So faltam meses, dias, horas, minutos, e segundos para o ano 2012

Madeleine

Banner1
Click here to download your poster of support

Radio Viseu Cidade Viriato

sexta-feira, 29 de julho de 2011

Saiba como é que o pénis perdeu as espinhas

O pénis humano ficou sem espinhas graças a uma perda de sequências de ADN ao longo da sua evolução, concluiu um estudo publicado na revista «Nature».

Estas alterações, acrescenta ainda o estudo citado pela agência Lusa, poderão ter favorecido a formação de casais monogâmicos e o surgimento de estruturas sociais complexas, permitindo educar os bebés humanos.

A equipa de Gill Berejano, da Universidade norte-americana de Stanford, identificou 510 sequências de ADN ausentes no Homem, mas que permanecem nos chimpanzés e noutras espécies. 

Este ADN, que se perdeu com a evolução, servia para controlar, fundamentalmente, genes envolvidos nos sinais hormonais e nas funções do cérebro.

De acordo com os investigadores, isto levou à perda de umas pequenas espinhas de queratina no pénis, presentes noutros mamíferos.

Mas não foi a única alteração genética detectada por este estudo. 

Uma outra sequência de ADN que não existe no ser humano situa-se próximo de um gene supressor de tumores que impedia o crescimento de neurónios numa região específica do cérebro. 

A ausência desta sequência faz diminuir a actividade deste gene, o levou a que o ser humano tivesse um cérebro maior.

Grande parte das sequências de ADN analisadas já se encontrava ausente do genoma do homem de Neandertal, o que indica que estas supressões ocorreram há mais de 500 mil anos.



TVi24

Sem comentários: