So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Primeira Pagina


Vídeo de conversa de bebés gémeos faz furor no YouTube


Vídeo de conversa de bebés gémeos faz furor no YouTube

As imagens publicadas no YouTube no dia 14 de Fevereiro já tiveram mais de cinco milhões de visitas.
Um vídeo de dois bebés com pouco mais de um ano numa animada conversa tornou-se um sucesso no YouTube, com mais de cinco milhões de visualizações.
Os pais de Sam e Wren, numa reportagem do site britânico "News Life", revelaram que parece que os filhos têm uma linguagem secreta e que não percebem nada do que eles dizem.

DN

Bebé nasce com coração fora do peito

Um bebé chinês nasceu com o coração fora do peito e debate-se agora pela vida. A criança já tem dois meses, o que em si só já é uma vitória: apenas oito em cada milhão de bebés nasce com este problema congénito, chamado ectopia cordis, e a maioria não sobrevive aos primeiros dias de vida. 





Os médicos estão agora a preparar um procedimento bastante delicado, que consiste em abrir espaço dentro da caixa torácica para alojar o coração. É uma operação extremamente delicada, mas é a única hipótese de Xin Xin (assim se chama o bebé) sobreviver. 

Médicos ouvidos pelo site «Hype Science» explicam que os perigos deste problema congénito são vários e graves: os tecidos que protegem o coração fora do corpo estão demasiado expostos a bactérias e consequentes infecções. Além disso, dentro do peito, o coração estaria protegido de impactos pelos ossos que compõem a caixa torácic. Fora do peito, o coração está exposto e qualquer impacto pode ser fatal.



TVi24

Mulher tem ataque de fúria e destrói restaurante


Uma mulher norte-americana atacou funcionários de um restaurante de "fast-food" depois de se irritar com a demora na entrega do seu pedido. Kimesa Smith, que vestia apenas um biquíni durante o "ataque de fúria", foi presa por polícias da Florida, Estados Unidos. Veja o vídeo.

Irritada com a demora de 20 minutos para receber a refeição, Kimesa, de 31 anos, puxou o cabelo do gerente e arremessou moedas, garrafas e até computadores contra os funcionários de um "Burguer King", na cidade de Panama City Beach. Um cliente filmou toda a acção da mulher "furiosa".



Os polícias foram chamados para deter Kimesa, que ainda resistiu à voz de prisão. "Tire as mãos de cima de mim. Vocês não me podem tocar", terá dito a incontrolada norte-americana.

Na versão de Kimesa, ela e os seus amigos estavam a ser mal tratados desde o instante em que entraram no estabelecimento. "Quando entrei, os funcionários não mostraram simpatia. Não fomos tratados de forma justa", disse a norte-americana.

"Se soubesse o que iria acontecer, teria ido para o Taco Bell", acrescentou, referindo-se a uma outra cadeia de "fast-food".

JN

Condutora salva crianças de acidente grave


Uma automobilista que conduzia um autocarro cheio de crianças conseguiu travar o veículo a tempo de evitar um acidente grave na região sul da China. Veja o vídeo.
O vídeo do circuito de televisão fechada mostra, em vários ângulos, o exacto momento da queda da estrutura de betão na estrada, derrubado por um camião, e a reacção dos passageiros e da motorista, que conseguiu travar o autocarro a tempo. Ninguém ficou ferido.



O autocarro chinês vinha logo atrás de um camião, que chocou contra um aqueduto no meio da estrada. A motorista teve pouco tempo para reagir, mas mostrou grande perícia, salvando de um acidente grave dezenas de crianças.

JN

Vídeo mostra mulher a ter ataque de fúria em tribunal


Vídeo mostra mulher a ter ataque de fúria em tribunal

Uma mulher não gostou de ser acusada por um juiz de ameaçar os filhos. E foram precisos quatro guardas para a imobilizar.
Latasha Williams, de 36 anos, teve um ataque de fúria numa sala de audiências de um tribunal de Las Vegas, nos Estados Unidos, depois de um juiz a ter condenado por ameaçar os filhos. E na hora em que os guardas a iam levar para a prisão, ofereceu resistência e foram necessários quatro agentes para a imobilizar, enquanto Latasha gritava que tinha dois filhos e que a largassem.
"Estou cansada destes juízes insignificantes. Eles querem acusar-me de algo que não fiz", disse. Um polícia ficou ferido durante o incidente, com lesões no joelho e na cara.

DN


Universidade investiga casal que fez sexo no telhado


Universidade investiga casal que fez sexo no telhado

Alguém tirou tirado fotografias e colocou-as a circular em vários sites e blogues na Internet.
A Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, abriu uma investigação para apurar o caso de um casal de namorados que foi apanhado a fazer sexo no 12.º andar do edifício.
O acto sexual foi praticado no sábado em plena luz do dia. De acordo com a universidade, o rapaz é um estudante, mas a mulher não anda na faculdade.
O jornal "Daily Mail" publica a história e várias fotografias desta insólita situação

DN