro antigo membro dos Take That.

Recorde-se que os Take That, que, apesar de não terem sido pioneiros, foram os principais responsáveis pelo fenómeno das boy-bands do início dos anos 90, se desintegraram em 1995, em grande parte devido a tensões entre os membros do grupo, desencadeadas por Robbie Williams, na altura dependente das drogas e do álcool.

Esta colaboração entre Williams e Gary Barlow então, é o primeiro dueto entre os dois artistas, e a primeira vez que gravam juntos desde o fim dos Take That, agora reencarnados, embora sem a presença de Robbie Williams.

Também não é que Williams precise exactamente de recuperar as suas velhas glórias, já que os seus mais recentes triunfos (pelo menos em termos comerciais) o tornaram o artista a solo mais vendido no Reino Unido. Reality Killed the Video Star, o seu mais recente disco, editado em finais de 2009, já vendeu mais de um milhão de exemplares, tendo Robbie Williams já ultrapassado, durante a sua carreira, a marca dos 57 milhões de discos vendidos.

In and Out of Consciousness será editado no dia 11 de Outubro.

DN

Amadora recebia droga da Holanda

Amadora recebia droga da Holanda

A PSP deteve cinco traficantes. Os bairros "problemáticos" são palco de tráfico internacional de droga.

Três homens e duas mulheres, entre os 37 e os 47 anos, foram detidos pelo crime de tráfico de estupefacientes numa operação levada a cabo pela Divisão Policial da Amadora, anunciou ontem o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP. A droga era proveniente da Holanda e destinava-se a ser distribuída em diversos bairros da Amadora.

Segundo o último relatório de Segurança Interna, cada vez mais estes chamados "bairros problemáticos" são utilizados como palco de redes internacionais de tráfico de droga e até de armas. Por isso, as autoridades dão especial atenção à criminalidade relacionada com estas zonas urbanas.

Um fonte policial admitiu ao DN que esta "rota", a partir da Holanda, tem sido "bastante referenciada" em investigações, sendo este país um dos pontos mais importantes de entrada na Europa.

Na investigação da PSP, que teve início há cerca de nove meses, as escutas às comunicações dos suspeitos foram determinantes para conseguirem apanhá-los em plena acção.

A operação decorreu entre as 10.00 de segunda-feira e as 03.00 de ontem. Em conferência de imprensa, a subcomissária Carla Duarte disse que a operação foi desencadeada pela "intercepção de uma viatura proveniente da Holanda suspeita de transportar produto estupefaciente" na Azinhaga das Lameiras, em Lisboa. A droga, 3047 gramas de heroína e 1795,11 gramas de produto indeterminado, estava escondida "por baixo do pneu suplente" do veículo. A heroína apreendida era suficiente para mais de 42 mil doses individuais. Na viatura, encontrava-se apenas um dos cinco detidos, um cidadão de nacionalidade portuguesa, responsável pela condução da mesma.

A PSP efectuou ainda 16 buscas domiciliárias no Bairro da Cova da Moura, na Damaia, na Reboleira, na Brandoa e em São Marcos, zonas a que se destinariam os estupefacientes traficados. Das buscas, resultou a detenção do chefe do grupo, um homem de 44 anos de nacionalidade cabo-verdiana e em situação legal, e de três outras pessoas de nacionalidade portuguesa. Dos detidos, apenas o cabecilha já "possuía antecedentes criminais pelo mesmo ilícito, tendo já cumprido pena de prisão".

Durante as buscas foram ainda apreendidos 5915 euros em notas do Banco Central Europeu, 48,80 gramas de produto estupefaciente suspeito de ser cocaína, 11 munições de 9 mm, um gás-pimenta, 50 peças de ouro, que serão o produto de "actos ilícitos", 17 telemóveis e uma balança de precisão.

Esta operação foi o culminar de "uma investigação que durava há cerca de nove meses, levada a cabo pela Esquadra de Investigação Criminal da Amadora com a colaboração do Departamento de Investigação Criminal da PSP". Na sua origem esteve a "recolha de informação" por parte dos "elementos policiais" que, posteriormente, elaboraram um relatório e foram acrescentando informação. De destacar que o "chefe do grupo já era bastante conhecido", estando, por isso, a ser investigado "há bastante tempo".

Hoje vai ser presente, tal como os restantes detidos, ao Tribunal de Instrução Criminal da Amadora, para primeiro interrogatório.

DN

Há petróleo no Algarve?

A costa algarvia pode ser mais rica do que aquilo que se possa imaginar. Estudos indicam que ao largo do Algarve pode estar escondida uma importante reserva de gás natural, capaz de ser explorada por um período de 15 anos.

Veja aqui o vídeo link externo

Note-se que, já nas décadas de 60 e 70, a costa algarvia tinha sido alvo de explorações, mas na altura foi dada como inexistente a presença de hidrocarbonetos.

TVi24

Mulher fartou-se de ligar para o 112 a pedir... marido

Há quem recorra a linhas de amizade ou chats na Internet para arranjar companhia. Audrey Scott foi mais original e ligou para o 112 à procura de um marido, avança a Globo.

A mulher do estado de Ohio ligou não uma nem duas, mas cinco vezes para o número de emergência, bradando «Arranjem-me um marido!».

Tanta insistência levou a operadora a dar um aviso à desesperada mulher, questionando se esta sabia que podia ir presa por ligar sem motivo para o 112.

«Absolutamente», foi a resposta de Audrey, que acabou mesmo por ser presa durante três dias, não se arrependendo das suas atitudes, apesar de ter continuado solteira.

TVi24

Familiares e amigos consternados com a morte de Carina Ferreira


Para Manuel Catarino Ferreira, a notícia da morte da sua "querida" neta, foi como "um murro no estômago".
Foi através dos noticiários que o familiar, que sempre defendeu a tese de que Carina Ferreira tinha sido sequestrada, soube o que lhe tinha acontecido e porque razão nunca chegou ao Clube de Caça e Pesca do Alto Douro, no Peso da Régua, no passado dia 1 de Maio.
"Sempre pensei que fosse encontrada com vida. Não assim", confessou aos jornalistas, mostrando-se profundamente chocado com o sucedido.
Durante o dia de ontem, os pais da jovem receberam a visita de muitos familiares e amigos no apartamento onde residem.
Contactada pelos jornalistas, a mãe - Isabel Ferreira - mostrou-se indisponível para falar pessoalmente com a comunicação social, mas, por telefone, sempre foi avançando que, aconselhada pela Polícia Judiciária, escolheu não ir ao local onde as autoridades tinham encontrado a sua filha, sem vida, ainda com o cinto de segurança colocado, no lugar do condutor do seu Peugeot 106 vermelho, no fundo de uma ravina com cerca de 30 metros, junto ao quilómetro 99 da A24.
Manuel Pereira, do Clube de Caça e Pesca do Alto Douro, admitiu que a possibilidade de Carina Ferreira se ter despistado com o seu carro, quando seguia pela A24 em direcção àquela instituição, onde iria participar numa festa, foi posta de parte pela família e os amigos poucos dias depois de ela ter desaparecido.
"Foram tantas as pessoas que fizeram o mesmo trajecto, na tentativa de encontrar sinais de um acidente, e que nada viram, que a partir de uma certa altura todos pensaram que a hipótese mais provável era o sequestro", revelou. Acrescentou ainda que, "apesar de tudo, é um grande alívio, porque finalmente se sabe o que aconteceu".

Carro sobrevoou
rede de protecção
Quanto ao acidente, Manuel Pereira mostrou-se incrédulo, como é que a jovem, que trabalhava no Clube - onde a bandeira foi colocada a meia haste - conseguiu despistar-se a uma velocidade tão elevada que lhe permitiu subir uma encosta com cerca de cinco metros de altura, sobrevoar a rede de protecção - deixando-a intacta - para depois cair numa ravina com 30 metros e cair numa zona de silvado denso que cobriu o carro ao ponto de a PJ ter necessitado de cinco semanas para encontrar a viatura e o corpo de Carina.
"Mas a verdade é que também é pouco provável que se esteja perante um crime", admitiu, criticando a demora das autoridades em pesquisar com mais pormenor a zona em causa.
O nosso Jornal apurou que a jovem tinha a carta de condução há poucos meses e que andava depressa quando era necessário. Na noite em que desapareceu, Carina estava atrasada. Tinha saído do Clube por volta das 20h00, depois de ajudar a arbitrar um jogo de voleibol e de dar uma mão à cozinheira do Clube nos preparativos na festa na qual queria participar mais tarde. "Ela saiu daqui e disse que ia a casa mudar de roupa, para depois regressar para a festa", confirmou Manuel Pereira.
Fonte da Operscut, empresa concessionária da A24, também teve dificuldades em explicar o despiste.
"Este é o segundo acidente do género a ocorrer neste local em seis anos de funcionamento.
O primeiro foi de um emigrante que perdeu o controlo do carro, subiu um pouco a encosta e voou alguns metros, mas que arrastou a rede toda e se imobilizou ao lado da auto-estrada. O segundo foi o da jovem que encontraram ontem", contou.
"Seria necessário circular a uma velocidade muito elevada para conseguir subir a encosta toda ao ponto de nem tocar na rede de protecção", acrescentou.
De acordo com a mesma fonte, um funcionário da Operscut terá reparado, no dia seguinte ao desaparecimento de Carina, em terra revolvida na encosta, mas como a rede estava intacta acreditou ter-se tratado de um dos muitos despistes que ocorrem naquele troço, bastante sinuoso e com alguma inclinação, em que o condutor conseguiu voltar à estrada e prosseguir a viagem.

Peritagens e exames
À hora de fecho da nossa edição ainda não eram conhecidos os resultados da autópsia realizada, durante o dia de ontem, ao corpo de Carina Ferreira no Gabinete Médico-Legal de Vila Real.
Apesar de anteontem a PJ ter avançado, em comunicado, que tudo aponta para que a jovem tenha morrido na sequência de um acidente de viação, a inspectora Helena Monteiro lembrou que as outras hipóteses, como por exemplo, a existência de um crime ainda não foram colocadas de parte, dependendo tudo não só do resultado da autópsia, mas também das peritagens feitas à viatura, que foi transportada para as instalações da Polícia Judiciária no Porto.

DV

O Viseu Cidade Viriato da as condolencias a familia de Carina Ferreira.

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Primeira pagina - 10 - 06 - 2010

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Igreja de S. Francisco de Assis, Brasil



RTP

Carina encontrada sem vida dentro do seu carro junto à A24


Após várias semanas de investigações, as autoridades anunciaram ontem ter encontrado o corpo de Carina Ferreira, que estaria ainda dentro do carro, com o cinto de segurança colocado. Segundo foi possível apurar, a viatura foi descoberta pela Polícia Judiciária no fundo de uma ribanceira com cerca de 30 metros, tendo sido necessário recorrer a equipamento de rappel para chegar até ao veículo.
Em comunicado emitido ao início da noite, a PJ refere que "tudo indica tratar-se de um infeliz desfecho derivado de um acidente de viação, mas apenas os resultados da autópsia, a realizar pelo Instituto de Medicina Legal, poderão confirmar, ou não, tal ocorrência, mantendo-
-se em aberto outras possibilidades da causa da morte".
À hora de fecho da nossa edição, as autoridades estavam a tentar retirar o automóvel. A operação estava a ser coordenada pela PJ, que desde há duas semanas tinha uma equipa a trabalhar em exclusivo no caso.
A zona onde o carro e o corpo de Carina foram encontrados é a mesma onde a PJ já tinha solicitado buscas aos Bombeiros de Lamego, nomeadamente, à Equipa de Mergulhadores, já que ali existe uma barragem de aproveitamento hidroeléctrico. Na altura, as autoridades tinham apontado os seus esforços para aquela zona, por ser aquela onde se encontra a antena de telecomunicações activada pela última vez pelos telemóveis que a jovem usava habitualmente.
O troço da auto-estrada A24, entre Lamego e Peso da Régua, era o trajecto que a jovem fazia quase diariamente por trabalhar no Clube de Caça e Pesca do Alto Douro, destino que também tinha no dia 1 de Maio, quando saiu de casa por volta das 22h00, mas onde nunca chegou.


DV

Elefante passeou nas ruas de Zurique

Um elefante passeou pelas ruas de Zurique, na Suíça. A polícia parou o trânsito, perseguiu o animal durante uma hora, mas o paquiderme apenas queria tomar um banho. Veja o vídeo

Um elefante fugiu do circo quando estava a ser carregado para um camião e passeou-se, durante mais de uma hora, "calma e tranquilamente", reconheceu a polícia suíça, pelas ruas de Zurique.

O paquiderme, de três toneladas, não se mostrou incomodado com o aparato policial instalado na cidade de Zurique. A polícia cortou o trânsito, manteve os peões afastados dos caminhos do elefante, mas Sabu seguiu tranquilamente num refrescante passeio de domingo à tarde.

O elefante, de 26 anos, andou por avenidas do centro comercial e ainda teve tempo de dar um mergulho no principal lago da cidade, antes de ser capturado, quando estava já perto de uma entrada da auto-estrada.

"Sabu queria tomar um banho no lago de Zurique. Estamos aliviados que nada aconteceu. Ele não causou nenhum prejuízo", disse Nik Leuenberger, porta-voz do circo Knie, proprietário do animal.

A polícia encarou o assunto com menos ligeireza, embora tenha admitido que "o elefanta caminhou calma e tranquilamente pela cidade" de Zurique. "Não correu, não perseguiu ninguém, causou pouco prejuízo e ninguém se magoou", admitiu um porta-voz policial.

"Mas, não deixou de ser uma visão assustadora para muitas pessoas, que, claramente, não estão habituadas a ver um animal de tão grande porte à solta pelas ruas da cidade", acrescentou o porta-voz.

JN

Multa de oito mil euros por mostrar o pénis

Nos EUA, mostrar o pénis pode custar uma multa de mais de oito mil euros. Que o diga Downing Deese, o homem de 26 anos que foi preso e condenado por se expor demasiado, refere o G1.

Segundo a polícia de Mount Pleasant, na Carolina do Sul, Downing Deese estava num barco e, quando passou em frente a um local onde decorria um casamento, tirou as calças e mostrou os seus genitais.

«Os noivos estavam na troca de votos e nós tivemos a experiência repugnante de ver aquele indivíduo a tentar destruir o casamento», contou o pai da noiva.

O homem foi preso e explicou que lhe apeteceu baixar as calças só por ter avistado um casamento. Saiu-lhe caro, pois teve de pagar uma multa de mais de oito mil euros.

TVi24

Padre belga violou uma dezena de mulheres em coma

Um sacerdote belga, já falecido, abusou sexualmente de várias mulheres em estado de coma nos anos 60 e 80. Segundo os meios de comunicação da Bélgica, as pacientes estavam na sala de cuidados intensivos num hospital da Flandres, no norte do país.

A direcção do hospital “sabia dos factos, mas nada fizeram para os impedir”, disse Norbert Bethune, padre entretanto reformado, que denunciou o caso, à rádio VRT.

As violações, com penetração, registaram-se na sala de cuidados intensivos do hospital regional da localidade flamenga de Tielt, informa a rádio.

O sacerdote trabalhava nesta unidade para dar “apoio psicológico” às famílias dos pacientes e, em algumas ocasiões, dava a extrema unção a doentes em fase terminal, acrescenta, por sua vez, o jornal flamengo “Het Laastste Nieues”, citado pelo "El Mundo".

Norbert Bethune assegura que “em breve” irá denunciar novos “escândalos sexuais cometidos por membros da Igreja Católica Belga entre os anos 60 e 80”.

As acusações contra o sacerdote de Tielt estão baseadas “em depoimentos de testemunhas oculares que terão inclusivé presenciado, escondidos, as acções de abuso sexual por parte deste”, disse Bethune, que não revelou o nome do sacerdote e presumível violador, já falecido, por “respeito aos seus familiares”.

“Tenho em meu poder uma carta do padre na qual confessa todos os actos e mostra o seu arrependimento e tristeza profunda pelo sucedido, explica Bethune.

Segundo a rádio VRT, a carta terá sido entregue antes da morte do sacerdote (após uma longa doença) , no final de 2009, com a confissão de que “queria morrer em paz, com a sua consciência tranquila”, acrescenta Norbert Bethune.

JN

Mais jovem toureiro do mundo já sabe o que é levar uma cornada (vídeo)

Michelito tem doze anos, mas já é considerado o mais jovem toureiro a actuar na grande praça de touros da Cidade do México. Na sua estreia, este domingo, nem tudo correu bem, pois acabou por sair ferido da arena.

Michel «Michelito» Lagravere também é «matador» e cumpriu isso mesmo, matando o primeiro touro com sucesso. Um bicho de 405 quilos. O problema foi o segundo, ainda que mais leve (385 quilos), e por isso mesmo mais ágil. O jovem toureiro não conseguiu ser rápido e acabou por cair na areia, sendo atingido pelos cornos do animal.

Michelito foi levado para o hospital, onde fez exames raio-x, mas não se confirmou nenhuma fractura. O rapaz, que tinha apenas algumas mazelas, assegurou à «Associated Press» que correu tudo bem e que saiu da arena «com um bom sabor na boca».

TVi24



Pelos trilhos da Mata do Fontelo jovens descobriram a natureza


Sara Antunes, Lísia Lopes e Ruth Pereira, co-autoras do livro 'Trilho à Descoberta do Fontelo', deram ontem a conhecer a Mata do Fontelo a dezenas de crianças do ATL da Fundação Mariana Seixas.
Organizada pela autarquia viseense, a iniciativa teve como objectivo comemorar o Dia Mundial do Ambiente, assinalado no passado dia 5, e permitiu aos mais jovens descobrir aquele que é o principal "pulmão da cidade".
Poucos metros depois de terem passado o portão principal, as crianças ficaram a saber que o plátano possui clorofila não só nas folhas, mas também no tronco, pelo que esta espécie é muito importante nas cidades, principalmente naquelas onde o ar está mais poluído. Além disso, faz com que o tronco se apresente em vários tons de verde, lembrando as fardas do Exército. A brincar, foram aprendendo as diferenças entre os pinheiros bravos e os mansos - apenas as pinhas dos últimos têm os pinhões comestíveis - e identificaram um sobreiro no meio de muitas outras espécies existentes na Mata, criada há cerca de 900 anos.
Na Avenida das Tílias, as crianças ficaram a saber que muitas pessoas usam as folhas e os frutos secos daquela árvore - que existe não só no Fontelo, mas por toda a cidade - para fazerem uma infusão, vulgarmente, um chá, que tem efeitos calmantes. Enquanto que na Capela de S. Jerónimo, ao fundo da avenida, descobriram que alguém se enganou quando fez a inscrição da data de construção daquele templo religioso (MVLXIII em vez de MDLXIII).
Já no final da visita, as crianças do ATL aprenderam a identificar os dois sexos do azevinho, ficando a saber que se trata de uma espécie em perigo de extinção, que deve ser protegida e conservada, sendo proibido cortar ramos e folhagens.
O passeio pelo Fontelo acabou frente a um painel de azulejos, infelizmente em muito mau estado de conservação, que representa o 'S. Pedro', a obra mais conhecida do pintor viseense Grão Vasco.

DV

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Primeira pagina - 09 - 06 - 2010

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Fortalezas de Jalali e Marini, Omã



RTP

Bebé queimado com água a ferver

Uma criança de oito meses de Castro Daire sofreu no domingo queimaduras de segundo grau num acidente doméstico, disse à agência Lusa fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro de Viseu.

Segundo a fonte, o bebé terá sofrido queimaduras provocadas por água a ferver, cerca do meio-dia, tendo sido levado pelos pais aos bombeiros que, por sua vez, o transportaram ao centro de saúde local.

Dada a gravidade dos ferimentos, a criança foi transportada posteriormente para uma unidade hospitalar da cidade do Porto por um helicóptero do INEM.

TVi24

Teresa Pires e Helena Paixão são já o primeiro casal homossexual em Portugal

Teresa Pires e Helena  Paixão são já o primeiro casal homossexual em Portugal
Helena e Teresa casaram, hoje, em Lisboa

Helena Paixão e Teresa Pires casaram na segunda-feira, numa conservatória de Lisboa e tornaram-se nas primeiras pessoas do mesmo sexo a casarem em Portugal.

Quando se poderia dizer que era uma segunda-feira iguais a tantas outras: à excepção de meia dúzia de familiares e amigos, activistas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgéneros) e uma batalhão de jornalistas, o casamento de Teresa Pires e Helena Paixão parece não ter provocado curiosidade em mais ninguém.

Se os primeiros casamentos entre pessoas do mesmo sexo em Espanha, em 2005, levantaram interesse junto da população e os protestos de movimentos contra, hoje, na Conservatória do Registo Civil, na avenida Fontes Pereira de Melo, em Lisboa, apenas a pressão mediática do evento dava a entender que se tratava de um dia diferente naquele espaço.

Tanto Teresa como Helena optaram por um estilo informal, tendo surgido ambas perante a conservadora de t-shirt. No final de cerimónia, a primeira adquiriu o apelido Paixão e a segunda Pires.

Dentro da sala, havia mais jornalistas e câmaras junto à conservadora do que no resto da sala, destinada aos convidados. Na primeira fila, além das filhas de ambas, de 16 e 10 anos, fruto de relações heterossexuais anteriores, encontravam-se as quatro testemunhas do casamento, entre elas Luís Grave Rodrigues, o advogado do casal, que se tornou conhecido em 2006, quando interpôs uma acção para que Teresa e Helena pudessem casar.

Nos lugares seguintes pontuavam os activistas LGBT, como António Serzedelo, da Opusgay, ou Sérgio Vitorino, do colectivo Panteras Rosa, e um único deputado da Assembleia da República, José Soeiro, do Bloco de Esquerda.

Alguém vestido de modo mais formal? Sim, mas só mesmo a conservadora e a notária que a apoiava no despacho.

Após o beijo, que finalizou a cerimónia, coube a José Carlos Tavares, um dos precursores do movimento LGBT português, desfraldar a bandeira do arco-íris (símbolo daquela comunidade), em plena sala da mesma conservatória que recusou casar Teresa e Helena há quatro anos.

As duas foram declaradas pela conservadora "unidas pelo casamento", pelas 9.45 horas, numa sala onde estavam cerca de trinta pessoas que aplaudiram o casal e a declaração.

Teresa Pires e Helena Paixão vivem juntas há oito anos com as duas filhas de uniões anteriores heterossexuais. Em Fevereiro de 2006, deram entrada com um processo de casamento na 7.ª conservatória de Lisboa, mas viram o processo recusado, primeiro pelo conservador e depois pelos tribunais.

Hoje, segunda-feira, tornaram-se o primeiro casal homossexual a casar em Portugal, depois de o Parlamento ter alterado as leis que antes só permitiam esta união entre pessoas de sexo diferente.

JN

Menino de quatro anos sobrevive a queda do 17º andar

Um menino de quatro anos sobreviveu a uma queda de mais de 24 metros, do 17º andar de um quarto de hotel, na Florida.

O menino estava a brincar com um balão e perseguiu-o pela varanda do quarto, informa o «Telegraph».

O rapaz ter-se-á pendurado em folhas de palmeiras e, milagrosamente, aterrou em terra batida, entre dois tubos perto da piscina do hotel. Um elemento da equipa de resgate afirmou que era «espantoso» ele ter sobrevivido.

Os médicos disseram que o rapaz não partiu nenhum osso nem teve nenhuma hemorragia interna.

TVi24

Basquetebol: Dérbi termina mal na Grécia

Conhecidos pela sua rivalidade extrema no futebol, os adeptos do Olympiakos e Panathinaikos voltaram a mostrar que quando há um jogo entre as duas equipas as coisas podem realmente correr mal, e não é só no futebol. Na 4.ª partida da final do playoff da liga grega de basquetebol, adeptos do Olympiakos lançaram petardos e cadeiras para dentro do recinto. Em consequência, a partida foi dada como terminada a 1.20 minutos do minuto 40. Veja as imagens!

O Record

Jovem preso por colar olhos de amigo

Um jovem americano foi preso por ter colado os olhos de um amigo, numa brincadeira que correu mal, noticia a estação de televisão WIVB.

Michael Johnson, de 19 anos, queria apenas pregar uma partida ao amigo. Para se divertir, pôs cola nas bochechas do adolescente, de 17 anos, enquanto este dormia. No entanto, a cola verteu para os olhos e ouvidos do jovem, que quando acordou não conseguia abrir os olhos nem ouvir.

A brincadeira acabou mal e o adolescente, de 17 anos, teve de socorrido por uma equipa médica.

TVi24

Empresa cria um fato de banho que bronzeia

Uma empresa inglesa criou um fato de banho único. A peça de roupa permite a passagem de 80 por cento dos raios solares possibilitando um bronzeado integral.

O fato de banho fabricado com tecnologia Transol é já um sucesso. Só o ano passado a Kiniki vendeu mais de 30 mil unidades.

O inequívoco sucesso fez com que a empresa espanhola fizesse um acordo com a proprietária da patente dos novos fatos de banho, que vão passar a ser comercializados em Espanha, mas apenas através do site de Internet nomasculoblanco link externo.

TVi24

O mistério que esconde Carina

O  mistério que esconde Carina

Desapareceu há 36 dias e não há ainda pistas credíveis sobre o que aconteceu à jovem de 21 anos.

Acidente, rapto, sequestro, crime passional, roubo ou até, simplesmente, uma mudança voluntária de residência e de estilo de vida. Qualquer uma destas hipóteses é mantida pela PJ para explicar o misterioso desaparecimento de Carina Ferreira, a jovem de Lamego que é procurada há 36 dias. A PJ, que investiga o caso, mantém todos os cenários em aberto, mas assume que "a alteração súbita das rotinas e o facto de não ter mexido na conta bancária indiciam estar- -se perante um crime" e tem nove inspectores no terreno que procuram reconstituir a vida de Carina na busca de pistas que possam justificar o desaparecimento.

No dia do desaparecimento, a 1 de Maio, Carina, que "não trabalhava de noite", salienta a PJ, prometera ajudar a amiga Andreia Santos, no Clube de Caça e Pesca do Alto Douro, na Régua, onde havia uma festa. Há quase um ano que ali trabalhava e nunca se tinha atrasado. Naquela noite saiu de casa de carro, um Peugeot 106 comercial que continua desaparecido. Na Régua, a irmã e a amiga, que a esperavam, estranharam a demora e tentaram contactá-la para os telemóveis, mas Carina já não atendeu. A família apresentou queixa na PSP de Lamego.

No domingo de manhã, o segundo dia do desaparecimento, alguns familiares percorreram o trajecto habitualmente usado pela jovem, através da A24, mas não encontraram qualquer vestígio de acidente. A PSP assumiu que podia tratar-se de fuga e, com a paralisia das autoridades, amigos e familiares assumiram o desaparecimento e encetaram os primeiros contactos. Andreia Santos criou uma página no Facebook e divulgou-a junto de amigos. Ao terceiro dia, a página, "a tua força é a nossa esperança", registava mais de 20 mil aderentes e o caso era divulgado sobretudo entre os amigos.

Pedro Póvoas, que hoje se afastou da página, lembrou que faltavam detalhes que "apontassem para o desaparecimento". O nome foi alterado e passou a "Carina está desaparecida". Com a entrada da PJ na investigação, o de-saparecimento ganha outra amplitude. Carina não levou roupa nem dinheiro. Saiu de casa com a carteira e os documentos e não mexeu na conta bancária. A PJ diz que a situação "é complexa" e investiga o caso como se de um "crime violento" se tratasse.

"Uma possibilidade, não uma certeza." As poucas pistas disponíveis e o facto de a conta bancária da jovem não registar movimentos levaram a PJ a trabalhar com esse cenário, "mas sem nunca excluir a hipótese que possa aparecer viva e de saúde", adiantou fonte da PJ, que constituiu uma equipa multidisciplinar que é chefiada por uma coordenadora. Apesar disso, esta fonte assumiu que se trata de "um caso complexo, com poucas pistas e onde temos de prever o pior". O rapto ou o sequestro são justificados com o facto de os telemóveis terem ficado sem sinal e o carro estar desaparecido. Porém, a PJ fez buscas nos rios, visionou as imagens das câmaras da A24, e, com a conta bancária sem alterações, assumiu a tese do crime passional.

E depois de ter ouvido um militar, com quem a jovem manteria um relacionamento, alargou os inquéritos aos rangers que têm quartel em Lamego. Os pais de Carina mantêm-se em silêncio a conselho das autoridades e os amigos reduziram os comentários. Andreia Santos resume o caso: "Desespero, mas vamos deixar a PJ trabalhar e acreditar que mais tarde ou mais cedo teremos notícias."

DN

terça-feira, 8 de junho de 2010

Primeira pagina - 08 - 06 - 2010 - Alerta

Primeira pagina - 08 - 06 - 2010

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Qalat, Bahrain



RTP

É possível um chocolate adiar envelhecimento e acabar com rugas?

A  presidente do Cacau Clube de Portugal diz que os cinco quadradinhos de  chocolate que come por dia, associados a uma alimentação equilibrada,  lhe permitem ter uma pele saudável. "Ninguém diz que tenho 54 anos.  Dão-me 10 a 15 anos a menos", garante Odete.

Uma empresa suíça diz ter um chocolate que, consumido diariamente, ajuda a acabar com as rugas, graças às propriedades antioxidantes do cacau. Os médicos mostram-se cépticos e dizem que esta promessa pode levar a um consumo excessivo e prejudicial para a saúde saúde.

A Barry Callebaut, um dos maiores produtores de chocolates do mundo, acabou de lançar o Acticoa, um chocolate que, garante a empresa suíça, ajuda a acabar com as rugas e retarda o envelhecimento da pele com o consumo de apenas 20 gramas por dia. Os médicos portugueses mostram-se cépticos e até preocupados com a propaganda, que dizem ser enganadora: não há prova científica e esta promessa pode levar a algumas atitudes negativas na alimentação.

"O chocolate não tem qualquer influência na pele", sublinha o dermatologista Carlos Resende. "Não recomendo o consumo de chocolate, muito menos para evitar o envelhecimento da pele", indica ainda a nutricionista Florbela Mendes. "O cacau tem alguns benefícios, mas tirar as rugas é um exagero", concorda o dermatologista António Picoto.

A chave do sucesso da fórmula anti-idade do novo chocolate, diz a Barry Callebaut, é o alto teor de cacau e a preservação dos seus antioxidantes naturais, os flavonóides, geralmente destruídos durante o processo de fabricação dos chocolates. "Os grãos do cacau contêm mais de 200 substâncias que são importantes para a saúde, como o flavonol, que tem poderes de preservação e efeitos positivos para o corpo e para a mente", sublinhou ao DN Raphael Wermuth, porta-voz da Barry Callebaut, que enumera um conjunto de estudos para comprovar os efeitos positivos do Acticoa.

Uma das investigações é da Universidade de Medicina de Londres, publicada em Setembro de 2009: durante seis semanas, 30 pessoas saudáveis, com uma média de 50 anos, consumiram diariamente uma tablete de Acticoa. "O resultado foi uma hidratação e elasticidade da pele na ordem dos 21%", garante.

Segundo o porta-voz, o consumo diário do novo chocolate protege a pele dos radicais livres e ajuda a amenizar os danos causados à pele pelo tabaco, poluição, cafeína e poucas horas de sono - factores que aceleram o envelhecimento da pele.

A nutricionista Florbela Mendes reconhece alguns benefícios ao chocolate, mas garante que "não faz milagres" e que esta propaganda "pode levar a um consumo exagerado e prejudicial".

"Há outros alimentos mais saudáveis onde se pode ir buscar alguns antioxidantes, como aos frutos vermelhos", aconselha (ver texto ao lado). "Não recomendo o consumo de chocolate nestas circunstâncias, sobretudo do chocolate branco ou o de leite, que contêm muita gordura e açúcares", alerta ainda a nutricionista.

"Para que uma tablete de chocolate possa ter alguns benefícios, é preciso que a percentagem de cacau seja elevada", sublinha o nutricionista clínico Rodrigo Abreu. Segundo o especialista, o melhor chocolate é o amargo, que contém no mínimo 70% de pasta de cacau. "Só este tem os efeitos benéficos dos antioxidantes", assegura.

No entanto, segundo o especialista, "o facto de um alimento, tanto chocolate como sumo de fruta ou vinho, fornecer determinado nutriente não significa linearmente a obtenção dos benefícios proporcionados por esse nutriente. A saúde e bem-estar fazem-se no todo e não apenas por partes".

A presidente do Cacau Clube de Portugal, Odete Estêvão, assina por baixo. "O chocolate faz bem à saúde e à pele, desde que inserido numa alimentação equilibrada, como eu faço", garante a presidente, que come uma barrinha de chocolate todos os dias, assegurando parecer mais nova por causa disso.

"Mas só como chocolates de qualidade. Aliás, esse é o objectivo do clube, promover o cacau e o chocolate, mas apenas produtos bons", explica.

As clínicas de estética também publicitam as máscaras de chocolate como muito benéficas para a pele: "O cacau ajuda a clarear, dando mais luminosidade, diminui os poros dilatados e melhora o tónus da pele", assegura Daniela Pires, das Clínicas Praestigium.

Os dermatologistas, por outro lado, não se mostram nada convencidos. Alexandra Osório, da clínica DermAge, assegura que não é pelo chocolate que se evitam as rugas e Carlos Resende é ainda mais crítico: "Se são imputados alguns benefícios ao chocolate, não é para pele. Não há nada na sua composição que faça isso."

"A maior protecção que podemos dar à pele é ter cuidado e afastá-la da exposição solar", conclui o dermatologista António Picoto.

DN

Som da vuvuzela faz mal aos ouvidos

Som da vuvuzela faz mal aos ouvidos

Corneta sul-africana, que é já uma das vedetas do Campeonato do Mundo, prejudica os tímpanos.

A vuvuzela é já a grande vedeta do Mundial de futebol, mesmo antes do arranque do Campeonato do Mundo, que só começa no dia 11. A par da bola Jabulani, a corneta é um símbolo do África do Sul 2010.

Da mesma forma que a bola tem sido alvo de críticas - especialmente por parte dos joga- dores -, também a vuvuzela não escapa à polémica.

O ruído estridente da corneta pode ser prejudicial à saúde dos espectadores, não só dos que vão assistir aos jogos nos estádios durante o Mundial como também dos que os seguem através da televisão em todo o globo.

Estudos mostram que num estádio com 30 mil pessoas a soprar na vuvuzela, os picos de ruído atingem os 140 decibéis, sendo que a média em duas horas chegou aos 100. Os médicos desaconselham uma exposição a acima dos 137 decibéis, dado que é esse o registo sonoro que o ouvido humano suporta.

Durante os encontros do Mundial é que irá concluir-se se esses decibéis emitidos pela corneta além de prejudicarem os espectadores também serão prejudiciais para os jogadores.

Muitos comparam o ruído da vuvuzela ao de uma sirene ou a uma manada de elefantes.

O instrumento foi criado por um adepto dos Kaizer Chiefs, um clube de Joanesburgo, uma das cidades onde se realizam jogos do Campeonato do Mundo, e é considerado o 12.º jogador sul-africano.

O modelo original, a vuvuzela propriamente dita, tem um metro de comprimento. Foram depois fabricados mais duas versões do instrumento: uma mais pequena e mais estridente, chamada momozela, e outra designada vuthela, que fica a meio caminho entre as anteriores.

Os três modelos fazem mal aos tímpanos e podem provocar lesões no aparelho auditivo. Por isso, o mais indicado é evitar a exposição ao seu som. Por exemplo, em casa baixar o volume da televisão e nos estádios usar protectores nos ouvidos.

A vuvuzela é a mais recente inovação dos adeptos do futebol: em 1930 a moda era lançar os chapéus quando se marcava um golo; em 1950 os fãs do Brasil acenaram com lenços brancos antes da derrota com o Uruguai; em 1986 foi criada a famosa ola (onda em castelhano) durante o Mundial do México, em que os espectadores imitavam as ondas do mar.

DN

NASA descobre indícios de vida extra-terrestre em lua de Saturno

Os cientistas da NASA descobriram indícios de que existe vida em Titã, a maior lua de Saturno.

De acordo com as investigações da agência espacial poderá haver extra-terrestres primitivos a viver no corpo celeste próximo de Saturno, avança o «Telegraph».

Através de dados recolhidos pela sonda Cassini, os cientistas concluíram que a superfície lunar de Titã possui uma atmosfera densa. O corpo celestial é mesmo a única lua com uma atmosfera deste tipo e com uma riqueza capaz de permitir vida.

Os investigadores garantem ainda ter descoberto formas de vida que têm respirado naquela atmosfera, alimentando-se do combustível da superfície lunar.

TVi24

Asteróide colide com Júpiter - Veja as imagens

Um astrónomo amador australiano observou, na sexta-feira, a colisão de um asteróide com o planeta Júpiter.

Anthony Wesley, um programador com boa reputação entre os astrónomos profissionais, captou o momento com uma câmara de filmar e divulgou-o online, revela o «Telegraph».

De acordo com Wesley «a bola de fogo durou dois segundos e era muito brilhante».

A observação foi confirmada mais tarde por um astrónomo filipino, que fotografou e filme o impacto espacial.

TVi24


Jovens que nasceram no mesmo dia e hospital vão casar

Dois jovens que nasceram no mesmo hospital no mesmo dia apaixonaram-se e vão casar este mês de Junho no estado americano da Pensilvânia.

Os noivos nasceram no Hospital de St. Luke, a 17 de Abril de 1986, e ao que parece chegaram a partilhar o mesmo quarto na maternidade, revela o jornal «Express-Times».

Juntos logo à nascença, Amy Singley e Steven Smith vão agora dar o nó no dia de 12 de Junho.

TVi24

Animais feios recebem menos atenção dos cientistas

Manatim

Um estudo da Universidade de Pretória descobriu que os animais mais próximos do homem, como o chimpanzé, e mais bonitos, como o leopardo, são mais estudados e alvo de conservação do que os feios, como o peixe-bolha e o glutão. Uma atitude que, admitem os peritos, pode estar a desequilibrar os 'habitats' .

Os animais também sofrem com complexos de estética. Não propriamente por as espécies se acharem mais bonitas ou feias, mas sim pela visão que os cientistas têm delas. Um estudo da Universidade de Pretória chegou à conclusão de que os animais mais bonitos ou com relações mais próximas com o homem receberam muito mais atenção dos cientistas do que aqueles que têm um ar mais feio ou desagradável. Esta negligência pode causar a extinção dos animais menos interessantes.

Traduzindo em números, as chimpanzés foram, desde 1994, dedicados 1855 estudos; já o manatim foi estudado apenas 14 vezes.
"Os problemas ambientais atingem tanto os animais 'giros' como os 'feios'. A diferença vem quando os grupos de conservação da natureza precisam de pedir dinheiro às pessoas para salvar as espécies", explicou ao DN o norte-americano Nathan Yaussy, mentor do blog Endangered Ugly Things (http://endangered-ugly. blogspot.com/).

Se virmos os dados acerca dos estudos feitos em espécies de animais, vemos que o top 3 é liderado por animais bonitos (suricata e leopardo) ou próximos do Homem (chimpanzé). "Existe um grande preconceito entre os investigadores, que preferem os animais giros e mais interessantes", diz o estudo. O suricata, por exemplo, foi mencionado em mais de cem publicações desde 1994, enquanto espécies como o manatim só recebem 14 estudos e outras são mesmo ignoradas, com o glutão ou o peixe-bolha. "Os cientistas são pessoas como as outras", refere a investigação.

O resultado desta negligência pode ser o desequilíbrio de todo um habitat. É por isso que já se começa a inventar estratégias para contornar esta tendência, como fez a Liga de Protecção da Natureza (LPN) ao convidar as pessoas a proteger esses habitats. "As pessoas associam-se mais ao animal do que ao habitat, excepto quando se fala em recifes de coral ou na Amazónia", explica Alexandra Cunha, presidente da LPN.

Por isso, para proteger animais menos carismáticos, foi preciso alargar o âmbito da iniciativa e escolher uma "espécie-chapéu" para ajudar: "Para chamarmos a atenção sobre algas em perigo no Sado decidimos sugerir às pessoas que adoptassem o habitat, neste caso uma pradaria-marinha. Usámos um cavalo-marinho como 'espécie-chapéu' e assim protegemos as algas, que, só por elas, não conseguiriam apoio", desvenda.

DN

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Primeira pagina - 07 - 06 - 2010

As Maravilhas de Portugal no Mundo - Ilha de Moçambique



RTP

Os 25 conselhos verdes da Quercus

Ter cuidado na escolha de alimentos, que devem ser diversos, nacionais e sem transgénicos, reduzir o consumo de água e de energia e utilizar transportes públicos são alguns dos conselhos visando a sustentabilidade ambiental, avançados esta sexta-feira pela Quercus.

A associação ambientalista aproveita o Dia Mundial do Ambiente, que se assinala no sábado, e o facto de comemorar 25 anos em Outubro para transmitir 25 conselhos aos consumidores com o objectivo de proteger a natureza.

Um dos apelos é que os consumidores estejam informados acerca da legislação e dos desenvolvimentos científicos e técnicos, «elemento fundamental para ser um cidadão sustentável», outro que participem através das organizações cívicas.

A culpa não é dos outros

«Ao contrário do que muitos advogam, a culpa pelo estado em que o planeta se encontra não é só dos outros, é também nossa e por duas vias: porque nos demitimos de fazer melhor e de pressionar quem de direito no mesmo sentido», salienta um comunicado da Quercus.

Evitar comportamentos que podem ter consequências negativas para as florestas, como incêndios, e colaborar nas diferentes alternativas para a gestão de resíduos são outras áreas abrangidas pelos conselhos.

Defendendo que ao eliminar o que é supérfluo o consumidor está a ser «mais ecológico, mas também a ter maior bem-estar económico e a garantir o equilíbrio emocional», a associação aconselha a analisar as opções quotidianas, com impacto na pegada ecológica, e retirar «os melhores ensinamentos da crise».

Utilizar as máquinas de lavar na carga máxima e com temperaturas moderadas, procurar lâmpadas ou equipamentos eléctricos com melhor desempenho em termos de sustentabilidade, diminuir o consumo de carne e evitar comprar peixe de zonas sobre-exploradas e optar por sacos reutilizáveis são alternativas que estão na lista.

TVi24

Doze pais doaram órgãos aos filhos

Doze pais doaram órgãos aos filhos

Em 2009 houve 26 dadores entre irmãos vivos. E média de 31 dadores cadáveres por milhão de habitantes.

No ano passado, doze pais doaram órgãos aos filhos e sete filhos fizeram o mesmo pelos seus progenitores, ainda em vida. Entre irmãos, o número de doações foi mais elevado: 26. As estatísticas de 2009 confirmam a tendência de subida na doação de órgãos registada nos últimos anos. E mostram que houve até um avô a salvar a vida do neto. Entre casais, houve 20 doações.

Em apenas um ano, e na sequência da mudança da legislação em 2007, registou-se também um aumento de 25% de colheitas de rim e fígado. Para que não se percam dadores, a lei obriga os cidadãos que não queiram disponibilizar os seus órgãos após a morte a manifestarem a sua posição, inscrevendo-se numa lista.

Mas para que os órgãos em boas condições possam ser colhidos de um cadáver e aproveitados por um doente que precisa de um transplante, todo o sistema tem de estar bem montado, alerta Maria João Aguiar, coordenadora nacional das Unidades de Colheita de Órgãos, Tecidos e Células para Transplantação.

"Tem de haver capacidade nos hospitais para detectar as condições de um dador. E depois tem de haver capacidade de distribuir em tempo útil os órgãos retirados", explicou ontem ao DN Maria João Aguiar. Um trabalho que também depende muito da sensibilidade dos médicos para conseguirem "olhar e trabalhar com os seus doentes após a morte", acrescenta a responsável da Autoridade para os Serviços de Sangue e da Transplantação (ASST) que ontem esteve na delegação de Faro da Ordem dos Médicos para falar aos profissionais de saúde.

Actualmente, todos os hospitais com cuidados intensivos têm um coordenador de doação e em cada um dos cinco gabinetes regionais da autoridade há uma equipa de colheita em permanência. Para fazer chegar com rapidez os órgãos a quem precisa, a ASST conta com a ajuda das forças de segurança: a GNR e a PSP.

"Um caminho de muito trabalho que tem dado resultados e está a espantar o mundo. E que faz de Portugal o segundo país do mundo na colheita de órgãos e o primeiro na realização de transplantes", salienta Maria João Aguiar.

Em 2009 foram colhidos 947 órgãos de cadáveres, o que corresponde a um aumento de 13,3% do número de órgãos disponíveis para transplantação e a uma média de 31 dadores por milhão de portugueses. Os transplantes de rim realizados foram 595 e os de fígado 255. De seguida vêm os de coração (47) e pâncreas (20).

DN

Actor islandês vence câmara da capital

Actor islandês vence câmara da capital

Apesar de sempre terem existido, os partidos e os candidatos bizarros correm o risco de ver as suas hipóteses crescer à medida que diminui a credibilidade dos políticos sérios. Foi o que aconteceu na Islândia, ilha vulcânica do Atlântico Norte, após o choque da bancarrota.

Winston Churchil dizia que uma piada é uma coisa muito séria. E aquilo que recentemente aconteceu na capital islandesa encaixa perfeitamente nessa ideia: o mais famoso humorista do país ganhou as eleições autárquicas de há uma semana em Reiquejavique, com um partido que prometia coisas tão absurdas como plantar palmeiras na gelada frente ribeirinha da cidade e adquirir um urso-polar para o seu jardim zoológico. Mas o que começou precisamente por ser encarado como uma piada parece ser agora um caso sério.

Jon Gnarr, d'O Melhor Partido, tem grandes condições para ser presidente da câmara da cidade, depois de a formação política que criou há seis meses ter tido 34,7%, elegendo seis vereadores em 15, ficando a dois da maioria absoluta. Einar Orn Benediktsson, músico que já trabalhou com a banda Sugarcubes e a cantora Björk, é um dos vereadores.

O partido, diz o actor, que é também criativo de publicidade, foi criado para denunciar as responsabilidade das elites políticas e financeiras da Islândia na grave crise em que mergulhou a ilha vulcânica do Atlântico Norte. O seu resultado deixou boquiaberta parte da classe política e dos analistas islandeses. Atrás de si deixou, com 33,6%, cinco vereadores, ficou o Partido da Independência, que liderou o país 18 anos. Os sociais- -democratas e os Verdes, que actualmente governam em coligação a nível nacional, elegeram apenas quatro vereadores e o dos progressistas não foi reeleito.

Gnarr, de 43 anos, disse ao Financial Times que está a negociar com os sociais-democratas a hipótese de uma coligação municipal em que ele seja o presidente da câmara. E garantiu que está preparado para o cargo. "Adoro esta cidade e quero mesmo fazer bom trabalho. Vou manter o meu humor e tentar usá-lo como uma vantagem."

O actor diz que a chegada ao poder da sua formação constitui uma nova opção para a política. "Temos que trabalhar a infra-estrutura do partido para que as pessoas tenham uma forma de compreender o que é O Melhor Partido e quais são os benefícios do que nós chamamos anarco-surrealismo", declarou, citado desta vez pelo Wall Street Journal.

Não sendo caso único no que toca a partidos e candidaturas eleitorais bizarras, esta formação chegou mais longe do que era previsto e até a primeira-ministra da Islândia, Johanna Sigurdadottir, admitiu que isto pode ditar o fim do tradicional sistema de quatro partidos naquele país. "Nunca vi nada assim", declarou por sua vez o conhecido analista e professor da Universidade de Reiquejavique Olafur Hardarsson.

DN

Queda de 20 metros matou trabalhador

Um operário de 39 anos morreu, na tarde, sexta-feira, num acidente de trabalho na zona industrial da Maia, em Gemunde. Fernando Magalhães, que residia em Matosinhos, terá caído de um telhado. Deixa um menino de sete anos, uma rapariga de 12 e a mulher grávida.

O acidente, cujas causas ainda não estão totalmente esclarecidas, aconteceu cerca das 14.40 horas.

De acordo com a irmã da vítima, o patrão terá informado um primo, que trabalha na mesma empresa, que Fernando, serralheiro de profissão, tinha caído de um telhado, no decurso de uma empreitada. Segundo as informações dos familiares, Fernando trabalhava na empresa há mais de 20 anos.

Os Bombeiros Voluntários de Moreira da Maia foram chamados ao local. Apesar dos esforços das equipas médicas (esteve presente uma viatura do Hospital de Pedro Hispano), o trabalhador acabaria por não resistir aos graves ferimentos que sofreu na sequência da queda de aproximadamente 20 metros. O corpo foi transportado, numa viatura dos Bombeiros Voluntários de Pedrouços, para as instalações do Instituto Nacional de Medicina Legal, no Porto.

A consternação tomou conta da família de Fernando Magalhães, que mora no bairro da Refinaria, em Matosinhos.

"O Fernando era uma pessoa muito humilde. Isto é uma tragédia. Ainda há 10 meses tinha morrido o pai dele ", contou, ao JN, uma prima, também emocionada.

Depois de tomar conhecimento do acidente, a mulher de Fernando Magalhães, grávida de 36 semanas, sentiu-se mal e teve de ser assistida no hospital.

A GNR da Maia esteve no local e registou a ocorrência.

JN

Disparou acidentalmente sobre os próprios testículos

Um norte-americano disparou acidentalmente sobre si próprio, ferindo os testículos, avança o jornal «Seattle Times». O acidente aconteceu numa loja de decoração, na cidade de Lynnwood, no domingo à tarde.

De acordo com a polícia, o homem tinha a arma colocada no cinto das calças, quando, ao movimentar-se, a disparou acidentalmente. A bala terá furado os testículos, raspou-lhe na perna e atingiu-lhe também um pé.

O barulho provocado pelo disparo assustou os restantes clientes da loja, apesar de mais ninguém ficar ferido. O azarado, esse, ficou em estado de choque.

A polícia e os bombeiros foram chamados e o homem foi conduzido ao hospital, antes de ser interrogado pela polícia. A identidade do homem não foi revelada, nem outros pormenores sobre o acidente. A polícia continua a investigar.

TVi24

Portugal entre os mais eficientes da Europa na gestão de resíduos

A gestão de resíduos é uma das áreas do ambiente mais desenvolvidas em Portugal que, nos equipamentos eléctricos e electrónicos, está entre os cinco países da União Europeia mais eficientes na recolha e valorização.

A propósito do Dia Mundial do Ambiente, que hoje, sábado, se assinala, a presidente da Quercus, Susana Fonseca, disse à agência Lusa que, na área dos resíduos, foram "dados alguns passos em termos de conseguir resolver problemas de lixeiras e passar a ter aterros, embora também sejam um problema, e de apostar na reciclagem".

O director geral da Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos (Amb3E), Fernando Lamy da Fontoura, defendeu que, no fluxo específico de resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos, "Portugal está entre os cinco países mais eficientes na recolha e valorização de resíduos da União Europeia".

Em todos os aspectos do ambiente "tem havido um avanço muito significativo. A parte dos resíduos, e em particular os fluxos especiais de resíduos, tem sido o sector que mais evolução tem tido no país", salientou.

O responsável chama, no entanto, a atenção para a dificuldade de fazer comparações, já que "o desenvolvimento económico dos países é diferente. Para um sueco recolher quatro quilos por habitante e por ano é muitíssimo fácil, porque eles até já estão a recolher 20 quilos. Os romenos nem colocam no mercado quatro quilos por habitante e por ano".

A situação não é a mesma para todos os tipos de recolha e "há outros resíduos em que estamos mais atrasados, como os resíduos orgânicos urbanos. O seu tratamento está a melhorar muito todos os anos, mas ainda não nos podemos comparar com os países mais desenvolvidos da Europa", salientou Lamy da Fontoura.

Susana Fonseca explicou que, a partir do exemplo da Sociedade Ponto Verde, que promove a recolha selectiva, a retoma e a reciclagem de resíduos de embalagens, foram criados vários fluxos, o que "ajuda a resolver a forma como é gerido o resíduo".

Produção e consumo são principais problemas

A componente prevenção não registou os mesmos avanços que o tratamento de resíduos, disse a presidente da Quercus.

No ambiente, "na origem de grande parte dos problemas de hoje está a questão da produção e consumo, ou seja, a forma como produzimos, sem respeitar a biodiversidade e os recursos que gastamos", defendeu, especificando que problemas como as alterações climáticas, a produção de resíduos ou as questões relacionadas com a água estão associados àqueles comportamentos.

Já para Lamy da Fontoura, os objectivos relacionados com o consumo de energia ou com a tentativa de evitar o desperdício energético não estão a ser concretizados da mesma forma que na área dos resíduos.

"Fala-se muito, mas ainda se têm conseguido poucos avanços. O desperdício é brutal no consumo de energia e isso vai sair-nos muito caro, particularmente em Portugal, onde fontes energéticas são tão escassas, temos sol e vento e mais nada", disse o director geral da Amb3E", salientando que "é uma matéria em que ainda há tanto para fazer".

JN