So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Descoberto planeta potencialmente habitável e próximo da terra

Astrónomos americanos anunciaram a descoberta de um planeta do tamanho da Terra que acreditam ser potencialmente habitável, informa a AFP. O planeta está situado na órbita de uma estrela vizinha.

O planeta, descoberto por astrónomos da Universidade da Califórnia em Santa Cruz, e do Instituto Carnegie de Washington, orbita no meio de uma «zona habitável» da estrela anã vermelha Gliese 581, o que significa que pode ter água na superfície.

Água em estado líquido e uma atmosfera são condições necessárias para que um planeta possa abrigar vida, afirmaram os cientistas. Determinaram também que o planeta, ao qual chamaram de Gliese 581g, tem uma massa três a quatro vezes a da Terra e um período orbital de pouco menos de 37 dias.

A sua massa indica que provavelmente é um planeta rochoso e com gravidade suficiente para ter uma atmosfera, segundo afirmou Steven Vogt, professor de astronomia e astrofísica da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz, e um dos chefes da equipa que descobriu o planeta.

«O facto de termos conseguido detectar este planeta tão rapidamente e tão próximo mostra-nos que planetas como este devem realmente ser comuns», disse Vogt.

O planeta tem um dos lados sempre voltado para a estrela e sob influência de uma luz diária perpétua, enquanto o outro lado fica na escuridão eterna, uma vez que está voltado para o lado oposto da estrela. Consequentemente, as temperaturas decrescem do lado oposto à estrela e elevam-se do lado iluminado.
A área mais habitável do novo planeta seria a parte intermediária entre luz e escuridão. Os cientistas calculam que a temperatura média na superfície varie de 31 a 12 graus Celsius negativos.

TVi24

1 comentário:

Douglas disse...

Bom,fico muito feliz pela descoperta, por ter um planeta semelhante a terra, mas não estou surpreso, pois sei que a planetas com seres vivos em outras galaxias, que tem civilisacoes bem mais evoluidas que a nossa, e eles veim nos visitar. E seria um egoismo do ser humano achar que nós somos a unica raça com inteligêcia no universo,apesar de usarmos muito pouco dela.
Mas parabens para o cientistas, agora o ser humano tem que fazer uma nave que nos leve até o 581-g , assim como os seres que nos visitam , que ja tem suas naves que os trazem ao nosso planeta