So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Primeira pagina


O gato com duas caras mais velho do mundo


Frank e Louie é um gato cinzento com duas bocas, dois narizes e três olhos, e apesar do veterinário - no dia em que nasceu - não lhe ter dado mais que meia dúzia de dias, o gato acabou por completar a dúzia... de anos. Agora é o felino com síndrome de Janus mais velho do mundo, pois poucos deles sobrevivem até à idade adulta.
Um gato do Massachusetts, nos Estados Unidos, acaba de entrar para o livro do Guinness por ser o gato mais velho do mundo a sofrer de uma raríssima anomalia genética que causa uma duplicação facial. O síndrome é também conhecido como diprosopia.
Sara Wilcox, porta-voz do "Guinness World Records" - Livro dos Recordes -, afirmou que é o "gato Janus que mais sobreviveu", referindo-se à designação que o zoólogo britânico Karl Shuker atribuiu à doença, inspirada no deus romano das transições.
Frank e Louie nasceu no dia 8 de Setembro de 1999. A expectativa de vida de um gato com duas caras não ultrapassa os seis dias. A anomalia acontece nos mamíferos e raramente sobrevivem. Os seres humanos também podem ser afectados.






DN

Austrália: cataratas em que água corre para o céu

São imagens raras e impressionantes as que chegam do sul da Austrália. Devido aos fortes ventos, a água de algumas cataratas em vez de seguir o caminho indicado pela gravidade, dispersa-se em direcção ao céu.

Os fortes ventos, que chegam a velocidades de 120 quilómetros hora, têm-se feito sentir na região, e o impacto das condições meteorológicas é visível nas imagens publicadas pela BBC, que pode ver 
aqui
.

Se o vento inverteu o fluxo das cataratas a sul de Sidney, enviando toneladas de água para o céu, na metrópole, nas últimas 24 horas, do céu já choveu quase o equivalente ao que costuma ser a precipitação de um mês inteiro na cidade, nesta época do ano. 

A BBC salienta que os fortes ventos também estão a agitar a água do mar e os surfistas já foram avisados para a formação de ondas com podem chegar aos 5 metros. 



TVi24

Cão morde tubarão


Desta vez foi o tubarão que ficou registado como vítima de uma mordidela
Num encontro imediato entre dois cães e alguns tubarões é de esperar o pior para... os tubarões! Na Austrália acontecem vários ataques a pessoas por ano, mas, desta vez, o ataque tem o tubarão como vítima, pois um dos cães não deve ter gostado de estar a partilhar o mar e mergulhou para morder um tubarão, que rapidamente fugiu


DN

Um pedaço de ADN que nos chegou dos Neandertais


Estudo de investigadores canadianos mostra que populações de origem sub-sariana não têm essa informação genética
O enigma durava há dez anos, desde que um grupo de investigadores da Universidade de Montreal, no Canadá, coordenado por Damian Labuda, isolou um bocado de ADN (informação genética) no cromossoma X que parecia diferente. Isso intrigou os investigadores porque aquele pedacinho aparentava ter origem numa população mais arcaica.
O mistério resolveu-se agora. Aquele bocado de ADN é hoje partilhado por todos os grupos humanos de todos os continentes, à excepção dos que têm origem na África sub-sariana. Ou seja, é uma herança genética directa dos homens de Neandertal, o que confirma que houve cruzamento - e descendência - entre os Homo sapiens e os Neandertais.

DN

Abelhas interrompem jogo no Brasil

O Goiás empatou a dois golos com o Vila Nova (2-2), depois de ter vencido o primeiro jogo por 1-0, e vai disputar a final do Campeonato Goiano de futebol, frente ao Atlético-GO. O duelo ficou marcado pela invasão de um enxame de abelhas.

Com meia-hora decorrida, o árbitro sentiu necessidade de interromper o jogo, ao perceber que as abelhas ocupavam uma parte da baliza do Goiás. Os bombeiros de serviço utilizaram um extintor para resolver a situação.

O enxame, refira-se, ensaiou novas investidas na etapa complementar, desta vez em menor número. O jogo terminou com o empate, a tentativa de invasão dos jogadores do Vila Nova ao balneário do Goiás e violência entre adeptos e polícia nas bancadas.






TVi 24

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Primeira pagina


Presidente da Câmara esmaga carro mal estacionado

Arturas Zuokas, de 43 anos, Presidente da Câmara de Vílnius, esmagou com um tanque um carro que estava a bloquear uma das ciclovias da capital da Lituânia. Um momento para a câmara filmar, que pretende incentivar ao estacionamento regular na cidade.






O Presidente da Câmara passou com um tanque de guerra por cima de um Mercedes mal estacionado, gravou tudo e colocou as imagens no site oficial da câmara municipal de Vílnius.
De acordo com o site, trata-se de uma campanha de combate ao estacionamento ilegal, um grande problema da cidade.

DN

Viúva come as cinzas do próprio marido


Casie, de 26 anos, encontrou uma forma insólita de lidar com a viuvez: comer os restos mortais do marido. A norte-americana diz que não consegue parar e que as cinzas têm gosto a "ovo podre, areia e lixa". Veja o vídeo.

Casie, que vive em Fayetteville, no Tennessee, ficou viúva há dois anos, quando o marido foi vítima de um ataque de asma repentino. A morte inesperada de Shawn abalou-a profundamente.



A viúva contou, num programa de televisão norte-americano, que provou as cinzas pela primeira vez, quando transferia os restos mortais de uma caixa temporária para a urna actual.

"Caiu um pouco de cinzas nas minhas mãos e não quis simplesmente limpá-las. Então lambi os meus dedos. E aqui estou eu, quase dois meses depois, e não consigo parar".

"Algumas pessoas riem e acham que estou brincando, mas estou a falar a sério. É o meu marido", acrescenta Casie.
A norte-americana corre riscos de saúde consideráveis ao ingerir as cinzas, que contêm produtos químicos que podem provocar psicose.

Desde a morte de Shawn, a viúva adoptou outro ritual insólito: carrega a urna com os restos mortais do marido para todo o lado. "Levo o meu marido a todos os lugares. Ao supermercado, para fazer compras, ao cinema e até a restaurantes. Quando vou ao supermercado, compro as coisas que ele gosta".

JN

Uma cara no céu antes da tempestade

Um vídeo de um insólito fenómeno meteorológico está a correr mundo na Internet: nuvens de tempestade formam um rosto humano bem definido no céu





As imagens foram captadas em New Brunswick, no Canadá.


DN

Touro à solta nas ruas de uma cidade de Washington


Um touro jovem andou à solta nas ruas da cidade de Auburn, estado de Washington (EUA). A polícia teve muitas dificuldades para controlar o animal.
As imagens são da madrugada de dia 6 de Agosto mas foram agora divulgadas pela polícia local. Mostram os esforços dos agentes para perseguir e controlar o animal, que terá fugido de uma quinta local.


O trabalho não se revelou fácil. Os agentes bem tentaram laçar o animal, na boa tradição dos cowboys norte-americanos, mas não o conseguiram às primeiras tentativas.
Ao fim de algum tempo de tensão, no entanto, o touro acabou por ser laçado e por fim devolvido ao dono.

DN

Telemóveis poderão ser carregados pelo andar

Pesquisadores norte-americanos descobriram uma forma de transformar o movimento humano em electricidade, que pode ser utilizada para carregar vários aparelhos electrónicos, como smartphones, leitores de MP3 e computadores. Uma simples caminhada pode, em breve, ser suficiente para alimentar a bateria de um telemóvel.



O mecanismo consiste em colocar um dispositivo, uma espécie de palmilha, dentro do calçado, que servirá para captar a energia de pequenas gotículas líquidas e convertê-la em correntes eléctricas.
O método baseia-se na energia cinética que já é utilizada para carregar aparelhos com doses menores de energia, como relógios e sensores.
O estudo foi realizado pela Universidade de Wisconsin, nos Estados Unidos, e será publicado na revista especializada "Nature Communications".

''De uma forma geral, os humanos são máquinas muito poderosas de produção de energia", afirmou Tom Krupenkin, professor do Departamento de Energia Mecânica da universidade, citado pela BBC.
Segundo Krupenkin, ''ao correr, uma pessoa pode produzir até um quilowatt de energia", quantidade suficiente para carregar um telemóvel comum.

Um dos desafios continua a ser a transmissão da energia para um computador portátil. Os investigadores, que concluíram que a integração de um cabo USB no sapato não é muito funcional, pensam agora em utilizar tecnologia sem fios, ou "wi-fi" na gíria informática.

Os dois cientistas responsáveis pela pesquisa, Ashley Taylor e Tom Krupenkin, pretendem agora comercializar esta tecnologia. Para tal, fundaram recentemente uma empresa, a InStep Nano Power, ou "Nanopoder no Passo" em tradução livre do inglês.

JN

Rapaz atingido por comboio a alta velocidade sobrevive


Um rapaz, de apenas 12 anos, escapou por pouco à morte depois de ser atingido por um comboio, na estação ferroviária de Sidney, na Austrália. As imagens dramáticas estão a correr mundo. Veja o vídeo.

Na gravação, vê-se o rapaz a saltar para a linha e a correr para a outra margem, supostamente para falar com uma rapariga que chamou a sua atenção.



Alguns minutos depois, volta a atravessar a linha para chegar ao outro lado, mas entretanto um comboio aproxima-se a alta velocidade, sem possibilidade de abrandar.

O adolescente ainda tenta subir para a plataforma da estação, mas é atingido pelo comboio, a mais de 95 quilómetros por hora, e fica momentaneamente preso entre o comboio e a parede, até escorregar e desaparecer de vista.

Incrivelmente, o australiano sobrevive depois de ter caído numa pequena cavidade sob a borda da plataforma. Passado algum tempo, vê-se o rapaz a subir para a margem e a arrastar-se em sofrimento e com dificuldade.
O rapaz foi transportado para o hospital para tratar um cotovelo partido, uma perna partida e escoriações graves, provocadas pelo acidente.

As imagens de videovigilância foram divulgadas pelo Departamento de Transportes de New South Wales, na esperança de desestimular qualquer incidente similar.

JN

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Primeira pagina


Sexo Neandertal afectou sistema imunitário dos humanos


O facto de os nossos ancestrais terem mantido relações com os seus «primos» evolutivos introduziu genes que ainda ajudam o Homem actual

O acasalamento entre neandertais e outro grupo antigo chamado Denisovans, seus «primos» evolutivos, afectou o sistema imunitário do ser humano. Esses relacionamentos acabaram por introduzir genes que nos ajudam a lidar com vírus até aos dias de hoje, avançam cientistas num estudo publicado na revista «Science».

O estudo da influencia das relações entre ancestrais no actual genoma humano já não é novo. Investigadores já tinham concluído que os acasalamentos pré-históricos eram responsáveis por até 4por cento do genoma humano moderno. Este novo estudo, adianta a BBC, identifica trechos de ADN derivadas dos nossos antepassados distantes. 

Em causa, o HLA (antígeno leucocitário humano), conjunto de genes que desempenham um papel importante na defesa contra invasores externos ao organismo, como vírus. Os autores do estudo dizem que as origens de alguns genes HLA de classe 1 são prova de que os neandertais se cruzaram com os Denisovans.



TVi 24

Choveu dinheiro numa auto-estrada da Holanda


Quem pensou que estava a ter uma visão ao ver chover notas de euros, enganou-se. De facto, elas voavam e caíam no chão como chuva. O insólito aconteceu na muito movimentada auto-estrada 2 nos arredores de Maastricht, na Holanda. Veja o vídeo.

Na segunda-feira, uma carrinha de valores deixou, literalmente, fugir notas de euros. O dinheiro espalhou-se pela auto-estrada e provocou o caos. Os automobilistas, entusiasmados com a dança esvoaçante das notas, estacionaram os carros na berma e correram atrás delas.





Um repórter holandês, que passava na A2 naquele momento, afirmou ter visto as pessoas a correrem para apanhar o dinheiro e a levarem os bolsos cheios para os carros.
Segundo uma mensagem postada no Twitter pela polícia da província holandesa de Limburgo, "por breves momentos choveram notas".
Não ficou apurada a quantia que voou da carrinha de valores, nem o que provocou o incidente.

JN

Homem preso por morder uma cobra

Um americano natural de Sacramento, na Califórnia, foi detido por ter mordido uma cobra de estimação e ter deixado o animal seriamente ferido.






A polícia foi chamada ao local convencida de que o homem é que tinha sido atacado. Mas afinal foi precisamente o contrário. A cobra, entretanto, foi operada e está a recuperar do ataque - levou 15 pontos no ferimento. De acordo com o veterinário, ficou gravemente ferida e perdeu algumas costelas, mas acabou salva pela cirurgia.
O autor da agressão referiu que não se lembrava do incidente e admitiu que estava sob o efeito do álcool. "É algo bizarro. Estava embriagado e fiquei louco", confessou David Senk, de 54 anos, à CNN, acrescentando que não sabe como a cobra lhe foi parar às mãos.

DN

Jovem urina no tribunal em frente ao juiz

Um adolescente de 17 anos urinou num caixote de lixo durante uma audiência em tribunal.





A situação deixou o juiz visivelmente irritado. Corey Webb, de 17 anos, estava a ser julgado por disparar sobre um polícia durante uma tentativa de fuga de um centro de detenção juvenil no Texas. Sem que nada o fizesse prever, o jovem dirigiu-se ao caixote do lixo e fez as suas necessidades. O juiz repreendeu e avisou-o que estava a incorrer num comportamento inapropriado.


DN

Levantam carro e salvam homem de morrer queimado.

Um grupo de pessoas ajudou a libertar um motociclista que tinha ficado preso debaixo de um carro em chamas após um acidente.






Brandon Wright, de 21 anos, ficou preso debaixo de um BMW num acidente que envolveu a sua mota, segunda-feira, no Estado americano de Utah.
Tanto o carro como a mota pegaram fogo. De imediato, várias pessoas aperceberam-se do perigo da situação e levantaram o carro para impedir que Brandon morresse queimado.
Transportado para o hospital em estado relativamente grave, Brandon acabou por sobreviver e já agradeceu às pessoas que lhe salvaram a vida.

DN

Chanel Tapper tem a maior língua do mundo


Americana tem a maior língua do mundo com 9,75cm

Chanel Tapper tem a maior língua do mundo, com 9,75 centímetros, e por isso entrou para o Livro dos Recordes do Guinness de 2012.

Tapper estuda na Califórnia, Estados Unidos da América, tendo a sua língua o dobro do tamanho médio do órgão.
Numa entrevista ao Guinness a norte-americana afirmou que tinha oito anos quando descobriu que a sua língua era grande. Mas a recordista vê com alegria a sua grandeza.
Channel Tapper está consciente do tamanho da sua língua. "Eu nasci com a língua assim" conclui.

DN

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Primeira Pagina


Imigrante ilegal era polícia há seis anos nos EUA

A polícia de Anchorage, no Alasca, deteve um dos agentes locais após ter descoberto que se tratava de um falso polícia de nacionalidade mexicana e em situação ilegal.

Rafael Mora-Lopez, com o nome falso de Rafael Espinoza, foi detido quando tentava renovar o passaporte, explicou Mark Mew, chefe da polícia de Anchorage, que disse à Associated Press que o falso agente, que é imigrante ilegal, poderá incorrer numa pena de até 10 anos de prisão.

Numa busca a casa de Rafael Mora-Lopez as autoridades descobriram os verdadeiros documentos de identificação.

Mark Mew afirmou que o falso agente era bem visto na comunidade e que iria receber um prémio de reconhecimento por ter salvo uma pessoa com uma perna partida de uma zona costeira de Anchorage.

As autoridades revelaram que o homem não tinha antecedentes criminais e que foi sujeito a um teste de polígrafo e a uma verificação de impressões digitais nacionais, que não denunciaram a ilegalidade, ajudando a evitar a detenção quando ingressou na polícia. 

Rafael Mora-Lopez é casado, tem um filho e vive em Anchorage desde 1980. O homem de 47 anos pagou uma fiança de 50 mil dólares e encontra-se em prisão domiciliária.

Em 2007, um cidadão mexicano assumiu a identidade de um primo que foi morto a tiro nos Estados Unidos, para se tornar oficial da polícia de Milwaukee, tendo sido posteriormente identificado e deportado para o México.



TVi24

Família reconhece corpo errado e «morto» reaparece

Um homem de 33 anos assustou a família ao aparecer vivo este sábado em Ribeirão Preto, Brasil, depois de os familiares terem reconhecido o que pensavam ser o seu cadáver na morgue. 

Segundo o site brasileiro «G1», a família foi até o Instituto Médico-Legal (IML) da cidade após ver uma reportagem na televisão sobre um homem que morreu em frente à Santa Casa do município. O corpo ficou duas horas na calçada até ser retirado por um funcionário da Santa Casa.

A irmã do homem foi ao instituto de medicina legal para saber se o corpo era do irmão. Ela não o via há três meses e a família não tinha notícias do seu paradeiro. O reconhecimento do corpo foi feito por ela através de cicatrizes que ele tem na orelha e na mão, devido a uma cirurgia. Mais dois irmãos e dois cunhados também acreditaram que o corpo era mesmo do homem. 

O funeral foi realizado esta quarta-feira, mas entretanto, neste sábado, o homem reapareceu. A identidade do corpo que foi enterrado ainda é desconhecida.



TVi24

Mulher encontra jacaré na casa-de-banho

Um jacaré foi encontrado na casa-de-banho de uma norte-americana, em Palmetto, no sábado passado, noticia a «ABC». 

Alexis Dunbar começou a ouvir sons estranhos vindos da sua casa-de-banho e, quando foi verificar, viu que se tratava de um jacaré. 

Rapidamente, começou aos gritos a chamar o seu namorado, que travou a porta com uma mesa até as autoridades chegarem para resolverem a situação.

Um caçador de jacarés chegou rapidamente ao local depois dos residentes ligarem para o número grátis e, mal chegou, capturou o jacaré com cordas e fita adesiva.

Um porta-voz do Conservatório de Vida Selvagem e Pesca da Flórida, Gary Morse, afirma que os jacarés não são animais inteligentes, já que «o seu cérebro é do tamanho de uma bola de golf» e, se entrou em casa, foi por ter estado a observar os gatos de Dunbar que entram e saem pela porta dos cães.

Morse diz que os jacarés normalmente «não olham para as pessoas como comida, mas é sempre uma situação perigosa ter um jacaré num espaço pequeno, pois eles podem entrar em pânico e fazer estragos na casa ou nas pessoas para tentar escapar».



TVi24

Jornalista «levada» pelo vento

A repórter Marissa Mike, da emissora KPSP Local 2, viu-se aflita para gravar uma notícia devido aos ventos de 70km/h, na semana passada, em Palm Springs, na Califórnia, EUA.

Com rajadas fortíssimas, a repórter estava a fazer a reportagem em frente a um semáforo derrubado, enquanto o vento insistia em travá-la, retirando-lhe insistentemente o boné






TVi24

Declínio dos anfíbios desafia cientistas


Declínio dos anfíbios desafia cientistas
Há várias causas que estão na origem do problema e por isso não existe uma única solução para ele.
Das 6674 espécies de anfíbios catalogadas pela ciência, 1875 estão ameaçadas de extinção, algumas criticamente, e 3300 entraram em declínio rápido. Ou seja, metade destas espécies, que são um indicador de saúde ambiental, não gozam elas próprias de boa saúde. O problema é causado por uma multiplicidade de factores e é necessária mais investigação a nível local e regional, explica uma equipa de investigadores norte-americanos na revista Annals of the New York Academy of Sciences.

DN

Portugal tem a 8.ª maior taxa de pobreza infantil


A taxa de pobreza infantil em Portugal é de 16,6 por cento, um valor superior à média dos países da OCDE (12,7 por cento) e a oitava maior do grupo, refere um estudo da Organização hoje publicado.
Portugal apresenta a oitava maior taxa de pobreza infantil entre os 34 países da OCDE, atrás de Israel, do México, da Turquia, dos Estados Unidos, da Polónia, do Chile e de Espanha.
De acordo com o relatório "Doing better for families", hoje publicado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), referindo dados da última década, Dinamarca, Noruega e Finlândia têm as menores taxas de pobreza infantil, com 3,7 por cento, 4,2 por cento e 5,5 por cento, respectivamente.
Para a generalidade dos países da OCDE, as crianças que vivem em famílias monoparentais em que apenas um adulto aufere rendimentos tendem a ter taxas de pobreza mais elevadas do que as que vivem em famílias duo-parentais em que apenas um adulto trabalha. No entanto, Portugal configura uma excepção a esta tendência, a par da Dinamarca, da Noruega e da Suécia.
A percentagem de crianças que vivem em famílias em que os dois pais estão empregados é, regra geral, elevada, com destaque para a Eslovénia, Portugal e os Estados Unidos, onde mais de 60 por cento das crianças vivem em famílias cujos pais trabalham a tempo completo.
A taxa de mortalidade infantil caiu em quase todos os países da OCDE, com Portugal a apresentar a descida mais acentuada da mortalidade entre crianças dos 0 aos 14 anos desde 1970, tanto por ferimentos acidentais como intencionais.

DN

Estudo inédito à população dos Himalaias confirma tese do aquecimento global


Estudo inédito à população dos Himalaias confirma tese do aquecimento global
 
O estudo foi publicado hoje pela Royal Society na revista Biology Letters. Os investigadores entrevistaram 250 pessoas que vivem em dez vilas do parque nacional de Singalia, no estado de Bengale, na Índia, e em oito vilas do distrito de Ilam, no Nepal.

Nos últimos dez anos, estas 250 pessoas foram questionadas sobre 18 indicadores possíveis de alterações climáticas.
Três quartos das pessoas interrogadas afirmam que agora faz mais calor do que há 10 anos e dois terços asseguram que as monções de verão chegam mais cedo. Perto de metade dos inquiridos pensa que há agora menos neve nas montanhas e 70 por cento considera que os cursos de água estão mais fracos.

Também metade das pessoas entende que algumas espécies de plantas nascem mais cedo do que antes e que surgiram mosquitos em aldeias onde nunca tinham existido anteriormente.

Estas observações corroboram os estudos científicos sobre a temperatura, sobre a precipitação e sobre as espécies nos Himalaias e noutras regiões. No entanto, não há confirmação de que as monções ocorram mais cedo, segundo este inquérito.

Os habitantes que vivem a altitudes elevadas (entre dois a três mil metros) são os que reportam mais alterações. De facto, os investigadores estimam que as zonas montanhosas e de neve são as mais susceptíveis de ser afectadas pelo impacto das alterações climáticas.

JN

Vítima de bullying torna-se «herói»

Casey Heynes, um australiano de 16 anos tornou-se, em poucos dias, um «herói» na Internet. E porquê? Ao fim de vários a anos a ser vítima de bullying, um dia reagiu contra o agressor. O vídeo chegou ao Youtube e o mundo «uniu-se» a Casey. «Cheguei a pensar em suicídio», confessa o jovem numa entrevista ao programa de televisão australiano A Current Affair (ACA), da «Nine Network».

Dia 14 de Março poderia ter sido «um dia bom» na escola para Casey, mas Richard Gale, com apenas 12 anos de idade, não pensou da mesma forma. Juntamente com um grupo começou a agredir Casey com murros. Ao mesmo tempo, um dos seus amigos filmava o acto.

O que aconteceu, ninguém esperava. Casey reagiu, pegou no seu agressor, levantou-o no ar e atirou-o ao chão com violência. As imagens são impressionantes, mas Richard apenas ficou magoado numa perna.

Alguém colocou o vídeo de 42 segundos na Internet e, em poucas horas, Casey era «um herói», um «fenómeno. Milhares de pessoas do mundo inteiro, de todas as idades e de ambos os sexos fizeram questão de enviar mensagens de apoio. Fosse pelo Youtube, pelo Facebook ou através de milhões de comentários deixados em centenas de páginas que relataram a história






Na entrevista que deu Casey recorda aquele momento: «Senti que tudo tinha finalmente acabado». O seu pai confessa que não tinha noção do que o filho sofria. Quando teve conhecimento do incidente, a escola suspendeu os dois jovens.

Quando o agressor também foi vítima

Numa outra entrevista realizado pelo programa Today Tonight, da «Seven Network», foi a vez de Richard Gale, o agressor contar a sua versão. Não nega que no vídeo «é o vilão», mas garante que ali não está a história toda e que foi Casey quem começou «os abusos».

Com apenas 12 anos, Richard é, ele próprio, alvo de muita raiva nos dias que correm. O pai não apoia a atitude do filho, mas com a publicidade que o caso teve teme pelo seu futuro e deseja, apenas, que «o deixem em paz».

É com uma sinceridade desconcertante que Richard assume que «não lamenta» o que aconteceu e diz também ter sido «vítima de bullying» desde a primária. 

«Descarga de tensão»

Tânia Paias é psicóloga e responsável pelo portal do bullying, criado em Janeiro de 2010. Conhecedora do fenómeno, afirma que a reacção do jovem «não é comum» e só se explica «por uma descarga de tensão acumulada muitos anos, por intimidação e vergonha».

Perante o fenómeno «Casey», a psicóloga tem uma visão simples: «Todos têm vontade de fazer a mesma coisa, mas acham que não são capazes». E aqui, não há limites de idades, sexo ou nacionalidade.

Do assédio escolar, mais conhecido por «bullying», vai uma pequena distância para outro fenómeno sentido pela população mais adulta, o «mobbing» que se vive no local de trabalho, diz Tânia Paias.

«Há muitas pessoas adultas com estas dificuldades». No fundo, é uma questão de «desequilíbrio de poder mental» e é «o medo que veicula a resposta» ou ausência dela. Muitos «temem ser mal interpretados» nas suas acções se reagirem, explica a psicóloga.

Mas há outro ponto para o qual Tânia Paias chama a atenção: «Há muitas vítimas de bullying que se tornam agressores» e, por isso, defende que a agressividade deve ser trabalhada nos adolescentes. Para que aprendam a «dizer basta» e ganhem «a capacidade de dizer "não" de forma assertiva» sem agressividade.

Criado em Janeiro de 2010, o portal do bullying já recebeu (incluindo Janeiro de 2011) mais de 38 mil visitantes únicos (38 325 no total) e foram visualizadas mais de 772 mil páginas (772 129).



TVi24

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Primeira Pagina


Viver num apartamento com 8 metros quadrados

Viver em Nova Iorque é um sonho para muitos, viver na zona de Manhattan seria a cereja no topo do bolo. O problema é que as rendas rondam os 2500 euros por mês. A não ser que alugue um microapartamento, com oito metros quadrados, por 488 euros mês.

A escritora e artista Felice Cohen assumiu o desafio e divulgou um vídeo onde explica como vive neste pequeno espaço e organização que faz do mesmo. Segundo a NBC Felice mudou-se há cerca de três anos e não pensa sair dali tão cedo.






TVi24

Incrível: não pode jogar futebol por ter barba!

A polícia do Tajiquistão, antiga República da União Soviética, está a cumprir ordens que visam combater o extremismo religioso na região. Algumas medidas, diga-se, são igualmente extremistas.

Tokhir Muminov, treinador do Khayr Vakhdat, veio a público denunciar um caso recorrente nos últimos meses: Parviz Tursunov, seu jogador, não pode entrar em campo enquanto não cortar a barba.

Segundo a imprensa do país, a polícia tem perseguido vários homens que não abdicam da sua barba. Tursunov já avisou que prefere deixar o futebol a acatar essa ordem. «Enquanto ele resolve este assunto com a sua barba, a sua ausência está a ter um efeito negativo na performance da equipa», lamentou o técnico do Khayr Vakhdat.

«Eu sei que o futebol é algo secular, mas devíamos pensar primeiro no que é eterno», lembrou Parviz Tursunov, um muçulmano devoto.



TVi24

Treinador foi despedido por causa de umas vacas

Iffy Onuora, treinador inglês, foi despedido da selecção da Etiópia por causa de umas vacas. Isso mesmo, leu bem. Vacas. Uma manada, neste caso.

O técnico britânico queixou-se das más condições existentes no país, dizendo que um dos relvados propostos pela Federação tinha demasiados animais a pastar no círculo central.

«O Sr. Onuora foi despedido por questões disciplinares. Ele andou a dizer nos jornais que precisávamos de tirar uma manada de vacas do relvado para poder treinar a sua equipa. Eu não sei de nenhum campo utilizado pela nossa equipa onde possam ser encontradas vacas», explicou Melaku Ayele, porta-voz da Federação de Futebol da Etiópia, à Reuters.



TVi24

Apunhalado no pescoço na sala de espera do hospital


Um homem foi apunhalado no pescoço na sala de espera de um hospital argentino, enquanto esperava para ser curado de um corte na mão. As câmaras de videovigilância do hospital registaram a agressão. Veja o vídeo.
Segundo conta o El País, Sergio Paravgna, de 22 anos, sobreviveu à agressão, depois de uma intervenção de urgência para estancar a hemorragia.



As imagens mostram que tudo aconteceu muito rapidamente. O agressor entrou na sala de espera do hospital de Santojanni, em Buenos Aires, e após uma pequena hesitação, lançou-se sobre Sergio Paravgna para o agredir no pescoço com uma faca, que trazia escondida dentro do seu casaco, acusando-o de ter querido assaltar o seu salão de beleza. Logo após a agressão, o suspeito pôs-se em fuga, perseguido pelo pai do agredido. Não foi apanhado.
A vítima ficou internada na unidade de cuidados intensivos, com prognóstico reservado.

JN

Noivos austríacos sobem nus ao altar


Noivos austríacos sobem nus ao altar

O casamento aconteceu em Abril e é notícia pelo insólito da cerimónia: Melanie, 26 anos, e Rene Schachner, de 31, casaram-se envergando apenas um chapéu (ele) e um véu (ela)...

A reportagem do casamento feita por uma televisão austríaca pode ser vista no Youtube.


"Não temos vergonha dos nossos corpos. Quisemos fazer uma coisa diferente e assim até poupámos dinheiro", justificou a noiva, citada pelo jornal britânico "Daily Mail".
Mas mesmo assim, a modéstia não lhes faltou. Rene colocou a sua cartola estrategicamente sobre as zonas mais íntimas. E Melanie, entre o véu e o ramo de flores, manteve-se sempre relativamente "coberta".

DN

Em tempo de crise, a moda é casar nu

Quando o mundo anda em pulgas com o casamento de Kate e William de Inglaterra, que fazem a notícia nos media diariamente, eis que outro casal saiu do anonimato e rivalizou nas atenções com os príncipes.

Melanie Schachner e Rene Schachner queriam que o seu casamento ficasse na memória de todos. Dos casamentos costuma recordar-se o vestido da noiva e a comida. Deste os convidados vão recordar-se da falta de uma destas coisas¿.e não consta que alguém se tenha queixado do menu.

Melanie e Rene compareceram perante um conservador civil em Feldkirchen, na Áustria. Melanie levava um véu branco como as noivas tradicionais e uns sapatos de salto, qual cinderela, como todas as noivas, mas, havia algo diferente, ou melhor, faltava algo a esta noiva: o vestido!

Ela com os seios à mostra, ele tal como veio ao mundo, disseram o «sim», conta o «Daily Mail». Uma moda barata em tempo de crise. Kate e William de Inglaterra já disseram que não querem um casamento de Estado, mas não se crê que vão poupar nestes «pormenores».



TVi24

Amputou um dedo para o comer com legumes

Um homem neo-zelandês, de 28 anos, que sofria de depressão, amputou em 2008 um dedo de uma mão e comeu-o cozinhado com legumes, revela este sábado a imprensa local, que cita um estudo psiquiátrico.

Este homem, cujas acções não estiveram relacionadas com o consumo de drogas ou álcool, é um dos oito casos de canibalismo estudados por psiquiatras num estudo publicado na revista especializada «Australasian Psychiatry» e citado pelo «New Herald».

Segundo aquele jornal, o homem amputou o dedo em 2008 depois de ter estado obcecado durante quatro dias com a ideia de cortar os dedos, quando sofria de uma depressão com tendências suicidas e insónias sem acompanhamento médico.



TVi24

Descoberto um novo dinossauro


A reconstituição do dinossauro a partir do crânio
Daemonosaurus chauliodus, como lhe chamaram, era uma peça que faltava para compreender a evolução dos répteis gigantes
Um crânio e meia dúzia de vértebras fossilizados que foram encontrados numa zona do Novo México, nos Estados Unidos, chamada Ghost Ranch (ghost quer dizer fantasma) resultaram na descoberta de uma nova espécie de dinossauro.
Só isso já seria importante, mas este dinossauro carnívoro, que viveu há 205 milhões de anos, no início do período Jurássico, é também uma importante peça que faltava para se poder compreender a ligação entre os dinossauros do período Triássico e os que vieram depois, no Jurássico.

DN

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Primeira Pagina


Médicos operaram a perna errada a uma idosa

Uma idosa de 77 anos partiu a perna e esteve internada 20 dias no Hospital Geral de Roraima, em Boa Vista, até ser operada. A intervenção cirúrgica aconteceu esta semana e tudo estaria perfeito não fosse o facto de os médicos terem operado a perna errada. Segundo escreve o site brasileiro «Globo», a idosa partiu a perna esquerda e foi operada à direita.

O secretário da Saúde, Leocádio Vasconcelos, visitou a paciente e confirmou que «houve erro médico». Garantiu ainda que, em 48 horas, ia ser, de novo, operada. Desta vez, à perna certa. Os clínicos foram, entretanto, afastados do serviço enquanto decorre uma investigação ao sucedido.



TVi24

Anúncio a lâminas BIC faz sucesso no YouTube


Anúncio a lâminas BIC faz sucesso no YouTube

O spot está a correr no YouTube e a causar furor. Os produtores criaram um jogo de curling humano e no site da marca está igualmente disponível um jogo.
DN

Airbus 380 choca com pequeno avião ao levantar voo


Airbus 380 choca com pequeno avião ao levantar voo

Um Airbus 380 da companhia Air France colidiu com um avião mais pequeno de uma carreira regional operada pela Delta quando se preparava para levantar voo do aeroporto internacional JFK, em Nova Iorque, noticiou a CNN.

Um despacho da agência EFE, que cita um jornalista da estação de televisão CNN que viajava no avião da Air France, com destino a Paris, refere que o Airbus 380 chocou contra a traseira de outro avião de menor porte, quando se preparava para levantar voo.


Da colisão, que ocorreu cerca das 20:15 locais (02:15 em Lisboa), não resultaram quaisquer feridos, estando as autoridades da aviação norte-americana a investigar as circunstâncias do acidente.
Os passageiros dos dois aparelhos tiveram de abandonar os aviões e os do voo da Air France voltaram para o terminal do aeroporto.

DN

Polícia usa gás pimenta contra criança de 8 anos

Um agente da polícia norte-americano usou gás pimenta contra uma criança de 8 anos. Aidan Elliott estaria a perturbar uma aula numa escola em Lakewood, no estado do Colorado, segundo escreve o site G1.

A polícia justifica a acção alegando que o comportamento da criança era agressivo e que o adolescente trepou móveis na sala de aula, enquanto segurava um pau.

«Os nossos tiveram de fazer algo para o acalmar, antes que alguém se magoasse», disse Steve Davis, do departamento de polícia de Lakewood.

A mãe da criança acusa a polícia de tratar o seu filho como um criminoso: «Tenho certeza de que o que ele estava a fazer naõ era certo, mas ele tem apenas 8 anos».



TVi24

Casa «vestida» com bicicletas

Casa «vestida» com bicicletas

Esta podia ser mais uma casa, mas as mais de 100 bicicletas que enfeitam as paredes exteriores tornam-na única. É conhecida como «bicycle-station» e aluga este meio de transporte a turistas, mas a casa tornou-se, ela própria, uma atracção turística, na cidade de Altlandsberg, na Alemanha.


TVi24

Britânica faz tatuagem com cinzas do marido morto

Uma viúva britânica decidiu homenagear o marido morto de uma forma, no mínimo, original. Barbara Peterson, de 65 anos, utilizou as cinzas do marido para fazer uma tatuagem, de acordo com a BBC.

Esta moradora da cidade de Hull perdeu o marido em Julho do ano passado, vítima de cancro. Agora decidiu homenageá-lo com uma imagem que ficará para sempre com ela.

Barbara tatuou uma flor azul cercada de tranças na sua mão direita. Uma tatuagem diferente das duas que já tinha feito anteriormente. Nesta, os tatuadores trituraram as cinzas esterilizadas de Brian até que se tornassem numa num pó fino, que foi misturado à tinta utilizada para a tatuagem.

A ideia de fazer a tatuagem partiu de uma amiga sua, Chris Walker, de 67 anos, que tinha visto este procedimento num programa de televisão norte-americano.

Chris decidiu utilizar os restos das cinzas de Brian para fazer também uma tatuagem em homenagem ao amigo.

«Eu tatuei estrelas na minha mão esquerda. Brian e eu fomos amigos por 40 anos, todos nós sentimos muito a sua falta», diz.



TVi24

Juiz com 103 anos ainda exerce em tribunal

Wesley Brown, com 103 anos é a pessoa mais velha a exercer o cargo de juiz federal em Wichita, Kansas, nos Estados Unidos.

Com 103 anos o juiz entra todos os dias no tribunal na cadeira de rodas, pelas 8:30 da manhã, para exercer as funções que lhe estão previstas, como a direcção de audiências ou a leitura de documentos judiciais, até às 15 horas, noticia o «The Huffington Post».

Embora o velho juiz por vezes tenha de receber oxigénio no tribunal, não se trata de um entrave para continuar a exercer o posto de juiz federal e afirma que só deixará o posto «quando achar que é tempo», já que para Wesley Brown se trata de «uma razão para viver» por ser um «serviço público».

Wesley Brown é um dos 516 juízes que gozam do «alto estatuto», que permite aos juízes em idade de aposentação continuarem no posto de trabalho, recebendo um ordenado e a exercer em tempo parcial. No entanto, Brown adquiriu o «alto estatuto» em 1979 e até Março continuou a exercer em tempo integral.

Wesley Brown é o mais antigo juiz federal e que foi eleito pelo Presidente Kennedy.

O velho juiz deixou impressionados os colegas com a perseverança e dedicação ao trabalho, embora muitas pessoas duvidem das capacidades do homem que exerce há 49 anos



TVi24

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Primeira Pagina


Asteróide vai passar perto da Terra


Cientistas classificaram como "potencialmente perigoso" um asteróide com 400 metros de diâmetro que vai passar próximo da Terra no início de Novembro.
 
Asteróide vai passar perto da Terra
Trajectória do asteróide "2005 YU55"
 
Um asteróide vai passar próximo do planeta Terra no dia 8 de Novembro, segundo as previsões iniciais de investigadores da Nasa, a agência espacial norte-americana. Este "fenómeno" não estava previsto para acontecer nas próximas décadas.

"A aproximação à Terra do asteróide 2005 YU55 é invulgar pela curta distância e pelo seu tamanho. Ninguém esperava que um objecto deste tamanho passasse tão próximo da Terra em 30 anos", observou Don Yeomans, da Nasa.

O corpo celeste foi classificado de "potencialmente perigoso", devido à sua trajectória e dimensão. A definição é do Centro Planetário de Cambridge, em Massachusetts, Estados Unidos, avançou o site "space.com".

A rocha deverá passar a 0,85 distância lunar, isto é, a cerca de 200 mil quilómetros da Terra, quase metade dos cerca de 384 mil quilómetros que separam a Terra da Lua.

Para os cientistas, a notícia é encarada como uma oportunidade única. "A passagem do asteróide vai fornecer uma resolução de imagem comparável ou até melhor do que a de uma missão de uma nave espacial", disse Lance Benner, investigador da Nasa.

Embora o asteróide descoberto por Robert McMillan, em 28 de Dezembro de 2005, tenha sido classificado como "potencialmente perigoso", a passagem da rocha não representa qualquer tipo de perigo ao planeta Terra durante os próximos 100 anos, esclareceu a Nasa.

JN

Novo México: viajou três dias com amiga morta

Jerry Maestas, de 64 anos, fez uma viagem de carro durante três dias com a sua amiga, Amy Marquez, de 33 anos, morta ao seu lado, achando que esta estava a dormir. O caso aconteceu no Novo México.

Maestas não suspeitou de nada, porque, como disse à «BC», a amiga era paraplégica e «usava fraldas para adultos, daí não ter necessidade de ir ao wc durante os três dias de excursão». 

Desta forma, apenas levou a vítima ao hospital quando surgiram umas «manchas azuis» no corpo. 

O polícia Lt. Christian Lopez considera tudo muito estranho e não percebe como Maestas não se apercebeu da realidade, pois «o odor que emanava do carro era insuportável», dado Marquez estar morta há mais de 66 horas, diz o polícia à «BC».

Maestas disse ao polícia que a amiga estava bem no domingo e que passaram a maior parte do dia a beber até ela adormecer. 

As investigações estão a ser levadas a cabo, mas a autópsia, realizada na quarta-feira, revela uma possível asfixia devido à posição da vítima e às grandes quantidades de álcool ingeridas ao longo da viagem. Aguardam-se agora os relatórios de Toxicologias, de modo a apurar a quantidade de álcool ingerida e a possível existência de drogas no sangue.



TVi24

Vaca salta obstáculos como um cavalo


Vaca salta obstáculos como um cavalo

Uma rapariga alemã treinou uma vaca para saltar obstáculos. Foi a soluçao encontrada depois de os seus pais não lhe terem dado o cavalo que tanto desejava.
Regina Mayer não esteve com meias medidas. Os pais não lhe deram o cavalo que tanto queria e por isso começou a treinar saltos com uma vaca a quem deu o nome de "Luna". E em poucas horas conseguiu o resultado desejado à custa de carícias e doces.
DN