So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Primeira Pagina


Casal condenado por sexo no cemitério

Andrew Donaldson, de 41 anos, e Karen Waters, de 43, foram apanhados a ter sexo no cemitério de uma igreja em Reigate, no Reino Unido. O caso foi a julgamento e o casal foi condenado no dia 11 de fevereiro a três meses de cadeia com pensa suspensa por um ano, de acordo com o jornal «Oxford Times».

Tudo começou no dia 22 de Abril de 2010. Andrew e Karen foram surpreendidos em pleno acto sexual entre as lápides de uma igreja, que fica perto de uma escola. 

Os funcionários e pais dos alunos chamaram a polícia, depois de os alunos terem visto o casal sem roupa no cemitério.

Andrew e Jaren justificaram que estavam a apanhar sol e apenas tinham trocado beijos e abraços. 

O juiz condenou-os a três meses de prisão com pena suspensa por um ano por atentado ao pudor. Donaldson foi ainda condenado a 100 horas de trabalho comunitário e a sua parceira a 80 horas de trabalho não remunerado.



TVi 24

Solteira e à procura de "um grande amor"


Solteira e à procura de "um grande amor"

Actualmente sem namorado e à procura de um grande amor, a actriz brasileira, Nívea Stelmann, anda solteiríssima pelas ruas do Rio de Janeiro.

Conforme escreve a TV Guia, Nívea Stelmann é muito simpática e das poucas actrizes (vai participar na próxima novela da Globo, "Morde & Assopra", em Março) que consegue aparecer sem problemas nas revistas de celebridades e ainda ser amiga de muitos jornalistas e fotógrafos. Nívea é uma pessoa simples, fala com toda a gente e adora ser abordada pelos fãs na rua.
Actualmente sem namorado, e depois de vários romances conturbados, a actriz continua à procura da sua cara-metade. "Quero encontrar um grande amor", diz, mas enquanto o "príncipe encantado" não aparece, Nívea dedica o seu tempo livre ao filho, Miguel, de seis anos, e a manter em forma um corpo de fazer inveja com muito trabalho de ginásio. "Faço musculação, três vezes por semana, e sempre que posso vou às aulas de Pilates, duas vezes por semana. Isso ajuda a manter a forma. também não abro mão do treino aeróbico".
Ensaio fotográfico de Nívea Stelmann para o Paparazzo

video


DN

12 horas preso em vigas ao tentar fugir da prisão

12 horas preso em vigas ao tentar fugir da prisão

O homem de 31 anos já tinha tentado escapar há uns anos através de uma chaminé. Desta vez a fuga correu mesmo mal.


video





Um homem de 31 anos ficou preso nas vigas de uma das alas da prisão de Palotina, no Paraná, Brasil, quando tentava fugir da cadeia. A operação para o tirar do local foi delicada e demorada, acabando por ser solto doze horas depois de tentar a fuga.
Além dos policias de serviço foi também necessária a intervenção dos bombeiros. Assim que foi retirado do local, o homem teve de receber tratamento no hospital.
A Polícia Civil informou que o homem já tinha tentado uma fuga da cadeia no passado, dessa feita por uma chaminé. Como castigo vai ficar um mês sem receber visitas.

DN

Nazis já faziam filmes 3D


Imagem do filme "O Triunfo da Vontade", de Leni Riefenstahl, que retrata o congresso nazi de Nuremberga, em 1934

O realizador Philippe Mora descobriu dois filmes de propaganda nazi filmados a três dimensões em 1936, mais de uma década antes de o formato 3D ter começado a ser utilizado nos Estados Unidos.

A notícia foi dada pela revista norte-americana "Variety". O realizador australiano Philippe Mora descobriu dois filmes de propaganda nazi a três dimensões, a preto e branco, com a duração de 30 minutos. Datados de 1936, "os filmes foram filmados a 35mm, aparentemente com um prisma à frente de duas lentes", disse o realizador australiano à "Variety", que acredita que podem existir mais filmes nazis neste formato, que só em meados de 1950 começou a ser utilizado nos Estados Unidos.
"A qualidade dos filmes é fantástica", fez notar o realizador, que descobriu os filmes nos Arquivos Federais de Berlim, durante uma pesquisa para um documentário sobre a utilização da imagem para manipular as massas no regime nazi, que se vai chamar "Como o Terceiro Reich foi Gravado" ("How the Third Reich was Recorded"). Um dos filmes é um musical filmado durante o carnaval; o outro, retrata actores alemães nos bastidores de um estúdio.
Segundo o realizador, os filmes "foram feitos por um estúdio independente para o ministério da Propaganda de Goebbels e eram chamados de 'raum film' - filmes do espaço -, o que pode explicar por que motivo ninguém se apercebeu de que eram 3D". Para Philippe Mora, esta descoberta mostra como a tecnologia alemã da altura era desenvolvida.
A "Variety" escreve que Philippe Mora já tinha utilizado, no seu filme "Swastika", de 1973, imagens privadas de Hitler e Eva Braun a cores, filmadas muito antes de a tecnologia se ter banalizado.

DN

Repórter da ESPN atacado por alpaca


Repórter da ESPN atacado por alpaca

(COM VÍDEO) Um repórter do canal desportivo ESPN foi perseguido por uma alpaca enquanto comentava o campeonato sul-americano de futebol no Peru.
video

Na cena, filmada no final da semana passada, pode ver-se a alpaca perseguir o repórter Nico Hueto, em pleno campo de futebol, enquanto ele comentava o campeonato sul-americano sub-20 em Arequipa, no sul do Peru.
A alpaca é um ruminante do género do lama, oriundo da cordilheira dos Andes, na América do Sul.

DN

Casal condenado por sexo no cemitério

Andrew Donaldson, de 41 anos, e Karen Waters, de 43, foram apanhados a ter sexo no cemitério de uma igreja em Reigate, no Reino Unido. O caso foi a julgamento e o casal foi condenado no dia 11 de fevereiro a três meses de cadeia com pensa suspensa por um ano, de acordo com o jornal «Oxford Times».

Tudo começou no dia 22 de Abril de 2010. Andrew e Karen foram surpreendidos em pleno acto sexual entre as lápides de uma igreja, que fica perto de uma escola.

Os funcionários e pais dos alunos chamaram a polícia, depois de os alunos terem visto o casal sem roupa no cemitério.

Andrew e Jaren justificaram que estavam a apanhar sol e apenas tinham trocado beijos e abraços.

O juiz condenou-os a três meses de prisão com pena suspensa por um ano por atentado ao pudor. Donaldson foi ainda condenado a 100 horas de trabalho comunitário e a sua parceira a 80 horas de trabalho não remunerado.



TVi 24

Morreu o golfinho mais velho do mundo Sam vivia no Zoomarine, no Algarve

O golfinho mais velho do mundo em cativeiro morreu no dia 13 de Fevereiro, no Zoomarine, no Algarve.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, o Zoomarine conta que Sam tinha 50 anos e estava no Algarve há 20.

«O peso dos anos (muitos mais do que é normal para esta espécie, sendo um macho) acabou por vencer. O Sam teve uma vida muito cheia e encheu a vida de muitos de nós. Ajudou a reforçar a convicção que diferentes espécies podem e conseguem comunicar», escreveu Élio Vicente, director de Ciência e Educação do Zoomarine.



TVi 24