So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sábado, 27 de março de 2010

Primeira pagina - 27 - 03 - 2010...

'Okupas' transformam bairro de sonho em pesadelo....

'Okupas' transformam bairro de sonho em pesadelo

Moradores da Urbanização da Escavadeira estão desesperados com a presença frequente de toxicodependentes.

"Convenceram-me a comprar uma casa no paraíso e, afinal, estou a viver no inferno." O comentário cortante de Isabel Freitas é proferido com a raiva de quem investiu quase 150 mil euros num apartamento na Urbanização da Escavadeira, no Alto do Seixalinho (Barreiro), e agora tem receio de deixar os filhos irem brincar para a rua onde três edifícios inacabados vão dando "guarida" a toxicodependentes e a sem-abrigo, havendo já relatos de assaltos e agressões aos moradores. As imobiliárias apresentam o bairro como "muito sossegado".

Quase paredes meias convivem duas realidades bem distintas, cruzando um bairro novo, com cerca de sete anos, onde não faltam amplas áreas e espaços verdes, e três blocos de apartamentos de sete andares que ficaram por concluir, sendo votados ao abandono. Os "okupas" não tardaram em descobrir o novo refúgio, começando a pernoitar nos imóveis - propriedade privada - e nem o facto de a autarquia ter recentemente mandado emparedar os pisos térreos os impediu de treparem a parede de tijolo para aceder ao interior dos blocos.

"É droga, é álcool a qualquer hora do dia, é gritos de madrugada. Chama-se a polícia e ninguém aparece. Uma vergonha", lamenta Isabel Freitas, que da janela da sua casa aponta para dois dos indivíduos no interior do recinto.

O DN tentou chegar à conversa com ambos, mas responderam que não tinham "nada a dizer" e que estavam ali apenas de "passagem", apesar de ser visível a presença de seringas num dos parapeitos.

"Não se lhes pode chamar a atenção de nada, mesmo quando se estão a drogar aos olhos de todos os moradores, porque insultam e ameaçam as pessoas", testemunha Fátima Guerra, outra moradora, que lamenta, sobretudo, "a falta de protecção policial", denunciando vários casos de assaltos à mão armada, como o que vitimou o vizinho do lado na noite de Natal.

O homem, que pede anonimato, admite não ter feito denúncia por recear represálias. "Eu cruzo- -me com essa gente todos os dias. É claro que tenho medo. Todos sabem o que aqui se passa, pelo que é mesmo falta de vontade para resolver o problema", refere, enquanto Tiago Vinhas, que mora no bairro há quatro anos, revela que já por várias vezes teve de intervir junto dos "okupas" para evitar situações de conflito.

"Eu conheço alguns dos tempos de escola e eles têm-me algum respeito. Mas isto não é vida, porque corremos o risco de um dia ter aqui uma desgraça qualquer", alerta.

Fonte policial admite a existência de várias queixas por parte dos moradores, mas assegura que a fiscalização tem sido regular na Urbanização da Escavadeira, garantindo mesmo que "as coisas têm melhorado". De resto, há vários meses que não há registo de assaltos naquela zona, onde existe até uma escola.

DN

Quase 23% dos portugueses já sofreu de doença mental...

Os resultados do estudo surpreenderam até o responsável pelo documento: a percentagem coloca Portugal no topo dos países europeus e próximo dos Estados Unidos




Quase 23 por cento dos portugueses tiveram uma doença mental nos 12 meses anteriores ao inquérito que deu origem ao primeiro estudo epidemiológico nacional de Saúde Mental, apresentado esta terça-feira e cujos resultados surpreenderam o responsável pelo documento.

Um estudo que se insere num consórcio internacional, que inclui a Organização Mundial de Saúde e a Universidade de Harvard, responsável pela realização de inquéritos semelhantes em diversos países, para comparação de resultados e desenvolvimento de um estudo genético internacional.

O responsável pelo estudo, Caldas de Almeida, referiu uma «prevalência altíssima» de quase 43 por cento de portugueses que sofreram de perturbações mentais ao longo da vida.

«Estes dados têm implicações políticas. Têm de ser pensados e aprofundados», afirmou Caldas de Almeida, na Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, onde decorreu a apresentação do estudo.

Caldas de Almeida, que é também Coordenador Nacional das Doenças Mentais, admitiu que ficou surpreendido com estes resultados. «Estava à espera de uma percentagem alta, mas não de 23 por cento, um valor que coloca Portugal no topo, entre os países europeus e próximo dos Estados Unidos (26,4 por cento)».

Ansiedade e depressão são perturbações mais frequentes

As perturbações psiquiátricas mais frequentes na população portuguesa são a ansiedade (16,5 por cento) e a depressão (7,9), segundo os primeiros resultados do estudo epidemiológico nacional de saúde mental.

Na tabela de perturbações detectadas nos portugueses estão ainda o «controlo impulsivo» (3,5 por cento) e o abuso e dependência de álcool (1,6 por cento).

No subgrupo das ansiedades, a perturbação mais frequente é a fobia específica (8,6 por cento) que, segundo o director da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa, na sua «maioria, não é grave».

«Zangas na estrada»

Quanto ao «controlo impulsivo», os maiores números relacionam-se com o «impulso explosivo intermitente» (1,8 por cento), ilustrado pelo especialista com «zangas na estrada».

O inquérito mostrou uma prevalência de 6,3 por cento de doenças psiquiátricas graves em Portugal, enquanto no líder mundial, Estados Unidos, o valor é de 7,7 por cento.

Caldas de Almeida sublinhou que uma «parte significativa» (33,6 por cento) destes casos graves não tiveram qualquer tratamento, e «estes casos precisam provavelmente de cuidados especializados», notou.

Paralelamente, referiu que apenas 35 por cento das depressões só foi tratada no ano em que se iniciaram as queixas e que a mediana mostra cinco anos entre as primeiras queixas e o tratamento. No caso das perturbações de pânico, essa mediana é de dois anos e só cerca de metade teve contacto com serviços clínicos.

«Pode ser porque as pessoas não vão ao médico por causa do estigma e da vergonha da doença», avançou Caldas de Almeida. Ao longo de toda a vida, há uma «prevalência altíssima» de 42,7 por cento de perturbações mentais.

Mulheres mais ansiosas, homens mais suicidas

Sem surpresas e em linha com outras investigações, os factores mais associados a doenças mentais são: o sexo feminino, o grupo etário entre os 18 e os 24 anos, o estado civil divorciado/viúvo ou separado e o nível baixo/médio de literacia.

O estudo teve uma amostra total de 3849 indivíduos adultos de 258 localidades, tendo os inquéritos sido realizados por 150 entrevistadores, que chegaram a ter inquéritos com uma duração de quatro horas.

Espera-se para «breve» o relatório nacional que, segundo a Alta Comissária para a Saúde, Maria do Céu Machado, pode ajudar a melhorar a actuação das autoridades. A responsável repetiu o alerta para se «desenvolverem estratégias diferentes» em função do género: «as mulheres são mais susceptíveis de serem ansiosas, mas os homens lideram as taxas de suicídio».

TVi24

Cortaram milhares de árvores para casais não fazerem sexo no local...

Em Darwen, o que foi outrora uma paisagem natural agradável é hoje um descampado.


Parque da Cidade do Porto

Cerca de seis mil árvores foram cortadas em Darwen, no Reino Unido, para evitar que o parque continuasse a ser o destino de vários casais que iam ao local para fazer sexo, conta o «Telegraph».

Algumas das árvores corriam o risco de cair por si só, mas a polícia e a Câmara local admitem que o verdadeiro objectivo foi desencorajar os jovens amantes.

«Já ouvi dizer que desde que as árvores foram cortadas, o local acalmou muito!», disse o vereador Jean Rigby.

TVi24

Carta de Hitler vendida em leilão por nove mil euros...

Carta de Hitler vendida em leilão por nove mil euros

Comprador diz que pagaria até 55 mil euros pelo documento. A carta expressa a vontade do líder nazi em estabelecer relações ?verdadeiramente cordiais? com o Reino Unido, 13 anos após o fim da Primeira Guerra Mundial.

?Ficaria contente se a infeliz psicose de guerra pudesse ser ultrapassada de tal forma que fosse possível criar uma relação verdadeiramente cordial entre o povo britânico e alemão, tão desejada por mim e pelo meu movimento?. As palavras são de Adolf Hitler, datam de 1931 e estão registadas numa carta vendida ontem em leilão pela Bonhams por oito mil libras (cerca de nove mil euros).
Escrita à máquina 13 anos após o fim da Primeira Guerra Mundial, a carta é a resposta a um convite de um jornalista britânico do jornal Express, que pediu a Hitler para escrever um artigo sobre a crise económica que o Reino Unido atravessava na altura.
Apesar de ter declinado a proposta por não querer parecer ?presunçoso? ao olhos do povo britânico, Hitler mostrou-se ?honrado? e agradeceu o convite ?gentil?.
O comprador do documento, dono de um museu sobre a Segunda Guerra Mundial nos Estados Unidos, considerou a compra uma ?pechincha incrível?. Kenneth Rendell disse que estaria disposto a a pagar até 50 mil libras (cerca de 55 mil euros).
De acordo com Rendell, a carta mostra que “Hitler pensava que Reino Unido e a Alemanha deveriam mesmo trabalhar juntos.”

DN

Jovem de 16 anos despedida no Facebook...

As redes sociais são um meio inestimável de comunicação além fronteiras. Mas têm tanto de atractivo como de perigoso. Uma britânica de 16 anos foi despedida com uma mensagem publicada no seu perfil do Facebook.


Jovem de 16 anos  despedida no Facebook
Mensagem de despedimento publicada no Facebook

Chelsea Taylor ficou incrédula quando leu a mensagem deixada no seu Facebook, dia 13 de Março, por uma das responsáveis da cafetaria onde trabalhava aos sábados, em Leigh, no Reino Unido. Num espaço virtual que é dedicado a conversas entre amigos, leu a informação que tinha sido despedida.

O despedimento foi transmitido numa linguagem amigável e com termos normalmente utilizados na Internet, em que as regras de escrita se simplificam e distanciam do que é ortograficamente correcto.

A autora da mensagem, Elaine Sutton, explica que não conseguiu contactar Chelsea por telefone e que estava a ser despedida por ter perdido uma nota de 10 libras (cerca de 11 euros), cujo valor acabou por estar em falta na caixa ao fim do dia. Pede ainda à jovem que passe na cafetaria para acertarem as contas. No final, a chefe lamenta ter de tomar esta decisão e manda dois beijos.

“Até uma mensagem de texto SMS (para o telemóvel) teria sido melhor que o Facebook. Não tiveram coragem de mo dizer na cara”, disse Chelsea indignada. Também a Imprensa britânica tentou uma declaração da cafetaria “Lancashire Tea Room”, onde a jovem trabalhava, mas sem sucesso.

“É repugnante despedir um jovem trabalhador através do Facebook, é terrível e cruel”, considerou a mãe de Chelsea, Nicola, de 37 anos, que é gestora de uma empresa de táxis. “Não posso acreditar que nem sequer tiveram a decência de lhe dizer por telefone”, acrescentou a progenitora, furiosa com a linguagem utilizada na mensagem, repleta de erros ortográficos.

“Que mensagem passa para os jovens que esperam arranjar emprego o facto de ser despedir alguém pelo Facebook? Já é tão difícil para os adultos conseguirem trabalho”, salienta Nicola.

“A minha filha ficou devastada quando se apercebeu que tinha perdido o dinheiro, mas acidentes acontecem”, defende. “Disse-lhe para ser honesta e contar o que tinha acontecido. Ofereci-me para repor o valor mas o gerente assegurou que não havia problema”. No entanto, ao final do dia, Chelsea leu a mensagem que a tornou, provavelmente, na primeira pessoa no Reino Unido a ser despedida pelo Facebook.

JN

A doença obriga-a a fazer sexo ao ar livre...

Danielle Vincely revela a sua estranha fobia sexual


Sexo

Há quem o faça por fantasia ou diversão, mas Danielle Vincely garante que para ela não tem piada nenhuma. Fazer sexo ao ar livre é a triste sina desta britânica de 24 anos, que sofre de uma estranha fobia sexual, conta o «News of the World».

«Os homens, ao princípio, adoram. Eles acham excitante fazer amor sobre as estrelas na floresta, na praia, no parque ou no carro. Mas depois eles cansam-se, especialmente quando chove, e deixam-me», desabafou.

Segundo a jovem, o problema começou quando perdeu a virgindade, aos 18 anos, com o seu primeiro namorado, dentro de casa. «Sonhei que a minha primeira vez ia ser perfeita e romântica, mas odiei cada momento. Entrei em pânico e só queria que acabasse», afirmou.

Danielle descreve a sensação de fazer amor debaixo de um tecto como um choque em que se sente sempre prestes a desmaiar.

Os médicos já lhe receitaram anti-depressivos, mas a britânica prefere continuar a arriscar ao ar livre.

TVi24

Pai morre após tomar viagra para abusar da filha...

Pai morre após tomar viagra para abusar da filha

Família sabia que chileno abusava de rapariga de 14 anos com a qual já tivera um filho.

Juan Carlos Valdés Traimaqueo foi encontrado morto com uma overdose de viagra num quarto de um motel de Villarrica, no Sul do Chile. Uma história banal se não fosse o facto de o homem de 40 anos ter tomado os comprimidos com o intuito de abusar da filha, de 14 anos.
A Brigada de Delitos Sexuais e de Menores, chamada a investigar a história, descobriu que o homem já violava a rapariga há pelo menos dois anos, tendo esta engravidado mais ou menos nessa altura e tido a criança entretanto.
Os abusos foram-se repetindo até à morte de Traimaqueo num motel clandestino, que funcionava nas traseiras de um restaurante.
A juntar ao escândalo que este caso está a gerar no Chile está o facto de a família da menor saber das violações e não ter denunciado Traimaqueo para não estragar a sua reputação de bom pai de família.
A menor, que diz não se recordar quando começaram os abusos, "assumia-os como uma coisa normal", explicou a polícia ao diário La Nación.

DN

sexta-feira, 26 de março de 2010

Primeira pagina - 26 - 03 - 2010

viseu - Duas toneladas “doces” com figuras em tamanho natural...

Via Sacra esculpida em chocolate

Na igreja do Seminário Maior da cidade estão expostas 11 esculturas em tamanho natural que lembram a crucificação de Cristo.

O espisódio relatado na Bíblia como a crucificação de Cristo – tido para muitas religiões como a 12ª estação da Via Sacra – está exposto de uma forma original na igreja do Seminário Maior de Viseu, junto ao Largo de Santa Cristina. Oito figuras e três cruzes em tamanho natural, feitas e esculpidas solidamente em chocolate preto e branco estão expostas na entrada do templo e constituem uma atracção a Viseu na quadra pascal que se comemora.

A maior broa do mundo

O pasteleiro viseense José Carlos Ferreira, proprietário de uma conhecida pastelaria da cidade e autor de outras façanhas (a maior broa do mundo e muitos outros recordes de pastelaria que tiveram entrada directa no livro Guiness de recordes) foi o autor da ideia de criar as figuras bíblicas em chocolate.
Ao centro do conjunto, que produz um cheiro a chocolate e doces na igreja, está Jesus Cristo na cruz central. A imagem de Cristo é representada em chocolate branco, com corante alimentar a representar as feridas do corpo, conforme o relato bíblico. Em redor, a mãe, Maria, Maria Madalena, o apóstolo João, dois soldados romanos e outras personagens bíblicas do episódio da crucificação.

Chocolate negro

As figuras são em tamanho natural e feitas em chocolate negro (exceptuando o Cristo). A ora foi pensada por José Carlos Ferreira e realizada por outros mestres pasteleiros de vários países e também por escultores portuguess.
“Era um projecto antigo que tinha e que demorou alguns meses a fazer”, disse José Carlos Ferreira ao DIÁ- RIO A BEIRAS.
Todas as figuras foram moldadas em chocolate maciço exceptuando uma estrutura central. O chocolate foi derretido até aos 50 graus e utilizado para ser moldado entre os 30 e os 20 graus centígrados.
Na exposição, os visitantes têm a possibilidade de provar pequenos rebuçados de chocolate, moldado na hora pelos pasteleiros que construíram a obra.

Futuro Museu do Açúcar

De acordo com José Carlos Ferreira, a obra destina-se a celebrar a Páscoa mas não será destruída no final do período pascal (o tempo em que dura a exposição). O futuro Museu do Açúcar, que será criado em breve na cidade de Viseu, albergará as esculturas elaboradas para a exposição.
A ideia dos pasteleiros e escultores é a de perpetuar em chocolate as principais figuras que se vêm nas igrejas nos quadros de crucificação de Cristo.

As Beiras

Condutor de camião dá a carro um empurrao em 90 km/h...

Bebé espancado nos EUA …

Uma babysitter foi apanhada, em flagrante, a bater brutalmente num bebé de 11 meses. Aconteceu na cidade norte-americana de Jacksonville, na Florida.



RTP

Assaltante atraía vítimas com anúncios na Internet...

A Polícia Judiciária do Norte deteve um assaltante que atraía vítimas anunciando na Internet a venda de computadores e televisores a preço convidativo e que depois ameaçava-as com uma pistola de ar comprimido.

De acordo com informações policiais , o assaltante, de 19 anos, marcava os supostos encontros de negócios em locais discretos, acabando por coagir as vítimas com a pistola de ar comprimido "que tinha o aspecto de ser arma de fogo" para lhes entregarem bens pessoais.

Pelo menos duas pessoas foram vítimas deste estratagema, em crimes perpetrados nos dias 11 e 12 deste mês, na Maia.

Uma das vítimas ficou sem um computador e quase 500 euros, enquanto que outra foi desapossada de dois telemóveis e de cerca de 450 euros.

A polícia apreendeu ao suspeito a pistola associada aos crimes, recuperando o computador e os telemóveis subtraídos.

DN

Condenado a prisão perpétua membro das SS de 88 anos Um tribunal alemão condenou hoje Heinrich Boere, de 88 anos, antigo membro das SS nazis...

Condenado a prisão perpétua membro das SS de 88 anos

Um tribunal alemão condenou hoje Heinrich Boere, de 88 anos, antigo membro das SS nazis a prisão perpétua pelo triplo assassínio de civis holandeses numa operação de "extermínio", durante a Segunda Guerra Mundial.

Como membro do comando de extermínio "Silbertanne" das SS, maioritariamente composto por voluntários, Boere participou, em 1944, no assassínio de três civis holandeses - Breda, Voorschoten e Wassenaar -, alegando que apenas cumpriu ordens.

Os juízes do tribunal da cidade alemã de Aachen aceitaram o pedido de pena proposta pela Procuradoria, enquanto a defesa requereu a absolvição, argumentando que Boemer já tinha sido processado no passado pelos mesmos crimes.

Boere, número seis da lista dos mais procurados do Centro Simon Wiesenthal - dedicado a documentar as vítimas do holocausto -, foi condenado a prisão perpétua pelos assassínios de 1944.

Boere afirmou que não tinha outra alternativa se não cumprir as ordens que recebia, para matar os seus conterrâneos.

"Como simples soldado, aprendi a executar ordens", afirmou Boere, em dezembro.

"Estava consciente de que se não cumprisse as ordens estaria a quebrar o meu juramento e seria executado", disse em tribunal.

A tarefa "não foi muito difícil. Foi só puxar o gatilho", afirmou em 2008, em declarações à revista alemã Focus. Dois anos antes, em declarações à revista alemã Der Spiegel, Boere explicou que estava a matar "terroristas". "Na altura, pensávamos que estávamos a fazer o que era certo", acrescentou então.

Heinrich Boere vive em liberdade há mais de 60 anos na Alemanha, onde reside, agora, numa casa de repouso.

Nascido na Holanda, Boere ingressou nas forças especiais SS em 1940, sete anos mais tarde foi para a Alemanha.

Perdeu a cidadania holandesa após ter sido condenado à morte em 1949, à revelia por um tribunal especial em Amesterdão. A condenação à morte foi comutada posteriormente para prisão perpétua.

Em 1980, a Alemanha recusou a extradição para a Holanda, justificando então que não sabia determinar se ele era apátrida ou um cidadão alemão.

DN

Preço da carta de condução aumenta até 300 euros...

Novas regras vão encarecer cartas até 30%. Segundo escolas, problema está nos exames e não nas aulas

O Governo quer que os alunos tenham pelo menos 32 horas de aulas e guiem mil quilómetros antes de fazer o exame de condução. As escolas avisam que a carta vai ficar mais cara 20 a 30%. O IMTT monitorizará à distância as aulas dadas para evitar fraudes.

Entre as principais alterações no ensino da condução propostas pelo Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (IMTT) está a imposição de um mínimo de 32 horas de aulas - e não 32 aulas, como actualmente - e mil quilómetros percorridos para o aluno ser elegível para o exame de condução de categoria B e B1 (automóveis ligeiros e quadriciclos). Uma imposição excessiva e que vai encarecer a carta, afirmam as escolas.

Para o presidente da Associação Portuguesa das Escolas de Condução (APEC) é "completamente absurdo" e "impossível" de atingir um mínimo de mil horas de condução antes do exame, uma vez que as aulas também são compostas por manobras e não apenas por "andar em estrada". Alcino Cruz diz, ainda, que a proposta "não tem razão de ser" e que "quem pensou nisso não tem noção nenhuma do que é o ensino da condução".

Também o o presidente da Associação Nacional dos Industriais do Ensino de Condução Automóvel (ANIECA) considera mil quilómetros demasiado. "Actualmente, nas 32 aulas de 50 minutos exigidas, um aluno conduz, em média, entre 300 a 400 quilómetros. Para cumprir as mil horas, um aluno com um ritmo de aprendizagem lento necessitará de 60 ou 70 horas", antecipou, ao JN, Eduardo Vieira Dias. É por esse motivo - e apesar de considerar que será introduzido mais rigor -, que o responsável propôs ao IMTT um mínimo de 600 quilómetros.

Segundo Eduardo Vieira Dias, a imposição de mil horas de condução também implicará um aumento entre 20 a 30% no preço final da carta de condução que, hoje, oscila entre 500 e mil euros.

Já o presidente do Automóvel Clube de Portugal (ACP) preferiu colocar a tónica nos exames. "Para o ACP, não interessa quantas horas as pessoas fazem nas escolas. O que é importante é que os exames sejam super-rigorosos e que possam ser feitos em vários ambientes diferentes de condução", disse Carlos Barbosa, mencionando "cidades, auto-estradas e horas de ponta".

"Isto, sim, é que tem de ser bem regulado. O resto é uma maneira de 'financiar' as escolas", acrescentou. Carlos Barbosa defendeu, ainda, uma mudança dos "conteúdos" do ensino. Caso contrário, disse, os mil quilómetros obrigatórios "não servem para nada".

Eduardo Vieira Dias partilha aquele ponto de vista e considera que os exames deviam ser "mais rigorosos e objectivos". Defende, ainda, que os dispositivos de monitorização que irão registar as horas, quilómetros e trajectos dos alunos durante a aprendizagem (ver ficha) deveriam ser colocados nos carros de exame. "Em muitos centros de exame os 40 minutos não são cumpridos. E, com este equipamento, não seriam necessários os pontos de passagem obrigatória que já são conhecidos por todos", justificou.

Carlos Barbosa, por sua vez, considera que "o novo esquema de controlo das lições práticas tem ainda de ser testado, para se ter a certeza de que não há fraudes".

JN

Criança nasceu com 31 dedos...

Mutação genética está na origem do crescimento anormal do menino.




Uma criança na China nasceu com 31 dedos, 15 nas mãos e 16 nos pés, noticia a edição britânica do jornal «Metro».

Aos seis anos o menino aguarda por uma operação, no hospital de Shenyang, para poder remover os dedos extra.

De acordo com os especialistas o crescimento anormal deve-se a uma mutação genética.

Apesar de pouco usual, a criança chinesa não é caso inédito. Na Índia, duas crianças nasceram com 25 dedos.

TVi24

Presidente do Barça quer independência...

Presidente do Barça quer independência

Laporta junta-se a partido independentista. Defende exército próprio na região e o fim do castelhano como língua oficial.

O presidente do Barcelona, Joan Laporta, deverá candidatar-se às eleições autonómicas catalãs (Generalitat) de Novembro por uma formação independentista, o Reagrupament, que defende um exército, um corpo diplomático e duas línguas, catalão e aragonês. O castelhano deixa de ser idioma oficial.

Laporta surgiu domingo junto dos dirigentes do Reagrupament e fez declarações que apontam para aquele apoio. No entanto, o presidente do Barça só anunciará as suas ambições políticas em Junho. Não é impossível que acabe por ser apoiado pelos republicanos ou até pelos conservadores da CiU, que venceram em 2006.

O Reagrupament surge nas sondagens com pouco mais de 1,4%. Esta formação é chefiada por Joan Carretero e junta descontentes da Esquerda Republicana (ERC), partido que na óptica dos independentistas fez cedências no Estatuto da Catalunha.

As sondagens dão pouca expressão ao Reagrupament, mas o presidente do Barça pode valer mais de 17% dos votos. "O que falta saber é quantos somos", afirmou Laporta numa reunião do Reagrupament. "Se somos uns 20% ou 30% ou 40%, os que apoiam a independência da Catalunha, e se devemos ir juntos. Não ajuda nada que haja por aí umas almas livres que façam a guerra por sua conta." Na óptica do popular presidente, "chegou a hora de dar um passo adiante, um passo na direcção da acção política".

A intervenção foi interpretada pelos jornais espanhóis como a de um candidato à liderança do Governo Regional, mas também algo mais: "Ter um Estado próprio não é uma utopia. A Catalunha morre, estão a matá-la", disse ainda, numa referência ao que os independentistas consideram ser excesso de cedências na definição do estatuto autonómico.

DN

quinta-feira, 25 de março de 2010

Primeira pagina - 25 - 03 - 2010...

Internet ameaça animais raros ...

Internet ameaça animais raros

World Wide Web veio facilitar o comércio, ao tornar acessível e anónima a compra de espécies exóticas.

Uma bala disparada por um caçador pode matar um elefante, alimentando o comércio ilegal de marfim. Mas são os meios que permitem a venda deste que realmente fazem funcionar o mercado. Agora há uma nova ameaça emergente para as espécies exóticas: a Internet. Os conservacionistas defendem que, actualmente, é fácil comprar e vender qualquer coisa, desde leões bebés vivos a peles de ursos-polares, em leilões e salas de conversa.

O caso foi apresentados na conferência da Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (CITES), que reuniu 175 países na capital do Qatar, Doha, que começou a 13 deste mês e termina na próxima quinta-feira. "A Internet está a tornar-se o factor geral dominante nas trocas mundiais de espécies protegidas", disse à BBC News Paul Todd, do Fundo Internacional para a Protecção dos Animais (IFAW, na sigla inglesa). Para o conservacionista, existem milhares de espécies que são diariamente comercializadas na Internet. Isto acontece porque os vendedores e compradores se aproveitam do facto de estarem anónimos -e também do gigantesco mercado mundial -, algo que só a World Wide Web pode fornecer.

As autoridades, que tentam detectar vendas ilegais, dizem que o problema é quase impossível de quantificar. Segundo eles, os Estados Unidos serão o maior mercado, mas a Europa, China, Rússia e Austrália também têm um papel importante no tráfico.

No domingo, os delegados presentes na conferência votaram uma lei para banir o comércio internacional de uma espécie rara de salamandra iraniana, o tritão-imperador-manchado, que o WWF (Fundo Mundial para os Animais) diz que foi completamente devastado pelo comércio feito pela Internet.

Apesar disso, tentativas mais abertas de banir o tráfico de ursos-polares, atum-rabilho (ou vermelho) e corais raros resultaram em nada, deixando os activistas ambientais desiludidos.

Uma proposta deixada pelos Estados Unidos e pela Suécia para regular o tráfico de corais-vermelhos e rosa - que são utilizados para se fazer joalharia de luxo e que são vendidos largamente pela Internet - também acabou rejeitada.

Segundo os delegados que votaram contra esta ideia, seriam as populações de pescadores pobres das comunidades, que capturam estes corais para vender, os principais prejudicados com o aumento dos regulamentos.

Diário de Noticias

Filha faz um tributo a mae que morreu de cancro cervical...

Sarah Phillips com 16 anos de idade tornou-se uma sensacao na Internet.
Sarah, e de Chiswick(Londres),com pequenas notícias usadas dos vídeos da família e gravadas a canção em seu telefone móvel. Recebeu dez milhares de batidas na correia fotorreceptora e está esperando agora converter aquelas em transferências da mobilização de fundos.

Jovens plantaram árvore do Centenário da República...

Dezenas de alunos das escolas do 1.º Ciclo do Ensino Básico de Farminhão e Tondelinha ajudaram ontem o vice-presidente da Câmara de Viseu, Américo Nunes, a plantar um carvalho, espécie autóctone conhecida por se tornar numa árvore de grande porte ao longo de dezenas de anos.

A iniciativa realizou-se no âmbito das comemorações do Dia Mundial da Floresta, assinalado ontem, e o local escolhido para a acção foi o Parque Linear do Rio Pavia, mais concretamente o jardim junto aos antigos Moinhos da Balsa, que agora albergam o Centro de Monitorização e Interpretação Ambiental (CMIA).

Pouco depois das 11h00, Américo Nunes tirou o casaco e colocou "mãos à obra", plantando com a ajuda dos jovens um carvalho com mais de três metros de altura. O buraco já estava feito, pelo que "só" foi preciso colocar o carvalho no local e começar a encher o buraco com terra. Enquanto o vice-presidente da autarquia segurava a árvore, os jovens, apoiados pelos funcionários da autarquia, iam puxando a terra para cobrir as raízes, recorrendo a uma enxada de grandes dimensões.

Com mais ou menos jeito, os rapazes das duas turmas rapidamente cobriram as raízes, regando de seguida a terra, para depois a calcarem bem, de forma a não haver espaços abertos entre as raízes.

Américo Nunes justificou aos alunos a escolha pelo carvalho com o facto de se tratar de uma espécie autóctone, isto é, que é da região e que deverá, se tudo correr bem, crescer ao longo de muitos anos naquele jardim, à vista de todos que passam na zona da Balsa.
Lembrou ainda que a plantação da árvore não só assinala o Dia Mundial da Floresta, mas também o centenário da República.

Diário Regional

O gráfico que virou fadista...

Natural de S. Pedro da Cova, editou um disco com 11 fados originais, inspirados no concelho de Gondomar.

Foi numa barbearia que, aos 12 anos, começou a revelar dotes de fadista. "Na Barbearia Monteiro faziam--se fados. Era tudo na brincadeira. Ia sempre ouvir e foi lá que comecei a cantar com os meus amigos, que ainda hoje são meus guitarristas, o Joaquim Martins (na guitarra) e o Manuel Baptista (na viola)", recorda, ao JN, José Giesta, agora com 62 anos.

Desde então, o fado "castiço, tradicional" foi um bichinho que nunca mais largou, apesar de não ter conhecimento de que alguém da família alguma vez tenha cantado. "Adoro cantar, mas é mais como passatempo. O fado nunca me levou a abandonar o meu trabalho", refere José Giesta que, durante 45 anos, conciliou a sua actividade profissional de gráfico com sucessivas noites de fado. "Já actuei em várias casas e até ganhei um segundo lugar numa noite de fados", sublinha, com orgulho. José Giesta até já participou na gravação de dois discos. Faltava um seu. Sonho que concretizou há dois meses, com um gostinho especial, porque todas as canções são dedicadas à sua terra: Gondomar. "Sou natural de S. Pedro da Cova. Por isso, Gondomar é a minha terra e natural fonte de inspiração", justifica, salientando que até "ainda ninguém tinha gravado nada sobre o concelho".

Daí que o disco, com 11 canções inéditas, comece precisamente com um fado dedicado a Gondomar, que diz ser o seu "berço" e o seu lar". "Filigranas são o espelho deste bonito concelho, cidade do meu país. São de uma rara beleza e a sua singeleza faz o seu povo feliz", canta o fadista.

"Canção para os meus netinhos" é, no entanto, a sua música preferida do disco. "Passou várias vezes na rádio e tinha sempre muitos pedidos", destaca José Giesta, que tem Fernando Farinha e Amália Rodrigues como ídolos no mundo do fado.

Agora reformado, José Giesta tem mais tempo para cantar e as actuações não faltam. "Ainda este fim-de-semana estive nos Bombeiros de Vizela", revela. Por isso, tem que cuidar da voz. O segredo é simples. "Todos os dias, bebo mais de três litros de água", diz.

Jornal de Noticias

Muro com 23.000 anos descoberto na Grécia...

Um grupo de paleontólogos gregos descobriu um muro de pedra de 23.000 anos - o mais antigo do país - numa gruta de Tessália, centro do país, informou o Ministério da Cultura.

A idade do muro, provavelmente um dos mais antigos do mundo, foi estabelecida através de um processo de detecção por luminescência óptica.


Muro com 23.000 anos  descoberto na Grécia
Muro é, provavelmente, um dos mais antigos do mundo

"A datação corresponde ao período mais frio da última época glacial, o que indica que foi construído pelos habitantes paleolíticos da gruta para se proteger do frio", afirma o comunicado do ministério.

O muro cobre dois terços da entrada da gruta, um lugar os paleontologistas escavam há 25 anos. A gruta está localizada nos arredores de Kalambaka e perto dos meteoritos sobre os quais se encontram os célebres mosteiros de Meteora.

Jornal de Noticias

Mourinho sempre à frente: já foi à Rússia espiar CSKA...



José Mourinho voltou a provar que anda sempre um passo à frente de toda. Ora no dia em que se soube que o treinador do CSKA Moscovo vai observar ao vivo o Inter-Livorno link externo, soube-se também que o português já se antecipou.

O Inter, recorde-se, vai defrontar o CSKA nos quartos-de-final da Liga dos Campeões. Para saber um pouco mais sobre o adversário, Mourinho deslocou-se à capital russa no domingo para «espiar» a equipa que vai defrontar.

O jogo opunha os dois rivais moscovitas: CSKA e Dínamo bateram-se num encontro que acabou com o marcador a zeros. Mesmo assim, Mourinho já conseguiu perceber algumas dificuldades do CSKA, que muito teve que fazer para não sofrer.

Veja o desenvolvimento da notícia no Mais Futebol link externo

TVi24

Polícias gordos vão ser despedidos...

Tolerância zero para os agentes obesos na África do Sul

O comissário nacional da polícia da África do Sul anunciou, esta segunda-feira, que os agentes com peso a mais vão ser despedidos, conta a BBC.

Desta forma, os polícias são obrigados a caber nas calças que usavam desde a academia. Quem pedir o alargamento da farda, vai receber uma dieta especial e, se no fim de um ano não emagrecerem, serão despedidos.

Segundo Bheki Cele, o objectivo é criar uma nova tradição no país, no qual a polícia é vista como ineficaz, corrupta e... gorda.

O responsável deu o exemplo ao lançar esta medida, fazendo uma série de exercícios e correndo 400 metros numa pista de atletismo.

TVi24

Liga paga 130 mil euros por segurança....

Caso mais complicado registou-se na chegada dos adeptos do Porto
Caso mais complicado registou-se na chegada dos adeptos do Porto

Incidentes: Final da Taça da Liga no Algarve

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional demarcou-se ontem das cenas de violência que decorreram antes e depois da final da Taça da Liga entre os adeptos do Benfica e do FC Porto, garantindo que vai pagar cerca de 130 mil euros (à GNR e aos stewards).

A maior operação policial montada em torno de um evento desportivo acabou por revelar falhas, com os adeptos das duas equipas a envolverem-se em confrontos físicos nas estações de serviço, portagens e imediações do Estádio do Algarve, palco do jogo (vitória do Benfica por 3-0), obrigando a uma intervenção musculada das forças de segurança.

A Liga de Clubes delegou a totalidade da segurança na GNR. Segundo fonte da Liga contactada pelo Correio da Manhã, o organismo que tutela o futebol profissional cumpriu rigorosamente todas as exigências do plano de contingência elaborado pela GNR. Entre os pedidos estava o fecho de uma das bancadas e o aumento policial. Mais, a Liga espera uma factura na ordem dos cem mil euros para pagar à GNR o serviço. Os stewards, seguranças para recintos desportivos, também serão pagos pela Liga, recebendo cerca de 30 mil euros.

A segurança foi sempre uma prioridade para a Liga, que, ao temer o pior (confrontos violentos entre claques), nesta final abriu os cordões à bolsa. Deixou que o comandante da força policial no Estádio do Algarve, o major Vítor Calado, fizesse o plano sem olhar a despesas. A factura deste ano custa o dobro da de 2009, no jogo entre o Benfica e Sporting (3-2 após a marcação de grandes penalidades).

O Benfica até retardou a entrada no túnel, ao intervalo e no final do jogo, que desta vez não teve stewards. A segurança ficou também a cargo da GNR.

MIL CADEIRAS DESTRUÍDAS

"Foram destruídas no Estádio do Algarve 900 a 1000 cadeiras, num prejuízo que calculamos entre 20 e 30 mil euros", disse ontem ao CM Macário Correia. O presidente da Câmara de Faro, que detém o recinto em conjunto com Loulé, quer agora falar com a Liga para tratar do pagamento. "Tradicionalmente são os clubes que pagam", diz.

Ainda está por fazer a contabilidade das cadeiras que foram destruídas pela claque do Porto e as que foram pela do Benfica. O CM sabe que numa primeira contagem provisória feita pelos stewards logo após o jogo foram contadas 304 cadeiras destruídas pelos SuperDragões e 200 pelas claques encarnadas.

Para além das cadeiras destruídas não foram registados quaisquer outros danos no Estádio do Algarve.

SAIBA MAIS

Caso mais antigo

A Inglaterra estreou a violência no futebol em 1885: num amigável, o Preston venceu em casa o Aston Villa por 5-0 e gerou-se uma batalha campal entre os adeptos.

10 000

Os SuperDragões são a maior claque do FC Porto. Fundada em 1986, tem cerca de dez mil associados e 110 núcleos. Fernando Madureira é o líder.

1976

A Juve Leo é a claque oficial mais antiga de Portugal. Foi fundada em 1976 pelos filhos do então líder do Sporting, João Rocha.

Sem apoio

Os No Name, o maior movimento organizado do Benfica, não têm apoio do clube.

DEZENAS IDENTIFICADAS

A GNR confirma apenas três detenções no Estádio do Algarve durante a realização da Taça da Liga. E todas relacionadas com a posse de petardos ou estupefacientes. Foram identificadas porém dezenas de adeptos dos dois clubes.

O número foi de tal forma elevado que ontem ainda estava a ser feito um balanço. Além das pessoas identificadas devido aos desacatos, houve casos outras identificadas por situações que se passaram longe do recinto do jogo. Por exemplo, "houve o caso de um indivíduo que atestou sem pagar em Albufeira", conta fonte da GNR. "A viatura foi localizada no parque de estacionamento do estádio, até tinha uma matrícula estrangeira caducada, e o proprietário foi identificado." Foram ainda contabilizados três feridos que necessitaram de tratamento mais cuidado. Um foi suturado na cabeça. A GNR desmente que tenha havido casos de ferimentos com balas de borracha.

DISCURSO DIRECTO

"MUITO POSITIVO": Major Vítor Calado, Responsável pela segurança

Correio da Manhã – Qual o balanço da final da Taça da Liga?

Vítor Calado – Penso que o balanço é muito positivo. Houve algumas situações, mas não podemos ter um agente para cada adepto.

– Uma dessas situações foi a chegada dos adeptos do Porto ao Estádio do Algarve?

– Sim, nesse caso três autocarros não foram para o estacionamento que estava previsto.

– A GNR foi surpreendida?

– Tivemos de reagir, mas fomos rápidos. Lembro-me de ver adeptos do Porto que ainda os autocarros estavam a andar e já eles corriam na direcção dos adeptos do Benfica.

– O que vai acontecer aos adeptos identificados durante os desacatos?

– Vamos fazer o levantamento e encaminhar tudo para o tribunal. Há casos de indivíduos que já estavam identificados por terem participado em situações do mesmo género no passado.

DETIDOS EM ESPANHA

Sete adeptos do Benfica foram detidos na passada sexta-feira em Espanha suspeitos de serem os autores de vários roubos em estações de serviço na auto-estrada entre Burgos e Armiñon (no norte de Espanha).

De acordo com um comunicado emitido ontem pelo Ministério espanhol do Interior, os sete autores dos assaltos têm idades compreendidas entre os 19 e os 27 anos e deslocavam-se para Portugal provenientes de Marselha, sul de França.

Os jovens adeptos do Benfica viajavam numa carrinha alugada quando foram interceptados pela Guardia Civil na madrugada da passada sexta-feira. As autoridades espanholas encontraram no interior da viatura alguns dos objectos furtados. Os portugueses foram acusados de roubo, mas a acusação pode ser bem mais grave, uma vez que uma empregada de uma das estações disse ter sido agredida por um dos portugueses.

O grupo estava a fazer a viagem de regresso a Portugal proveniente de Marselha, onde o Benfica eliminou a formação local da Liga Europa (encarnados venceram em França por 2-1 depois de terem cedido um empate em Lisboa, por 1-1).

Mais de dois mil adeptos estiveram nas bancados do Vélodrome (Marselha), sendo que muitas centenas fizeram a viagem de Portugal para França em carros particulares.

O comunicado das autoridades espanholas dá ainda conta de que o grupo é suspeito de ter efectuado outros assaltos no dia 17 de Março, quando viajavam para Marselha.

ATIRAM PEDRAS E ACABAM POR SER APANHADOS

Nove adeptos do Benfica foram identificados pela GNR junto ao Estádio do Algarve após a final da Taça da Liga por alegadamente terem atirado pedras a um autocarro com adeptos do FC Porto, na estrada em que viajavam, a caminho do jogo. “A matrícula foi comunicada às autoridades e a carrinha acabou por ser localizada no parque de estacionamento do estádio”, contou ao CM fonte da GNR.

“Foi montado um dispositivo de vigilância à viatura e os indivíduos, adeptos do Benfica, foram apanhados, depois do jogo, quando lá chegaram.”

Os nove foram identificados pela Guarda e, tal como os restantes casos de violência registados durante a final da Taça da Liga, também este vai ser remetido pela GNR para o tribunal, que decidirá se abre um processo.

ADEPTOS FURTARAM ROUPAS

Quatro mulheres e um homem que viajaram de Lisboa para o Algarve para ver o jogo entre o Benfica e o FC Porto foram detidos pela PSP depois de furtarem centenas de peças de roupa em lojas no centro comercial Fórum Algarve, em Faro.

Alguns elementos do grupo, ao que o CM apurou, eram adeptos do Benfica. Usavam sacos forrados a alumínio para evitar os detectores. O grupo, cujos membros tinham entre 25 e 39 anos, furtou 2300 euros em roupa. Foi detido pela Brigada de Prevenção Criminal da PSP. Segundo fonte policial, "já estava referenciado pelo mesmo crime em Almada, Odivelas e Lisboa".

OUTROS CASOS

Morte no Jamor

Em 1996, na final da Taça de Portugal no Jamor, um very-light disparado da claque do Benfica provocou a morte do adepto leonino Rui Mendes. Hugo Inácio (No Name Boys) foi condenado a quatro anos.

Autocarro incendiado

Um autocarro dos SuperDragões foi incendiado por adeptos do Benfica em 2008, no dia em que a equipa de hóquei dos dragões festejou o título nacional.

Pedradas em Alvalade

Adeptos do Sporting e do Atl. Madrid protagonizaram uma batalha campal nas imediações do Estádio de Alvaladeno passado dia 18 antes do jogo para a Liga Europa.

NOTAS

SAÍDA: TELHAS E PEDRAS

Quando abandonavam o Estádio, após o jogo, elementos dos SuperDragões atiraram telhase pedras a populares que comemoravam a vitória do Benfica na zona do Esteval, junto ao recinto

TIROS: GNR ACUSADA DE FERIR

Dois adeptos do FCP garantiram que tinham ficado feridos com balas de borracha disparadas pela GNR com shotguns. A Guarda diz que todos os feridos resultaram de pedradas ou quedas

NOITE: VIGILÂNCIA APERTADA

Além da segurança em torno dos autocarrose junto ao Estádio do Algarve, a GNR patrulhou com especial atenção as zonas de Vilamourae Albufeira na noite de sábado para domingo

ASPIG: FALTA MEIOS

A Associação Sócio-Profissional Independente da Guarda pensa que foi um bom trabalho apesar da falta de meios. "Devia haver shotguns para todas as patrulhas", dizem

APG: PROFISSIONALISMO

A Associação Profissional da Guarda defendeu ontem os militares da GNR que participaram na segurança do estádio e revelou "orgulho no profissionalismo do efectivo"

Correio da Manha

quarta-feira, 24 de março de 2010

Primeira pagina - 24 - 03 - 2010...

Pressão para ajuda à Grécia aumenta na UE e deixa Alemanha mais isolada ...

O presidente da Comissão Europeia, a Espanha, a Itália e a França manifestaram o seu apoio a que seja aprovado um plano europeu para ajudar a Grécia a superar a sua dramática crise de finanças públicas, aumentando a pressão sobre a Alemanha, que continua reticente.
Durão Barroso considera que se a situação se mantiver a estabilidade da zona euro fica ameaçada

">

Durão Barroso considera que se a situação se mantiver a estabilidade da zona euro fica ameaçada

A posição da chanceler da Alemanha parece cada vez mais difícil, num dia em que o diário britânico Financial Times divulgou uma sondagem segundo a qual 60 por cento dos alemães se opõe a que o país ajude os gregos a ultrapassar a crise.

Durão Barroso deu uma entrevista ao jornal alemão Handelsblatt onde pede a Ângela Merkel que se erga acima da política doméstica e dê o seu acordo a um plano de segurança financeira com o objectivo de ajudar a muito endividada Grécia e preservar a união da zona euro. “Não podemos continuar como estamos, pois isso ameaçaria a estabilidade da zona euro e encorajaria a especulação”, disse na entrevista, publicada hoje e citada pela Reuters.

Também a Espanha, que actualmente preside à UE, juntou a sua voz à de Barroso, pedindo a aprovação de um plano de ajuda à Grécia durante a cimeira de líderes europeus marcada para esta semana. “A presidência espanhola vai trabalhar para isso”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros à AFP.

Também hoje, os ministros dos negócios estrangeiros da França e de Itália disseram por seu lado apoiar uma ajuda à Grécia, para o país ultrapassar a sua crise orçamental, distanciando-se assim da Alemanha, que por enquanto recusa qualquer envolvimento. A Alemanha, a França, a Itália e a Espanha são os principais países da zona euro, representando uma grande maioria da sua população e economia.

A Grécia e a Comissão insistem em que os chefes de Estado e de governo dos 27 países da UE adoptem na cimeira de quinta e sexta-feira, em Bruxelas, um mecanismo de ajuda financeira à Grécia, para ser só utilizado em caso de necessidade.

O mecanismo pretendido por Atenas – que pretende ser um sinal para acalmar os mercados – inclui empréstimos de países da zona euro a taxas inferiores às que os gregos têm de pagar actualmente nos mercados.

Alemães hostis ao euro

Segundo a sondagem publicada hoje pelo Financial Times, e que faz a manchete do jornal, uma maioria ligeiramente superior a 60 por cento de alemães opõe-se a que o seu Governo ajude a Grécia. Este é o maior valor obtido na sondagem, que abrange as cinco maiores economias da UE (Alemanha, França, Reino Unido, Itália e Espanha).

Perto de 40 por cento dos alemães consideram mesmo que o país estaria melhor se saísse do euro, face a cerca de 30 por cento que pensam que não estaria nem melhor nem pior e a outros 30 que pensam que ficaria pior. Na França, Itália e Espanha o apoio à saída do euro é menor que na Alemanha, sendo sempre superado pelos que acham que os seus países ficariam pior.

Por outro lado, 30 por cento dos alemães pensam que se devia pedir à Grécia que deixasse o euro até resolver a situação das suas finanças públicas – valor também superior ao dos outros países considerados.

A ficha técnica da sondagem revela que foi realizada pela Harris Interactive entre 5207 adultos dos 16 aos 64 anos, em França (1067), na Alemanha (1013), na Grã-Bretanha (1123), Espanha (1002) e Itália (1002, dos 18 aos 64 anos).

O Publico

Amante condenada a pagar 6,5 milhões de euros a esposa traída...

Decisão foi tomada com base numa lei do século XIX, ainda em vigor em cinco estados americanos.

Uma americana foi condenada a pagar uma indemnização de 6,5 milhões de euros à ex-mulher do namorado. A Justiça do Estado da Carolina do Norte considerou Anne Lundsquist culpada pelo fim do casamento do casal e obrigou-a a pagar a avultada quantia, noticia a BBC.

Com base numa lei do final do século XIX, ainda em vigor em alguns estados americanos, Anne Lundquist, reitora de uma universidade de Nova York, foi obrigada a indemnizar Cynthia Shackelford, de 60 anos, por adultério e danos morais.

A sexagenária separou-se de Allan Shackelford em Abril de 2005, quando o marido já mantinha um relacionamento extra-conjugal com Anne Lundquist treze anos mais nova que Allan.

O divórcio levou Cynthia a uma situação de penúria tendo mesmo de ir morar com amigos por não ter como manter o apartamento. A queixosa referiu ainda que abandonou a carreira de professora para cuidar dos dois filhos do casal.

Por sua vez Lundquist, promete recorrer da decisão do juiz, salientando que após conheceu o advogado quando já estava divorciado.

TVi24

Três mil voluntários eliminaram 557 lixeiras espalhadas pelo distrito ...

Quase cinco centenas
de voluntários passaram
o sábado a limpar
as matas no concelho
de Viseu. A chuva que
caiu não desmobilizou
as pessoas que, desde cedo, foram distribuídas por vários locais
das 66 lixeiras que foram
sinalizadas. A iniciativa "Vamos Limpar Portugal" teve uma grande adesão
e foi considerada um
sucesso. As matas
ficaram mais limpas
e o meio-ambiente
"agradeceu"

SR
Domitília Lima acordou cedo e, juntamente com a filha, já estava operacional às 8h30m para começar a tirar o lixo acumulado em vários pontos na freguesia de S. João de Lourosa. A meio da tarde, e mesmo com o tempo a não ajudar, já estavam a limpar a terceira lixeira.
"Estamos cansadas, já fizemos uns bons sacos de lixo, já enchemos vários carros com entulho", disse visivelmente fatigada, mas satisfeita, uma das centenas de voluntárias que ocuparam o seu dia de sábado à natureza. "Nem a chuva nos desmobilizou. Eu e a minha filha, assim como outros, ficámos todos molhados, mas foi só mudar de roupa e voltámos a colocar mãos-à-obra".
A voluntária foi confrontada com uma realidade que não estava à espera. "Verificámos que o lixo é tanto que até já está estratificado na própria terra", disse, apelando ao civismo das pessoas para terem mais cuidado com o meio-ambiente.
A voluntária fez parte de um dos sete grupos que estiveram espalhados por várias freguesias do concelho. Desde escolas, a associações, bombeiros, escuteiros, foram muitos os que se associaram e escolheram um dia do fim-de-semana para se dedicarem à floresta.
Segundo Isabel Aparício, uma das coordenadoras locais da iniciativa, no período da manhã, apesar de algumas paragens por causa da chuva, já tinham sido recolhidas 23 mil toneladas de lixo.
A responsável admitiu não estar à espera de encontrar tanto lixo. "Fiquei estupefacta com tanto lixo e com o tipo de coisas que as pessoas deixam assim sem mais nem menos", desabafou.
Em sentido inverso, disse ter ficado positivamente surpreendida com a grande adesão à iniciativa, lembrando que o objectivo do projecto é a educação da cidadania para o ambiente e alertar as pessoas para deixarem de ter comportamentos que atentam contra a natureza. Por isso, Isabel Aparício espera que a iniciativa não se volte a repetir, pois será um sinal de que os comportamentos se alteraram.

O melhor é não sujar
De pá ou com as mãos, Fernando Ruas foi um dos voluntários que ajudou a limpar, em pouco mais de 15 minutos, uma lixeira enorme que estava junto às piscinas de Cabanões. Desde sofás, a louças sanitárias, passando por entulho de obras, o autarca viseense, juntamente com mais um grupo de cerca de 20 voluntários, entre eles o presidente da Junta de Freguesia de S. João de Lourosa, limparam o local num instante.
"Olha, alguém tirou um bom no teste e mesmo assim atirou-
-o para o lixo", comentou o autarca, enquanto ia lançado o lixo para uma das viaturas disponibilizadas pela autarquia.
Fernando Ruas enalteceu a iniciativa "Limpar Portugal", mas deixou o conselho de que "o melhor mesmo é não sujar".
"Estou convencido de que muitos dos poluidores nem sequer cá estão. Quem aderiu foram as pessoas que se incomodam com esta situação. Espero, pelo menos, que sirva de motivação aos prevaricadores. Espero que quem fez esta agressão esteja em casa a incomodar-
-se e não o volte a fazer", desabafou o autarca.
E como a união faz a força, bastou que cada um colaborasse um bocadinho para, num instante, ficar tudo limpo. "Que fique a consciencialização para os poluidores de que estamos a agredir o planeta que é de todos. Se não tratarmos disto, mais dia, menos dia. a natureza vinga-se de nós", alertou Fernando Ruas.
O esforço e a dedicação para limpar as matas verificaram-se em todo o distrito, onde mais de três mil voluntários estiveram no terreno.
Depois desta iniciativa, todos os participantes esperam que o distrito tenha as florestas mais limpas e melhor ambiente.

Diário Regional

Sismo de 3.5 com epicentro em Mação foi sentido em vários distritos...

Um sismo de magnitude 3.5 na escala de Richter, com epicentro a oito quilómetros de Mação, foi sentido na segunda-feira em vários distritos, principalmente, em Castelo Branco, Santarém, Portalegre e Leiria.

De acordo com o IM, o sismo foi registado às 12.07 horas e "foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) nos distritos de Santarém, Castelo Branco, Portalegre e Leiria".

Segundo o IM, foi ainda sentido nos distritos de Coimbra, Guarda, Évora, Viseu e Setúbal.

Até ao momento não há registo de vítimas ou danos materiais, informa o IM.

O sismo teve epicentro a oito quilómetros de Mação, Santarém.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco disse à Agência Lusa que recebeu apenas "uma ou duas chamadas" de pessoas que sentiram o abalo.

Jornal de Noticias

Vulcão entrou em erupção no Sul da Islândia...

Um vulcão entrou no domingo em erupção no Sul da Islândia, forçando mais de 500 pessoas a abandonar a zona, anunciaram as autoridades.

"Pensamos que ninguém está perigo na região, mas criámos um plano de evacuação e entre 500 a 600 pessoas dos arredores foram retiradas das suas habitações", declarou um responsável da protecção civil, Sigurgeir Gudmundsson.

A erupção começou imediatamente depois da meia noite na região do glaciar de Eyjafallajokull, e a principal estrada de acesso foi encerrada, indicou a rádio nacional RUV.

As últimas erupções na zona deste glaciar remontam a 1821 e 1823.

Diário de Noticias

Reforma da Saúde histórica aprovada no Congresso...

Reforma da Saúde histórica aprovada no Congresso

A Câmara dos representantes norte-americana adoptou domingo um projecto de lei sobre a reforma da Saúde, oferecendo uma vitória legislativa essencial ao presidente norte-americano Barack Obama, que deve promulgar o texto rapidamente.

Os representantes adoptaram o texto, a versão aprovada pelo Senado a 24 de Dezembro, com uma maioria de 219 votos contra 212, ou seja mais três do que os 216 necessários.

Os eleitos democratas aplaudiram ruidosamente quando o 216º voto foi registado.

O texto pode agora ser enviado à Casa Branca onde será promulgado pelo presidente Barack Obama.

Os eleitos da câmara baixa devem igualmente pronunciar-se sobre uma série de alterações ao projecto de lei desejadas pela maioria democrata.

Após terem sido aprovadas pela Câmara, estas "correcções" serão enviadas ao Senado que vai tentar aprová-lo durante a próxima semana.

A reforma permitirá garantir cobertura a 32 milhões de norte-americanos que actualmente não têm qualquer tipo de sistema de saúde.

O objectivo é cobrir 95% dos norte-americanos com menos de 65 ano já que os mais idosos são cobertos por um sistema de saúde público, o Medicare.

A reforma obriga também os particulares a contratar um seguro privado, ou pelo menos a pagar uma prestação anual.

O plano garante benefícios fiscais às pequenas empresas para que financiem a cobertura de saúde dos seus funcionários, assim como fornece ajuda às famílias modestas.

Para além disso, as companhias de seguros não poderão voltar a recusar cobrir uma pessoa doente.

A reforma, com um custo de 940 mil milhões de dólares em 10 anos, deverá também reduzir o défice norte-americano de 138 mil milhões de dólares no mesmo período, segundo os números do Gabinete do Orçamento do Congresso (CBO).

Diário de Noticias

Namorados barulhentos proibidos de fazer sexo...

Gritos da mulher incomodaram criança e autoridades proibiram sexo durante a noite.

O casal de escoceses Alan e Fiona Hay está proibido pelas autoridades locais de fazer sexo durante a noite, informa o «The Sun». Segundo o jornal, a proibição deverá ser acatada entre as 22 horas da noite e 7 horas da manhã, tudo por causa do barulho.

Oficiais do conselho local foram até a residência dos Hay em Penicuik, na Escócia, e deram conta da reclamação dos vizinhos, nomeadamente , de um menino que afirmou não conseguir dormir com os gemidos de mulher.

O rapaz terá contado a história na sala de aula e a professora contou o caso na cidade. A polémica instalou-se, com Alan a defender-se das acusações: «As nossas sessões de sexo duram cinco a seis minutos. Isto não faz sentido, nós não gritamos», argumentou Alan, que tem asma e sofre de epilepsia.

«Estou furiosa. Não faz sentido um homem e uma mulher serem proibidos de fazer sexo. Fazer amor e assistir televisão são nossos únicos luxos», disse indignada Fiona ao jornal «The Sun».

Jornal de Noticias

Ténis: Portugueses fora do ‘top 100’...

Roger Federer
Roger Federer


O suíço Roger Federer mantém o primeiro lugar do ranking mundial de ténis. O melhor português é Frederico Gil na 104.ª posição.

O anúncio foi feito esta segunda-feira pela Associação de Tenistas Profissionais (ATP). A maior novidade está na saída dos três primeiros lugares do espanhol Rafael Nadal. Em segundo lugar mantém-se o sérvio Novak Djokovic e em terceiro está agora o britânico Andy Murray.

No ranking feminino, Serena Williams continua em primeiro. Em segundo lugar na tabela está agora Caroline Wozniacki, que subiu da quarta posição, e em terceiro está a russa Dinara Safina, que desceu da segunda posição.

No que toca aos tenistas portugueses, Frederico Gil é o melhor na 104.ª posição. O segundo melhor português na tabela é Rui Machado no 120.º lugar. Nas mulheres, a melhor portuguesa é Michelle Brito, na 120.ª posição, seguida de Neuza Silva, que ocupa o 211.º lugar.

Correio da Manha

terça-feira, 23 de março de 2010

Primeira pagina...

PS quer equiparar a subornos prendas para políticos...

PS  quer equiparar a subornos prendas para políticos

PS prepara lei radical. Basta um político receber uma dádiva para ser considerado suborno. Mesmo sem favor em troca

O PS quer criminalizar o recebimento de prendas por agentes do Estado, desde o mais modesto funcionário de uma repartição fiscal até ao Presidente da República. As alterações ao Código Penal necessárias para traduzir esta vontade serão apresentadas na comissão parlamentar da corrupção.

Contudo, segundo o DN apurou, o articulado que o PS prepara terá, sendo aprovado, consequências mais vastas do que a simples criminalização do recebimento de prendas - matéria ontem colocada no topo da actualidade pela divulgação pelo Sol da lista das prendas que o sucateiro Manuel Godinho ofereceu a vários políticos e gestores públicos desde 2002.

Deputados socialistas ligados a este processo legislativo disseram ao DN que se pretende criminalizar o recebimento de dádivas por qualquer agente do Estado e que não lhe sejam devidas pelas funções que ocupa. E isto independentemente de se provar ou não que a dádiva funcionou como um suborno para obter um tratamento de favor.

Dito de outra forma: o PS pretende "quebrar" a relação de causa-efeito que tem condenado ao arquivamento a maior parte das investigações por corrupção. Estas falham, não chegando muitas a reunir condições para ir a julgamento, porque, por lei, é indispensável que se faça a prova de que um determinado recebimento por parte de um agente do Estado teve como comprovada consequência a obtenção pelo pagador de um favor praticado por aquele que recebeu. Tem ser provada a causa (o pagamento) e o efeito (a acção desencadeada pelo pagamento).

Doravante, se o projecto do PS for avante bastará um agente do Estado receber uma dádiva considerada ilícita para poder ser condenado. Não tem que ficar provado que, depois de a receber, usou o seu poder para dar tratamento de favor a quem lha ofereceu e que houve uma relação directa entre uma coisa e outra.

Agora os socialistas tratam de encontrar uma fórmula legal. Dificilmente, segundo DN soube, poderá ser uma fórmula que indique um valor máximo para as dádivas passíveis de serem legalmente recebíveis. O procurador Rosário Teixeira, ouvido recentemente na comissão, e questionado sobre esta ideia pelo seu presidente, Vera Jardim (PS), desanconselhou esta solução. Porque, estabelecendo por exemplo o valor máximo em cem euros, seria inviável acusar alguém por receber uma prenda de 101 euros e não acusar outro que tivesse recebido outra inferior em dois euros.

Diário de Noticias

Escândalos de Tiger Woods chegam ao South Park...







A série televisiva norte-americana South Park é conhecida por gostar de satirizar situações embaraçosas da vida real dos mais famosos. No primeiro episódio da 14.ª temporada, emitido na passada quarta-feira, com o nome "Sexual Healing", as personagens da série estão a jogar um vídeojogo em que Tiger Woods e a sua esposa são as figuras.

O golfista é alvo de violência por parte da sua mulher e depois, quando está a fazer a conferência de imprensa para pedir desculpas, volta a ser atacado. Tudo controlado através pelos comandos de uma consola. Hilariante!

Record

Ayrton Senna faria no domingo passado 50 anos...

Ayrton Senna faria este domingo 50 anos

O tricampeão mundial de Fórmula 1, Ayrton Senna, que faleceu em Maio de 1994 num acidente em Ímola, durante o Grande Prémio de San Marino, completaria este domingo 50 anos.

Nascido em São Paulo a 21 de Março de 1960, Ayrton Senna estreou-se na Fórmula 1 em 1984, na modesta equipa da Toleman Hart, e o primeiro Grande Prémio que disputou foi em Jacarepaguá, no Brasil, a 25 de Março. Na altura acabou por ter de abandonar a corrida devido a problemas no turbo do seu carro. No ano seguinte, já na Lotus, consegue as duas primeiras vitórias da sua carreira, em Portugal e na Bélgica, obtendo ainda sete pole positions.

A 24 de Março de 1991 consegue a sua primeira vitória "em casa", ao serviço da McLaren, no circuíto de Interlagos, no Brasil.

O primeiro título mundial de Ayrton Senna foi obtido em 1988, numa renhida competição com Alain Prost, vencendo 16 provas e obtendo 13 pole positions. O bicampeonato surgiu em 1990 e o tricampeonato em 1991. Ayrton Senna entrava assim para o restrito grupo de pilotos de Fórmula 1 que se sagraram tricampeões mundiais, tornando-se no mais jovem piloto de todos os tempos a alcançar esse feito.

A 1 de Maio de 1994, a morte de Ayrton Senna choca o mundo. Um aparatoso acidente em Ímola, durante o Grande Prémio de San Marino, rouba a vida a um dos mais fantásticos pilotos de todos os tempos.

Nascido a 21 de Março de 1960, em São Paulo, cedo revelou grande aptidão para conduzir, tornando-se rapidamente num ídolo mundial respeitado por colegas e adeptos da Fórmula 1. O seu lema, desde que ingressou na Fórmula 1, era "Vencer ou vencer", porque a vitória "é o único prémio de um piloto".

Diário de Noticias

Queixas nas comunicações são "o mais preocupante"...

"Polícia" do sector pode mudar estatutos para defender consumidores, sugere Serrasqueiro

As telecomunicações tiveram a maior subida de queixas, de 2008 para 2009, sobretudo devido ao acesso à Internet. O aumento justifica uma análise mais profunda da relação entre as operadoras e os clientes, da parte do "polícia" do sector, diz Fernando Serrasqueiro.

O secretário de Estado da Defesa do Consumidor entende que o disparar de reclamações feitas no ano passado "tem que merecer alguma reflexão" ao "polícia" das telecomunicações, o regulador Anacom. No espaço de um ano, as queixas aumentaram 37% e versaram sobretudo novos serviços como o acesso à Internet e nas chamadas móveis, uma " contradição" num país que quer estar na dianteira nas tecnologias de informação, realçou.

"Em face dos resultados, a Anacom deve ponderar avançar com alguma medida ou proposta", para responder aos diferendos de consumo entre os dois intervenientes do mercado das comunicações, consumidores e prestadores de serviço, disse. A esse propósito, Fernando Serrasqueiro recordou a decisão recente do Banco de Portugal de alterar os estatutos para adoptar formalmente a responsabilidade pela defesa dos direitos dos consumidores, admitindo que a Anacom opte por seguir um caminho semelhante.

Tanto que muitos dos problemas identificados pelos consumidores não se resolvem por via legislativa, garantiu, e deu um exemplo: "se uma chamada está sempre a cair, o consumidor tem que fazer em duas ou três tentativas, pagando por isso, o que poderia ter feito numa chamada só".

Ontem, a Associação dos Operadores de Telecomunicações não quis comentar as queixas feitas contra os seus associados.

Reclamações guiam ASAE

As queixas inscritas no Livro de Reclamações têm servido à Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) para decidir uma boa parte das inspecções. "O programa informático diz qual é a fileira, a área geográfica do país, até a próproa loja com maior número de reclamações e a ASAE usa essa informação para orientar as inspecções", afiançou o secretário de Estado.

A noção de que "reclamar serve para alguma coisa" é um dos factores que tem levado ao forte aumento do número de reclamações, mas também o facto de o Governo ter vindo a alargar o âmbito do Livro de Reclamações contribuiu para que, entre 2006 e 2009, as queixas tenham mais do que duplicado (aumentaram 160%).

Neste momento, todas as entidades privadas que contactem directamente com os consumidores são obrigadas a ter sempre disponível um Livro de Reclamações. As entidades públicas dispõem de um Livro Amarelo.

Jornal de Noticias

Governo acelera combate à violência nas escolas...

Ministra anunciou medidas paraconter a violência e Cavaco elogioureposição da distinção das faltas

O Ministério da Educação está a concluir um programa de formação sobre bullying, para directores de escola e de turma, coordenadores de estabelecimento, auxiliares e pais. A ministra confirmou ainda o regresso da distinção entre faltas justificadas e injustificadas.

No debate de urgência, convocado pelo CDS, sobre violência escolar, Isabel Alçada confirmou que voltará a existir distinção entre faltas justificadas e injustificadas. A alteração ao regime de faltas, no âmbito da revisão ao Estatuto do Aluno (que o Governo anunciou para o final do mês) já tinha sido anunciada durante as negociações com os sindicatos, mas ontem a ministra garantiu essa mudança, o que levou as confederações de pais a aplaudir a medida.

Sobre o novo programa de formação, precisou a ministra à saída do Parlamento, falta definir a forma de execução mas vai avançar "muito rapidamente". Aos jornalistas, Isabel Alçada sublinhou que uma equipa de coordenadores definiram princípios científicos e técnicos e que o ME estabeleceu parcerias com diversas instituições, como de Solidariedade Social. Aos deputados, insistiu que o Governo prosseguirá "na linha preventiva e de actuação imediata". "É preciso evitar radicalismos, tanto de permissividade como de autoritarismo. Não queremos uma sociedade de rejeição". Contra os ataques da Oposição, a ministra limitou-se a enumerar os meios que o ME dispõe (como o Gabinete de Segurança e o Observatório de Segurança Escolar) e a recordar, que o Governo anunciou para o final do mês, a revisão do Estatuto do Aluno.

"Bem vinda às ideias do CDS. A sua intervenção acaba por nos dar razão", defendeu José Manuel Rodrigues, referindo-se especificamente à revisão do Estatuto do Aluno. Nenhum dos partidos da Oposição criticou a suspensão preventiva dos alunos aprovada, anteontem, em Conselho de Ministros, mas todos a classificaram de insuficiente. As estratégias de combate à violência escolar dividiram Esquerda e Direita.

"A lei não acaba com as agressões, mas a lei tem de ser firmemente dissuasora das agressões", afirmou Teresa Caeiro. A deputada do CDS acusou o Governo de "estar sempre a desculpar os infractores". Tanto populares como social-democratas insistiram na responsabilização das famílias.

BE, PCP e PEV acusaram o CDS de defender uma estratégia "punitiva e autoritária". Ana Drago, Rita Rato e Heloísa Apolónia insistiram na falta de recursos humanos, nomeadamente de auxiliares de acção educativa e na urgência de se reduzir o número de alunos por turma. Em bloco, a Oposição defende a criação de equipas multidisciplinares nas escolas. A ministra alegou que já existem nas direcções regionais de educação.

Cavaco satisfeito com revisão

O Presidente da República congratulou-se com "o facto de agora se ter chegado à conclusão" que é preciso rever o Estatuto do Aluno, considerando que é preciso aprender com as "experiências negativas" sobre violência nas escolas.

Defendeu que é preciso aprender com as "experiências negativas" que de vez em quando são conhecidas sobre violência nas escolas, nomeadamente entre estudantes e de estudantes em relação a professores. "Eu penso que alguma coisa terá que ser feita para combater esta situação", acrescentou Cavaco Silva, um dia depois de mais uma agressão escolar, em Gondomar, onde uma aluna esmurrou e mordeu uma docente e de um outro caso semelhante, em Coruche (ler textos ao lado).

Incidentes que engrossam as estatísticas do programa "Escola Segura", a cargo da GNR e da PSP. Dados relativos ao ano lectivo de 2008/2009, apenas da responsabilidade da primeira força, apontam para um ligeiro aumento das ocorrências nas escolas. Segundo Rogério Cupeto, responsável da GNR pelo programa, os casos de "índole criminal e outros não criminal" aconteceram tanto dentro dos estabelecimentos, como no percurso escola - casa. "O aumento também se pode dever ao facto dos militares terem mais visibilidade e isso ajudar a que participem as ocorrências", disse.

Jornal de Noticias

Voluntários limpam mais de 13 mil lixeiras ...

Voluntários limpam  mais de 13 mil lixeiras
Projecto "Limpar Portugal" mobiliza mais de 100 mil pessoas em todo o país

No início, era "um grão". Agora deverão ser mais de 100 mil cidadãos. Armados de luvas, ancinhos, pás e retroescavadoras, vão "limpar Portugal". De vez? Para já, querem remover mais de 13 mil lixeiras, muitas delas com anos. O civismo e as autoridades que cuidem do futuro.

"Era só um grão de areia e, de repente, ganhou esta dimensão!". Albertina acompanha o marido em mais um azafamado intervalo para almoço nos empregos. O "todo-o-terreno" está pejado de "big-bags", não cessam as tarefas de organização da operação "Limpar Portugal". Em todo o país, milhares de activistas ultimam preparativos, certificam-se de apoios - milhares de entidades públicas e privadas cedem meios (luvas, máscaras, ferramentas, máquinas, viaturas, pessoal), imprimem cartazes e folhetos, fornecem refeições…

Mais de 100 mil voluntários estarão a remover lixeiras em matas, na berma das estradas, em becos, pelos montes, até nas praias. "Só a Autoridade Nacional de Protecção Civil vai ter 40 mil pessoas, o Exército colabora nos concelhos onde tem unidades, há escuteiros, juntas de freguesia, câmaras, associações, empresas…". Nuno Mendes, 38 anos, técnico de logística numa empresa de telecomunicações nem sonhava esta dimensão para a ideia que lançou, em Julho, na rede social do clube todo-o-terreno de que faz parte.

Mal recebeu um "mail" com um vídeo da operação "Limpar a Estónia", colocou-o na rede do clube LandMania. Perguntou, no "assunto": "Para quando em Portugal?". Rui Marinho, presidente, reagiu: "É para já!". Paulo Torres, outro membro do clube, com quatro mil aficionados, juntou a ideia de uma rede social. "Quem anda de 4x4, ou de BTT, ou a pé pelos montes apercebe-se muito das lixeiras que existem", conta Nuno Mendes. Nem é preciso sair de junto da porta. A lixeira onde o fotografámos está a 500 metros do seu local de trabalho, em Vila Nova de Famalicão, descaradamente à vista, na berma da estrada.

No concelho, há mais de 340 recenseadas pelos voluntários. É o quarto no "top-ten" nacional das lixeiras referenciadas (infografia). À frente, está Leiria, com cerca de 400. "Essas são as que os voluntários recensearam, mas muitas já não entraram por falta de tempo, mas as juntas de freguesia sabem onde estão", diz Filipe Mateus, projectista, 37 anos, coordenador concelhio.

Acontecem "por falta de civismo, embora também haja negligência das entidades. Este projecto serve para alertar as pessoas e as entidades", diz, para reconhecer que as autarquias têm falta de meios. "O nosso puxão de orelhas vai para a falta de civismo das pessoas. Fazem cinco ou mais quilómetros para deitar fora um frigorífico no monte quando podem usar os serviços das câmaras ou locais próprios (ecocentros) perto de casa", diz Paulo Torres.

"Estamos a dar o exemplo e a alertar as autoridades e população", diz Nuno Mendes. "O número de voluntários significa que as pessoas ganham consciência", nota a mulher. Os inscritos via rede social ultrapassam os 45 mil, sem contar os que surgem nas juntas, paróquias, escolas, cafés. São a "mão-de-obra gratuita" que as autarquias vão ter hoje. Ainda por cima, o lixo recolhido está hoje dispensado de taxas de aterros e centros de tratamento, segundo uma portaria especial do Ministério do Ambiente, que apoia a iniciativa, que tem o patrocínio do presidente da República.

Jornal de Noticias

Gripe A ataca nos Açores mas não se espera nova onda...

Gripe A ataca nos Açores mas não se espera nova onda

São Jorge registou 95 casos na última semana, mas o resto do País continua quase sem gripe. Médicos não esperam nova onda

Depois de semanas quase sem casos de gripe A, o Instituto Ricardo Jorge (INSA) alerta para o aparecimento de 64 testes positivos para o vírus H1N1, todos feitos no laboratório do Hospital de Angra do Heroísmo, nos Açores. Fonte da Secretaria Regional da Saúde diz que, embora os testes tenham sido feitos em Angra, o surto foi na ilha de São Jorge, onde se registaram 95 casos na última semana - "nenhum com gravidade".

"Nos Açores, a gripe andou de ilha em ilha e São Jorge ainda não tinha sido muito afectada", explica a mesma fonte, acrescentando que o número de doentes já está a diminuir. "A Secretaria Regional continua atenta", assegura.

O relatório da rede de médicos-sentinela e serviços de urgência do INSA considera, no entanto, que a actividade gripal continua "muito baixa" no conjunto do País. Aliás, a epidemiologista Cristina Furtado, do INSA, assegura que estes casos "não são motivo para alarme". "Ainda estamos na época da gripe e é normal que apareçam casos. Obviamente vamos vigiando porque é para isso que o sistema existe", disse ao DN.

No entanto, afasta a possibilidade de a gripe voltar em força e de haver uma segunda onda na Primavera. A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) também já disseram que é pouco provável. Esta, no entanto, nunca seria tão grave como a primeira, uma vez que cerca de dois milhões de portugueses já estão imunizados contra o H1N1 - quer por terem tido a doença, por vezes sem sintomas, quer por terem sido vacinados.

Entretanto, o Ministério da Saúde reviu a lista de vítimas mortais da gripe A em Portugal e o número de mortes atribuídas à pandemia subiu para 121. Isto devido à inclusão de pessoas sobre as quais havia dúvidas quanto à causa da morte. Destas, 22 eram saudáveis, mas as restantes tinham factores de risco. A última morte data de 8 de Fevereiro. No mundo todo, segundo a Organização Mundial de Saúde, a gripe pandémica matou 16 813 pessoas, desde que apareceu em Abril passado. Na Europa, 98% dos vírus da gripe identificados desde a Primavera passada eram da nova estirpe.

Diário de Noticias

Cavaco é o número 12 do Sacavenense ...

Cavaco é o número 12 do Sacavenense

O Presidente da República, de visita ao Sport Grupo Sacavenense, elogiou ontem o papel dos pequenos clubes, considerando que o exemplo de "relações frutuosas" que estabelecem com outras agremiações da mesma região deveria ser estendido a todos os domínios, nomeadamente ao "campo político". O Chefe do Estado congratulou-se com o trabalho de-senvolvido pelo clube, sublinhando o seu papel no desenvolvimento do desporto na região de Lisboa. "É uma união que nós precisamos que se estenda a todos os domínios", salientou.

Diário de Noticias

segunda-feira, 22 de março de 2010

Primeira pagina...

Cancro está a tornar-se na primeira causa de morte...

Apesar dos progressos significativos na prevenção e tratamento do cancro, esta doença está a tornar-se na primeira causa de morte no mundo devido ao envelhecimento da população e a hábitos perniciosos de consumo, segundo especialistas.

Nos últimos 20 anos, nos Estados Unidos, campanhas de prevenção e importantes avanços clínicos permitiram uma redução de 16 por cento na taxa de mortalidade por cancro, afirmou Susan Gapstur, da American Cancer Society.

Mas a doença continua a ser a segunda causa de morte nos Estados Unidos, onde em 2009, 560 000 pessoas, de cerca de 1,5 milhões de casos diagnosticados, morreram de cancro, adiantou Gapstur terça feira ao apresentar uma edição especial da revista Journal of the American Medical Association (JAMA) dedicada ao cancro.

"Houve progressos notáveis" no tratamento dos cancros infantis e de outros cancros que atingem a próstata, testículos, seios ou cólon, destacaram os investigadores, adiantando que alguns cancros como o do pâncreas, fígado, ovários, cérebro e pulmões "continuam a ser altamente mortais e não reagem às terapias actuais".

Por outro lado, com o aumento de esperança de vida, ao longo das últimas décadas, aumenta o risco de um diagnóstico de cancro.

Cerca de um em cada dois homens e uma mulher e cada três serão portadoras de cancro ao longo da sua vida, segundo a revista. Metade dos casos serão mortais.

Mas muitas das formas de cancro poderiam ser evitadas se houvesse melhores hábitos de vida, referem os investigadores, que dão como exemplo o cancro do pulmão que era "raríssimo no início do século XX", antes se de aumentar o consumo de tabaco.

O cancro do pulmão tornou-se na causa mais comum de cancro nos Estados Unidos a partir dos anos 1970, quando o perigo do tabaco ainda não era tão bem conhecido como hoje.

«Em 1910, menos de 5000 pessoas contraíram cancro do pulmão. Actualmente, há pelo menos 200 000 pacientes por ano", referiu Robert Timmerman, autor de um estudo sobre o tratamento de tumores através de radiação, em casos não operáveis.

Desde 1990, quando o número de casos de cancro de pulmão atingiu o pico mais elevado, a taxa deste tipo de cancro decresceu nos Estados Unidos.

Novos casos de cancro são gerados pela obesidade e excesso de peso.

"Estimativas actuais indicam que dois terços dos norte-americanos são obesos ou têm excesso de peso. E actualmente sabemos que estas condições favorecem diversos tipos de cancro», disse Gapstur.

"Evitar o excesso de peso e a obesidade vão ser factores cruciais na luta contra o cancro", adiantou o médico, referindo que cerca de 100 000 casos de cancro podem ser atribuídos a esta circunstância.

Diário de Noticias

Uma chamada feita por menina de 9 anos..

Uma Gravação de uma chamada feita por uma menina de 9 anos para uma empresa de demolição.
A menina não gostava da sua escola e queria que fosse demolida.

Borboletas em risco na Europa...

Borboletas em risco na Europa

Grande-branca-da-madeira encontra-se entre as várias espécies mais ameaçadas

Um terço das 482 espécies de borboletas da Europa sofreu um declínio visível na última década e 9% (43) estão agora gravemente ameaçadas de extinção, enquanto outros 10% (48) se encontram na fronteira desse perigo. Uma das que está à beira da extinção é uma borboleta branca da Madeira. Estes são dados da "Lista Vermelha das Borboletas Europeias", elaborada pela IUCN - International Union for Conservation of Nature, em colaboração com a União Europeia (UE), que foi divulgada ontem.

A grande-branca-da-madeira (Pieris wollastoni), borboleta única que só existe naquela ilha portuguesa, é uma das 43 espécies destes insectos que se encontram em situação crítica na Europa. Não é avistada há mais de 20 anos e há até quem já a tenha declarado extinta (ver caixa). Para inverter o problema que está a afectar estas espécies na Europa, a IUCN propõe no relatório que se invista, entre outra medidas, na protecção dos habitats, com a melhoria das políticas agrícolas, e na monitorização mais apertada das espécies ameaçadas.

A perda acelerada de habitats, com alterações drásticas nas práticas agrícolas, quer pela sua intensificação em algumas regiões quer pelo abandono noutras, é justamente um dos problemas- -chave para explicar o que está à acontecer às populações de muitas espécies de borboletas europeias. Mas as mudanças climáticas, sobretudo pelas secas mais intensas que acarretam, e a crescente pressão turística também estão entre os culpados do panorama pouco animador traçado no relatório da IUCN.

"A maioria das borboletas em risco são do Sul da Europa", adiantou Annabelle Cuttelod, a coordenadora da "Lista Vermelha Europeia" na IUCN, sublinhando que "a sua principal ameaça é a perda de habitat, a maior parte das vezes provocada por alterações nas práticas agrícolas, tanto pela intensificação como pelo abandono, ou devido às alterações climáticas, fogos florestais e a expansão do turismo".

De acordo com o levantamento feito pelos especialistas, é a prática intensiva da agricultura, que surge no topo das ameaças às espécies de borboletas europeias (afecta mais de 30 espécies), seguida de perto pelo abandono da terra (mais de 20 espécies afectadas) e pela mudança climática, sobretudo por causa das secas, com duas dezenas de espécies a sofrer impactos negativos em consequência deste problema.

Além do seu valor próprio, enquanto riqueza biológica, "as borboletas são importantes indicadores de biodiversidade e desempenham um papel importante nos ecossistemas, nomeadamente através das suas actividades polinizadoras", lê-se no relatório. Ou seja, o declínio acentuado das populações de um terço das borboletas europeias verificado durante o século XX, e que se prolongou até hoje, não é um bom sinal do ponto de vista da saúde dos ecossistemas onde esse declínio se manifesta.

Considerando apenas o território europeu da UE a 27 - o relatório faz essa especificação -, os especialistas contabilizam um total de 451 espécies de borboletas. Destas, 37 (8,5%) estão ameaçadas. Em Portugal existem 147 espécies de borboletas e, aparte a grande-branca-da-madeira, não existe mais nenhuma em risco crítico de extinção.

Multiplicar acções de protecção dos habitats é a palavra de ordem para o futuro imediato.

Diário de Noticias