So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Primeira Pagina


Asteróide vai passar perto da Terra


Cientistas classificaram como "potencialmente perigoso" um asteróide com 400 metros de diâmetro que vai passar próximo da Terra no início de Novembro.
 
Asteróide vai passar perto da Terra
Trajectória do asteróide "2005 YU55"
 
Um asteróide vai passar próximo do planeta Terra no dia 8 de Novembro, segundo as previsões iniciais de investigadores da Nasa, a agência espacial norte-americana. Este "fenómeno" não estava previsto para acontecer nas próximas décadas.

"A aproximação à Terra do asteróide 2005 YU55 é invulgar pela curta distância e pelo seu tamanho. Ninguém esperava que um objecto deste tamanho passasse tão próximo da Terra em 30 anos", observou Don Yeomans, da Nasa.

O corpo celeste foi classificado de "potencialmente perigoso", devido à sua trajectória e dimensão. A definição é do Centro Planetário de Cambridge, em Massachusetts, Estados Unidos, avançou o site "space.com".

A rocha deverá passar a 0,85 distância lunar, isto é, a cerca de 200 mil quilómetros da Terra, quase metade dos cerca de 384 mil quilómetros que separam a Terra da Lua.

Para os cientistas, a notícia é encarada como uma oportunidade única. "A passagem do asteróide vai fornecer uma resolução de imagem comparável ou até melhor do que a de uma missão de uma nave espacial", disse Lance Benner, investigador da Nasa.

Embora o asteróide descoberto por Robert McMillan, em 28 de Dezembro de 2005, tenha sido classificado como "potencialmente perigoso", a passagem da rocha não representa qualquer tipo de perigo ao planeta Terra durante os próximos 100 anos, esclareceu a Nasa.

JN

Novo México: viajou três dias com amiga morta

Jerry Maestas, de 64 anos, fez uma viagem de carro durante três dias com a sua amiga, Amy Marquez, de 33 anos, morta ao seu lado, achando que esta estava a dormir. O caso aconteceu no Novo México.

Maestas não suspeitou de nada, porque, como disse à «BC», a amiga era paraplégica e «usava fraldas para adultos, daí não ter necessidade de ir ao wc durante os três dias de excursão». 

Desta forma, apenas levou a vítima ao hospital quando surgiram umas «manchas azuis» no corpo. 

O polícia Lt. Christian Lopez considera tudo muito estranho e não percebe como Maestas não se apercebeu da realidade, pois «o odor que emanava do carro era insuportável», dado Marquez estar morta há mais de 66 horas, diz o polícia à «BC».

Maestas disse ao polícia que a amiga estava bem no domingo e que passaram a maior parte do dia a beber até ela adormecer. 

As investigações estão a ser levadas a cabo, mas a autópsia, realizada na quarta-feira, revela uma possível asfixia devido à posição da vítima e às grandes quantidades de álcool ingeridas ao longo da viagem. Aguardam-se agora os relatórios de Toxicologias, de modo a apurar a quantidade de álcool ingerida e a possível existência de drogas no sangue.



TVi24

Vaca salta obstáculos como um cavalo


Vaca salta obstáculos como um cavalo

Uma rapariga alemã treinou uma vaca para saltar obstáculos. Foi a soluçao encontrada depois de os seus pais não lhe terem dado o cavalo que tanto desejava.
Regina Mayer não esteve com meias medidas. Os pais não lhe deram o cavalo que tanto queria e por isso começou a treinar saltos com uma vaca a quem deu o nome de "Luna". E em poucas horas conseguiu o resultado desejado à custa de carícias e doces.
DN

Filha ameaça mãe com arma por causa de carro

Rachel Anne Hachero, uma adolescente de 17 anos foi presa a semana passada em Fort Meyers, na Flórida, Estados Unidos, por ter apontado uma arma à mãe, escreve o jornal brasileiro «G1». De acordo com a mesma notícia, tudo aconteceu depois da mãe ter recusado ir com a filha a um concessionário para lhe oferecer um carro desportivo. 

Segundo a polícia, foi no regresso a casa que a filha decidiu pressionar a mãe a comprar o carro utilizando uma arma. No dia seguinte, a mãe apresentou queixa à polícia e veio a descobrir-se que a arma tinha sido roubada em Julho de 2010.



TVi24

Cavalos europeus tiveram origem na Ásia e Península Ibérica


Cavalos europeus tiveram origem na Ásia e Península Ibérica
Os cavalos hoje existentes na Europa tiveram origem na Ásia, mas também na Península Ibérica, que deu um contributo para a sua domesticação, processo que acompanhou o desenvolvimento dos homens, disse hoje uma investigadora.
A Península Ibérica serviu de refúgio a cavalos selvagens há cerca de seis mil anos e as populações foram "preponderantes" para a domesticação destes animais na região e no resto da Europa, concluiu um estudo de uma equipa internacional que inclui Cristina Luís (dos Museus da Politécnica da Universidade de Lisboa) e Maria do Mar Oom (do Centro de Biologia Ambiental da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa). O trabalho, publicado esta semana na revista PloS One, indica que as raças de cavalos existentes na Europa "não só tiveram grande influência dos cavalos asiáticos, como também tiveram influência dos cavalos selvagens existentes na Península Ibérica, um dado novo e bastante interessante", avançou hoje à agência Lusa a investigadora Cristina Luís. "O cavalo sempre esteve associado ao homem e a sua domesticação também. Ao estudar a domesticação do cavalo podemos obter pistas de como se processaram as movimentações dos humanos ao longo dos tempos, numa análise antropológica e das civilizações", explicou.
A domesticação dos cavalos constituiu um passo importante na história da humanidade, tendo proporcionado vantagens na possibilidade de viagens de longa distância, na agricultura, no comércio e na guerra. A equipa de investigadores analisou as relações genéticas de 24 raças de cavalos europeus e asiáticos para tentar esclarecer os fenómenos de domesticação na Europa. As informações obtidas sobre a influência que determinadas raças, de determinadas regiões, tiveram umas nas outras podem dar um contributo para trabalhos de conservação e melhoramento de raças actuais. Cristina Luís apontou que a investigação desenvolvida "tem uma vertente de conservação, mas também de estudo da evolução do cavalo e da história das civilizações humanas, muito interligadas com os cavalos".
Há seis mil anos, quando eram selvagens, "os cavalos não gostavam muito de regiões de floresta densa e terão tido um refúgio na Península Ibérica e, eventualmente, terão então sido utilizados para a formação de outras raças" e seleccionados de formas diferentes, resumiu a investigadora. Actualmente, já não existem cavalos selvagens na Europa, há alguns casos de cavalos que andam ao ar livre, como os garranos, no norte de Portugal, mas "têm donos". Cristina Luís referiu um projecto em que se pretende estudar a relação entre cavalos da Península Ibérica e do Norte de África. Desconhece-se "qual a direcção das migrações de cavalos", já que os mouros estiveram em Portugal e "não se sabe se terão sido os cavalos dos mouros que foram trazidos para a Península Ibérica ou ao contrário", explicou. Os investigadores vão "tentar provar se realmente houve uma domesticação independente na Península Ibérica", salientou a especialista.

DN

Britney Spears leva banho de dejectos em casa de banho amovível


Uma cena inédita em que a cantora Britney Spears faz "bungee jumping" dentro de uma casa de banho amovível e acaba "lavada" em dejectos humanos foi excluída do filme "Jackass 3D", mas foi , agora, divulgada. Veja o vídeo

O filme chegou às salas de cinema no ano passado, mas apenas agora a cena em que participa Britney - cantora, compositora, dançarina e actriz norte-americana - veio a público.



A prova a que é sujeita, e em que aceitou participar como se pode ver no vídeo, chama-se "Poo Cocktail Supreme", ou seja, "Cocktail de Caca". Aliás, a cantora sabia que iria fazer "bungee jumping" e afirmou, antes do início da prova, que não tinha medo de andar em montanhas-russas, nem lhe causavam problemas os dejectos humanos.

Na cena, que foi exibida, na terça-feira, no programa Jimmy Kimmel Live, da rede televisiva norte-americana ABC, vê-se Britney Spears sendo "sacudida" dentro do wc improvisado, enquanto era "banhada" com urina e excrementos.

Pelo que se pode perceber, a cantora, no final, não gostou da brincadeira e, furiosa, agrediu alguns dos responsáveis pela gravação da cena.

Johnny Knoxville, estrela da série televisiva, explicou que a cena foi retirada da edição final do filme por uma questão de tempo.

Fãs da cantora torcem o nariz à produção e comentam, em vários sites onde a cena é divulgada, que tudo não passa de uma montagem com fins publicitários e promocionais.

JN