So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sábado, 1 de agosto de 2009

Casal lésbico recorre ao Tribunal Europeu...

O Tribunal Constitucional deverá recusar o casamento de duas lésbicas. O PS e o BE já reiteraram a vontade de alterar o Código Civil na próxima legislatura. Apesar disso, as duas mulheres prometem recorrer ao Tribunal Europeu.


O acórdão do Tribunal Constitucional, divulgado ontem pelo Diário Económico, ainda não foi oficializado. Segundo o advogado das duas mulheres, Luís Grave Rodrigues, faltam "as declarações de voto". Informalmente, o casuístico já teve a "indicação que há decisão" e que o acórdão contrário às pretensões de Teresa Pires e Helena Paixão, que desde 2006 tentam legalizar a sua união, foi aprovado por 3-2, isto é, três juízes votaram a favor e dois contra.


"A decisão quer dizer que o Tribunal entende que a Constituição não impõe a legalização do casamento de pessoas do mesmo sexo, mas não quer dizer que a Constituição o proíba", explica o constitucionalista Vital Moreira, convencido, por isso, que "os partidos, se houver uma maioria nesse sentido (basta ser relativa), podem alterar o Código Civil".


Para a ILGA, activista dos direitos homossexuais, a votação por 3-2 tornou precisamente "mais evidente a urgência da resolução da questão por via parlamentar".


Os socialistas, os bloquistas e "Os Verdes" já reiteraram essa vontade. "A questão faz parte do programa do PS. Teremos oportunidade de tratá-la na legislatura seguinte", confirma o deputado Ricardo Rodrigues. "É necessário que a Assembleia da República resolva este problema, como já deveria ter resolvido", diz a deputada do BE Helena Pinto.


Mas Helena Paixão e Teresa Pires estão fartas de esperar pelos partidos. "Prometem tanta coisa há tantos anos. Com eles, não vale a pena", lamenta Teresa, garantindo que "a luta vai continuar", se possível, no Tribunal Europeu dos Direitos Humanos. Até porque o facto de dois juízes terem estado do seu lado já é para as duas mulheres "uma vitória".


Solicitadora e empresária detidas pela PJ foram libertadas pelo tribunal...

Uma empresária e uma solicitadora foram detidas, ontem, sexta-feira, pela Polícia Judiciária por suspeitas de burlas com promessas de trabalho no estrangeiro, sobretudo em Angola. Foram identificados 80 queixosos, mas o número pode atingir três mil.


Uma das mulheres, de 52 anos, era a dona da sociedade unipessoal "Moredo Prestige", na Rua de Santa Catarina, Porto. A outra (solicitadora), de 51 anos, era "mandatária" com poderes de representação da firma. Interrogadas no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, ambas saíram em liberdade, sujeitas a apresentações periódicas à Polícia.


Através de anúncios em jornais, publicitavam a procura de candidatos a empregos no estrangeiro, desde o último trimestre do ano passado. As ofertas incidiam em Angola e na área da construção civil. Mas também houve casos em que os destinos seriam França, Suíça, Bélgica, Canadá e Argélia, sendo as limpezas e os trabalhos na área da decoração outras actividades possíveis.


Atraídos pela promessa de trabalho com ordenados chorudos (cerca de cinco mil euros), os candidatos - muitos desempregados de todo o país, mas principalmente do Norte e outros que deixaram os empregos que tinham - teriam de desembolsar antecipadamente quantias entre 500 e 600 euros. Uma verba que serviria para "inscrição", "exames médicos" e "seguro".


Só que, afinal, segundo a PJ do Porto, as mulheres nunca arranjaram trabalho para ninguém. Em alguns casos, terá sido dada a justificação de já não haver vagas e ter de ser avaliada a hipótese de outros países.


Perante o logro, as reclamações ganharam volume ao ponto de os trabalhadores se juntarem à porta da sede e obrigarem à chamada da PSP, por causa de tumultos.


Até agora, há 80 vítimas identificadas e uma estimativa de lucro ilícito de 65 mil euros. Mas a documentação recolhida aponta já para que os lesados sejam mil e há testemunhos credíveis que atiram esse número para os três mil .


Perante estes indícios, a PJ partiu para buscas e detenção das mulheres. As duas têm antecedentes também por suspeitas de burla. A empresária chegou a estar em prisão preventiva.


Além das duas mulheres, neste processo foi já constituída a empresa, que iniciou a sua actividade no último trimestre do ano passado. No momento das detenções, a firma ainda estava a laborar, embora já não nas instalações da Rua de Santa Catarina. Pela investigação foram também detectados negócios relacionados com obras de arte e jóias.


Supremo decide sentença que considera sexo um direito de personalidade...

Um homem ficou impotente após um acidente de viação que lhe esmagou a zona da bacia. A indemnização é de 370 mil euros. Mas a sua mulher, agora privada de sexo, também deve ser compensada? O Supremo Tribunal disse que sim.


Numa decisão inédita em Portugal, uma mulher vai receber 50 mil euros de indemnização porque o seu marido ficou impotente após ser vítima (sem culpa) de um acidente de viação que o incapacitou permanentemente. O caso remonta a 2001 e a decisão foi tomada pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ), em acórdão datado de Maio deste ano e ontem revelado pelo semanário "Sol".


O colectivo de juízes entendeu que a qualidade de vida da mulher "ficou profundamente afectada" e os seus direitos conjugais "amputados numa parte importante para uma jovem mulher e os seus projectos pessoais de ter mais filhos irremediavelmente comprometidos". Nesse mesmo acórdão, os juízes reconhecem que, "face à impossibilidade de qualquer relacionamento sexual com o marido", a quem jurou ser fiel no casamento, a mulher "passou a ser acometida de permanente desgosto, angústia, insatisfação, revolta". Mais ainda, o texto do STJ entende que a mulher é até vítima de outro dano provocado ao marido: as discussões conjugais que passaram a existir devido aos sentimentos de ciúme que o homem sente, e que "se traduzem em discussões".


O acórdão, considerado revolucionário para a Justiça portuguesa - na nossa história jurídica houve só um caso semelhante, em 2005 - concede que a mulher viu violado o seu direito de personalidade e por isso de ser ressarcida: "O débito conjugal tem tanta força que a sua recusa pode ser motivo de divórcio. Ao débito corresponde o direito do cônjuge ter com o outro um relacionamento sexual normal. Logo, a sexualidade, pelo menos dentro do casamento, pode ser encarada como um direito de personalidade".


O caso passou-se em Castelo de Neiva (Viana do Castelo), em 2001, quando um homem, com 29 anos, sofreu um acidente que o deixou entalado entre um muro e um camião - que lhe provocou "impotência sexual absoluta e definitiva". A vítima foi sujeita a diversas e dolorosas operações, mas necessitará sempre de apoio para as tarefas mais básicas, como vestir-se ou ir à casa de banho.


Como ficou provada a culpa do condutor do camião, o homem recebeu uma indemnização total de 370 mil euros por "danos futuros e não patrimoniais". Mas, como estava casada há sete anos e pretendia ter mais filhos, a mulher também deve ser recompensada: devido à impossibilidade de manter vida sexual com o seu homem, os juízes concluíram que a mulher também sofre e é vítima do acidente do marido.


Câmara lança concurso para duplicar EN231...

A autarquia viseense deu o primeiro passo para intervencionar a única das principais entradas da cidade que ainda não recebeu obras. Depois da EN2 a norte, em Abraveses, e a sul, em Repeses, a EN229 (onde estão a decorrer trabalhos há vários meses) e a EN16 (cuja requalificação começou no início do mês), o município aprovou agora o lançamento do concurso público para a requalificação da EN231, via que liga Viseu a Nelas.


De acordo com a Câmara, o projecto prevê não só a duplicação do troço entre a Rotunda do Palácio do Gelo e a Rotunda de Teivas/A25, mas também a substituição das infra-estruturas de saneamento básico existentes, além da colocação de iluminação pública mais moderna e passeios, entre outros pormenores.


O objectivo é transformar a estrada numa via citadina, sem bermas de terra batida e onde diariamente centenas de automóveis se acumulam nas horas de ponta, devido ao elevado número de automobilistas que a usam para entrar na cidade ou para entrarem na A25.


A requalificação permitirá também melhorar as acessibilidades para quem vem do Parque Industrial de Coimbrões ou do centro de Ranhados e actualmente espera longos minutos até poder entrar na EN231.


Viseu ira ser a Capital de Portugal...

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) realiza a 4 e 5 de Dezembro, em Viseu, o seu congresso ordinário para eleição dos novos dirigentes.


Fernando Ruas referiu que uma eventual recandidatura no cargo de presidente do Conselho Directivo dependerá dos resultados eleitorais das autárquicas, a 11 de Outubro, mas também da manifestação de vontade dos seus colegas e do seu partido, o PSD.


“Há uma série de condições que têm de estar reunidas”, sublinhou o autarca, não rejeitando um cenário de recandidatura.


Tem sido convencionado no seio da ANMP que o partido vencedor nas eleições autárquicas indica o candidato à presidência do Conselho Directivo e o segundo partido mais votado o presidente do Conselho Geral. Estes dois cargos têm sido repartidos entre o PSD e o PS.
Além da eleição dos novos dirigentes, o congresso em Viseu terá como tema central a transferência de novas competências para os municípios, revelou Fernando Ruas.


Fernando Ruas, igualmente presidente da Câmara Municipal de Viseu, manifestou “grande orgulho” por a sua cidade dispor de capacidade hoteleira para acolher uma realização que mobilizará mais de um milhar de autarcas e convidados.


sexta-feira, 31 de julho de 2009

GNR captura macaco...

GNR captura macaco verde em apartamento

O Núcleo de Protecção Ambiental da GNR de Faro, em conjunto com elementos do Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade de Lisboa, capturou ontem, quinta-feira, um macaco verde que estava ilegalmente num apartamento do centro da cidade.


"O caso foi recentemente denunciado à GNR, sendo que o primata foi trazido da Guiné-Bissau há cerca de trinta anos pelo seu proprietário, estando desde essa altura confinado à varanda do referido apartamento, no centro da capital algarvia", explicou a GNR num comunicado.


A Guarda Nacional Republicana frisou que, "além da ilegalidade assente na posse deste tipo de animais, ao abrigo da 'convenção Cites', existe ainda o perigo de os mesmos poderem ser portadores de doenças transmissíveis ao Homem".


"O animal em causa será agora sujeito a um período de quarentena, sendo posteriormente integrado num parque ecológico", disse ainda a GNR.


Stresse crónico afecta tomada de decisões...

O stresse crónico afecta o processo de tomada de decisões, levando as pessoas a depender mais de hábitos e menos de comportamentos orientados por objectivos, demonstra um estudo de investigadores portugueses.


De acordo com o estudo, publicado na revista "Science", são vastas as implicações da descoberta, na medida em que envolve desde aspectos da vida quotidiana até processos patológicos, como as toxicodependências ou as perturbações obsessivo-compulvisas.


O estudo foi realizado por uma equipa coordenada por Nuno Sousa, do Instituto de Investigação em Ciências da Vida e da Saúde (ICVS) da Universidade do Minho, e Rui Costa, na altura nos Institutos Nacionais de Saúde (NIH) dos Estados Unidos e actualmente investigador no programa de Neurociência da Fundação Champalimaud.


Este trabalho revela que o stresse crónico altera a estrutura de circuitos neuronais que ligam o córtex pré-frontal, comparável à memória RAM de um computador, ao estriado, a zona do cérebro relacionada com as decisões.


O que se passa, segundo Nuno Sousa, é que o stresse promove a atrofia das dendrites dos neurónios do circuito associativo responsável pelos comportamentos orientados por objectivos (córtex pré-frontal medial e estriado dorsomedial) e aumenta as dendrites no estriado dorsolateral, o circuito sensório-motor envolvido nas acções habituais. Isso torna o comportamento dos sujeitos submetidos ao stresse "mais dependente de hábitos e menos de comportamentos orientados por objectivos", explicou, à agência Lusa, o investigador coordenador do Domínio de Neurociências do ICVS e director do curso de Medicina da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho.


"Trata-se obviamente de um momento de enorme importância para todos nós, tanto mais que o estudo é assinado apenas por portugueses e com um trabalho experimental feito em Portugal [no ICVS]", assinalou.


A equipa foi constituída por sete elementos que pertencem ao Domínio de Investigação em Neurociências do ICVS, sendo o primeiro autor Eduardo Dias-Ferreira, um aluno de doutoramento que está agora a continuar o estudo com Rui Costa. Entre os projectos, Nuno Sousa salientou os mais directamente ligados a este trabalho, centrados na tentativa de compreender melhor os mecanismos moleculares e funcionais envolvidos na conclusão a que chegaram. Esses desenvolvimentos terão por objectivo "delinear estratégias que permitam modular os efeitos do stresse nos processos de decisão e eventualmente utilizá-los como estratégias terapêuticas", concluiu.


Há 120 mil portugueses com doenças que os impedem de apanhar sol...

Verão é sinónimo de calor, sol e idas à praia. Mas para mais de 120 mil portugueses, esse é um prazer totalmente proibido, por sofrerem de doenças que provocam fotossenssibilidade, como sejam o lúpus, o albinismo ou a dermatomiosite.


Os números resultam de estimativas, uma vez que estas doenças não são de declaração obrigatória. Mas de acordo com Paulo Leal Filipe, dermatologista do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, cerca de 120 mil portugueses não podem expor-se aos raios ultravioletas naturais (sol) ou artificiais (dos solários, por exemplo), devido a doenças que provocam fotossenssibilidade.


A esta parcela é necessário acrescentar uma outra, de dimensão ainda mais incerta, referente às pessoas que num determinado momento estão medicadas com fármacos que também contribuem para a sensibilidade à radiação solar, como sejam alguns antibióticos, anti-inflamatórios não esteróides, diuréticos ou antiarritmícos e antihipertensores, exemplifica o mesmo clínico.


"Quem está a tomar este tipo de fármacos não deve expor-se de todo ao sol, mesmo que utilize um protector de factor máximo", alerta Paulo Leal Filipe. "A exposição aos raios ultravioletas poderá provocar queimaduras, eczemas ou dermatites".


Os mesmos cuidados devem ter quem sofre de determinadas doenças, como as porfírias, grupo de perturbações de certas enzimas envolvidas no processo de síntese do heme, herdadas ou adquiridas, que se manifestam através de problemas na pele e/ou complicações neurológicas.


A mais frequente é a porfíria cutânea tardia que, em Portugal, afecta um em cada 40 a 50 mil portugueses. "Alguns minutos de exposição ao sol e podem surgir queimaduras na face, orelhas e dorso das mãos", refere o dermatologista do Santa Maria.


Extremamente rara em Portugal (calcula-se que existam apenas meia dúzia de casos), a xeroderma pigmentosa também não reage bem com os raios ultravioletas. Trata-se de uma doença hereditária provocada por um defeito em pelo menos um entre os nove genes conhecidos no corpo humano e que foi retratada na telenovela da TVI "Olhos nos Olhos", através da personagem de Marco Delgado ("Simão).


Paulo Leal Filipe aponta, ainda, a dermatomiosite, doença muscular adquirida rara que é acompanhada por lesões na pele, principalmente nas pálpebras e no dorso das mãos. Por ano, surgem em Portugal cinco casos por cada milhão de habitantes.


Lupus, albinismo e vitiligo são as restantes doenças que, devido à fotossensibilidade que provocam, os doentes não devem expor-se de todo aos raios ultravioletas, sejam eles naturais ou artificiais.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Nao quero ir a Igreja....

Um rapaz de sete anos do Utah, Estados Unidos da América, iniciou uma fuga de carro para não ter de ir à igreja no domingo de manhã. Veja o vídeo


Várias pessoas contactaram a polícia de Utah com a informação de que uma criança estaria ao volante de um carro, na manhã de domingo.



Os agentes tentaram parar o Dodge Intrepid 72 quilómetros a norte de Salt Lake City, mas não foram bem sucedidos. O carro chegou aos 64 quilómetros/hora antes do rapaz parar e correr para dentro de casa.


Segundo o agente da polícia, quando confrontado pelo pai, o rapaz disse que tinha fugido porque não queria ir à Igreja.


H1N1 - actualizacao em 28 de Julho de 2009

Paises contaminados com H1N1


Paises contaminados com H1N1 - AFRICA

1

Egipto

217

2

Africa do Sul

119

3

Marrocos

46

4

Quenia

22

5

Argelia

14

6

Tunisia

10

7

Libia

9

8

Uganda

7

9

Zambia

6

Cabo Verde

6

10

Etiopia

4

Botswana

4

11

Sudao

2

Costa do Marfim

2

Namibia

2

Ilhas Mauricias

2

Seycheles

2

12

Tanzania

1


TOTAL

475


Paises contaminados com H1N1 - AMERICA

1

Estados Unidos

43771

2

Mexico

15727

3

Chile

11641

4

Canada

10449

5

Peru

3292

6

Argentina

3056

7

Brasil

1566

8

Bolivia

910

9

Equador

696

10

Costa Rica

606

11

Panama

553

12

Uruguai

550

13

El Salvador

530

14

Guatemala

458

15

Nicaragua

414

16

Venezuela

351

17

Colombia

245

18

Paraguai

195

19

Cuba

186

20

Honduras

169

21

Republica Dominicana

108

22

Trinidad e Tobago

97

23

Jamaica

53

24

Ilhas do Caimao

43

25

Barbados

23

Bahamas

23

26

Belize

15

27

Suriname

14

28

Curacao

8

29

Sant Maarten

7

30

Aruba

5

31

Bermuda

4

32

Haiti

3

Martinica

3

Antiqua e Barbuda

3

Guiana

3

San Kitts e Nevis

3

Santa Lucia

3

33

Guadalupe

2

Ilhas Virgens Britanicas

2

34

Grenada

1

Sao Vicente e Granadinas

1

San Martin

1

Dominica

1


TOTAL

95791


Paises contaminados com H1N1 - ASIA

1

Tailandia

6776

2

China

5098

3

Japao

5022

4

Filipinas

2668

5

Israel

1520

6

Taiwan

1280

7

Coreia do Sul

1279

8

Malasia

1219

9

Singapura

1217

10

Vietname

672

11

India

454

12

Indonesia

416

13

Brunei

334

14

Arabia Saudita

294

15

Emiato Arabes Unidos

110

16

West Bank e Gaza

104

17

Kuwait

91

18

Libano

90

19

Baren

77

20

Jordania

72

21

Laos

51

22

Sri Lanka

44

23

Qatar

42

Irao

42

24

Iraque

36

25

Bangladesh

30

26

Oman

19

27

Nepal

17

Camboja

17

28

Afeganistao

15

29

Yemen

10

30

Burma

7

31

Siria

5

32

Butao

2

33

Maldivas

1


TOTAL

29131


Paises contaminados com H1N1 - EUROPA

1

Reino Unido

11159

2

Alemanha

3349

3

Espanha

1538

4

Italia

618

5

Franca

577

6

Grecia

520

7

Suecia

390

8

Suica

380

9

Chipre

297

10

Noruega

295

11

Holanda

273

12

Portugal

248

13

Irlanda

226

14

Dinamarca

206

15

Finlandia

176

16

Belgica

126

17

Malta

123

18

Romenia

116

19

Servia

115

20

Eslovenia

108

21

Austria

97

22

Polonia

71

23

Hungria

70

24

Republica Checa

63

25

Croacia

48

26

Eslovaquia

44

27

Luxemburgo

38

28

Estonia

36

29

Islandia

34

30

Bulgaria

33

31

Montenegro

18

32

Ilhas do Canal da Mancha

16

33

Letonia

16

34

Macedonia

14

35

Ilha do Man

11

36

Lituania

10

37

Albania

3

38

Bosnia Herzegovuna

2

39

Georgia

1

Kosovo

1

Monaco

1

Andorra

1

Ucrania

1


TOTAL

21469


Paises contaminados com H1N1 - EURASIA

1

Turquia

116

2

Russia

28

3

Cazaquistao

6


TOTAL

150


Paises contaminados com H1N1 - OCEANIA

1

Australia

19026

2

Nova Zelandia

2704

3

Fiji

73

4

Nova Caledonia

46

5

Samoa

37

6

Tonga

9

7

Polinesia Francesa

5

8

Vanuatu

3

9

Micronesia

1

Ilha do Cook

1

Papua Nova Guine

1

Palau

1


TOTAL

21907



Mortos confirmados


Mortos confirmados - AFRICA

1

Egipto

1


TOTAL

1


Mortos confirmados - AMERICA

1

Estados Unidos

302

2

Argentina

165

3

Mexico

141

4

Republica Dominicana

108

5

Chile

79

6

Canada

55

7

Brasil

34

8

Peru

23

9

Uruguai

22

10

Costa Rica

17

11

Paraguai

14

Equador

14

12

Colombia

9

Guatemala

9

13

El Salvador

7

14

Bolivia

6

15

Jamaica

2

16

Ilhas Caimao

1

San Kitts e Nevis

1

Panama

1

Venezuela

1

Honduras

1


TOTAL

1012


Mortos confirmados - ASIA

1

Tailandia

24

2

Singapura

5

3

Filipinas

3

Malasia

3

4

Brunei

1

Israel

1

Arabia Saudita

1

Indonesia

1

Laos

1

China

1


TOTAL

41


Mortos confirmados - EUROPA

1

Reino Unido

30

2

Espanha

6

3

Hungria

1


TOTAL

37


Mortos confirmados - OCEANIA

1

Australia

50

2

Nova Zelandia

13

3

Tonga

1


TOTAL

64